Outubro 2012


Sexta edição do Planeta Terra Festival teve Kings of Leon, Garbage, Gossip, Suede e outras bandas
Foto: Edson Lopes Jr./Terra

O Especial Planeta Terra 2012, que incluiu a transmissão ao vivo dos shows da sexta edição do festival no sábado, foi acompanhado por mais de seis milhões de pessoas, em 18 países, entre os dias 18 e 21 de outubro - destes, 4,7 milhões no Brasil. O público pôde assistir às mais de 11 horas de shows ao vivo, em dois canais simultâneos, a partir da uma hora da tarde do último sábado. Só no Brasil, mais de 1,4 milhão de pessoas assistiram à transmissão ao vivo.


O festival também foi exibido via dispositivos móveis - smartphones e tablets, que também apresentaram aumento significativo de audiência durante a transmissão. O público que acompanhou os shows através de celulares cresceu 204% em relação ao ano passado. E em tablets, 168%.

"O consumo de vídeos também foi grande. Só no Brasil, no sábado, foram 2,3 milhões de vídeos vistos. Uma tendência já percebida claramente durante nossa transmissão da Olimpíada de Londres em até 36 canais simultâneos: o público brasileiro passa cada vez mais tempo assistindo a vídeos profissionais na internet. É uma tendência irreversível, apoiada na expansão da banda larga, no surgimento de novos aparelhos conectados e na qualidade da transmissão, inclusive via dispositivos móveis", comentou o CEO mundial do Terra, o brasileiro Paulo Castro.



O CEO do Terra conta que a transmissão de eventos ao vivo é um dos pilares da empresa - são mais de duzentas por mês. Ele lembra que a estratégia não se resume a grandes eventos de massa, sazonais, mas é baseada em um extenso número de espetáculos e competições ao longo de todo o ano. O calendário inclui a transmissão de shows como o apresentado por Robert Plant, na noite de segunda-feira (22) - transmitido ao vivo na web, diretamente do Espaço das Américas, em São Paulo, e todos os jogos de diversos campeonatos europeus de futebol, bem como todas as partidas de cada rodada da Liga Europa, da UEFA:

"Nossa opção pelo ao vivo é uma estratégia empresarial cujo sucesso se comprova na crescente audiência dos eventos, assim como no interesse dos patrocinadores. Neste ano, 18 marcas - entre elas as dos patrocinadores máster: Banco do Brasil, Chevrolet, Claro, Close-Up, Gol e HP - investiram mais de R$ 25 milhões, o que representou um crescimento de 31,6% em relação a 2011. O nosso calendário anual inclui também atrações como o Terra Live Music, que mistura entrevistas e apresentações ao vivo de músicos de sucesso e novos talentos, todas as semanas", concluiu o executivo, acrescentando que, entre as próximos grandes transmissões que o público brasileiro poderá acompanhar ao vivo no Terra - por computadores, smartphones, tablets ou em TVs conectadas- estão os shows das bandas Kiss e Pulp, em São Paulo, nos dias 17 e 28 de novembro, respectivamente.

Gary Glitter é levado de volta a sua casa em Londres. Foto: Getty Images
Gary Glitter é levado de volta a sua casa em Londres
Foto: Getty Images

A polícia britânica deteve o astro do rock da década de 1970 Gary Glitter, neste domingo (28), durante uma investigação relacionada a diversas acusações de abuso sexual contra o ex-apresentador de televisão Jimmy Savile, que mergulhou a BBC em uma crise. No final da noite, Glitter retornou a sua casa.


Glitter é a primeira pessoa detida em uma investigação que virou uma bola de neve desde que as acusações de que Savile molestou meninas menores de idade foram ao ar em um documentário televisivo no início deste mês.


Glitter, 68 anos, o rei da era do "glam rock" com uma sequência de hits dançantes, já cumpriu pena na Grã-Bretanha por fazer download de pornografia infantil e no Vietnã por crimes sexuais contra crianças.


A operação identificou cerca de 300 possíveis vítimas de Savile em um período de 40 anos, o que pode torná-lo um dos maiores criminosos da história da Grã-Bretanha.


As acusações contra o excêntrico DJ afundaram a BBC em uma crise e destruíram a reputação do homem que, com suas roupas esportivas berrantes, foi um dos rostos mais famosos da televisão britânica durante décadas. Savile, que morreu no dia 29 de outubro do ano passado aos 84 anos, arrecadou sozinho milhares de libras para obras de caridade.

Natina Reed morreu na última sexta-feira (26), nos Estados Unidos. Foto: Getty Images
Natina Reed morreu na última sexta-feira (26), nos Estados UnidosFoto: Getty Images


Natina Reed, cantora de R&B que fez sucesso nos anos 1990, morreu aos 32 anos, na última sexta-feira (26), após ser atropelada por um carro. As informações são doDaily Mail.


A artista, que integrou o grupo group Blaque juntamente com Shamari Fears DeVoe e Brandi Williams, morreu instantes após ser atingida, no estado da Geórgia, nos Estados Unidos.

Ela deixa o filho Tren Brown, de 10 anos.

O artista italiano que usa o pseudônimo Dito Von Tease ("Dito" é dedo em italiano; o resto do nome é uma homenagem à performe burlesca Dita Von Teese)tem feito sucesso na web com seu dedo - que ele transforma em diversas personalidades da cultura pop usando técnicas de manipulação de imagem. Veja a seguir uma amostra do divertido trabalho de dito

Foto: Ditology.blogspot.com.br/Reprodução

Dito Jobs - a versão dedinho do cofundador da Apple Steve Jobs
Foto: Ditology.blogspot.com.br/Reprodução


Spock, personagem do clássico Star Trek, em versão Dito
Foto: Ditology.blogspot.com.br/Reprodução


Dito de Homem-Aranha
Foto: Ditology.blogspot.com.br/Reprodução

Dito incorporando o baixista e vocalista do Kiss, Gene Simmons
Foto: Ditology.blogspot.com.br/Reprodução

Do cinema 3D para os dedos: Dito Avatar
Foto: Ditology.blogspot.com.br/Reprodução

Dito "vestido" de Smurf
Foto: Ditology.blogspot.com.br/Reprodução


Viva la revolución dos dedos: Dito Che Guevara
Foto: Ditology.blogspot.com.br/Reprodução


Dito Pokémon em versão Pikachu
Foto: Ditology.blogspot.com.br/Reprodução


Quando passam a viver juntos, homens e mulheres tendem a ingerir porções iguais de alimentos
Foto: Getty Images

Que uma relação estável pode trazer mudanças à silhueta, todo mundo sabe. E geralmente acontece de as mulheres engordarem. A novidade é que se descobriu um dos motivos. Pesquisa realizada pela empresa de suplementos vitamínicos Centrum aponta que, quando passam a viver juntos, homens e mulheres tendem a ingerir porções iguais de alimentos.

Resultado? Mulheres que acumulam quilos a mais e homens que emagrecem. O levantamento estudou hábitos de 1,3 mil pessoas e descobriu que um terço das mulheres passou a comer mais depois que juntou as escovas de dentes, enquanto a mesma quantidade de homens reduziu as porções.

A pesquisa também descobriu que homens e mulheres tendem a classificar certos tipos de alimentos como mais masculinos e femininos. Homens, por exemplo, afirmaram que passaram a comer itens mais 'femininos', como iogurtes e saladas. Já as mulheres fazem questão de comprar carne para os parceiros quando vão ao supermercado.

Segundo a nutricionista da empresa, esses hábitos podem levar ao consumo errado de alimentos e à falta de importantes nutrientes. "Misturar a sua dieta com a do parceiro e não considerar as necessidades nutricionais de cada um tem consequências além da linha da cintura. Homens precisam de maiores quantidades de vitaminas do grupo B, mas não sabem disso nem quais seriam as fontes", disse Fiona Hunter, ao jornal Daily Mail.




O consumo moderado ou abusivo de álcool pode diminuir a produção de células cerebrais, de acordo com uma pesquisa da Universidade de Rutgers, nos Estados Unidos. Ainda segundo o estudo, o hábito pode prejudicar também a capacidade de aprendizagem e a memória. Os dados são da publicação Neuroscience.


Para a pesquisa, Megan Anderson e Tracey J. Shors, em parceria com Miriam Nokia, da Universidade de Jyväskylä, na Finlândia, analisaram roedores que atingiram um nível de álcool no sangue de 0,08%, o limite legal para dirigir nos Estados Unidos. Nesse nível de intoxicação, o número de células nervosas no hipocampo - parte do cérebro onde são produzidos novos neurônios - foi reduzido em cerca de 40% em comparação ao grupo dos abstinentes.


Segundo a pesquisa, essa quantidade de álcool não foi suficiente para prejudicar as habilidades motoras ou impedir a aprendizagem associativa a curto prazo. No entanto, de acordo com Anderson, essa diminuição substancial no número de células cerebrais pode ter efeitos profundos sobre a plasticidade estrutural do cérebro adulto a longo prazo.



Policial vigia frente de delegacia de Nova York
Foto: Reuters

Um policial de Nova York foi indiciado nesta quinta-feira por planejar sequestrar, torturar, cozinhar e comer mulheres cujos nomes ele mantinha em uma lista em seu computador. Gilberto Valle III, de 28 anos, de Forest Hills, no Queens, foi preso na quarta-feira pelo Departamento Federal de Investigação (FBI, na sigla em inglês), disse um porta-voz.


No processo criminal aberto nesta quinta-feira no tribunal federal de Manhattan, Valle foi acusado formalmente por planejar sequestrar e acessar ilegalmente dados federais.


O processo diz que investigadores descobriram um arquivo no computador de Valle contendo os nomes e as fotos de ao menos 100 mulheres, assim como o endereço e a descrição física de parte delas. A denúncia diz que Valle vigiou algumas das mulheres no trabalho e na casa delas.


Em um trecho de uma conversação de julho com um co-conspirador, Valle teria dito, segundo o processo: "Eu posso aparecer na casa dela de repente, isso não chamará a atenção dela, posso derrubá-la, esperar escurecer e sequestrá-la de dentro da casa dela."


"Estava pensando em amarrar o corpo dela em algum tipo de aparato...cozinhá-lo em fogo baixo, mantê-la viva o máximo possível." A mulher em questão é identificada apenas como "Vítima 1".


Valle não foi acusado por executar nenhum dos supostos planos, de acordo com as queixas, sugerindo que ele foi preso antes de qualquer mulher ser ferida.


O advogado de Valle não foi identificado de imediato. Um porta-voz do Departamento de Polícia de Nova York não pôde ser contatado para comentar o caso.

Uma vacina com a combinação de cinco anticorpos, testada em ratos e fruto do trabalho do imunologista brasileiro Michel Nussenzweig, conseguiu manter os níveis do vírus da aids (HIV-1) abaixo dos detectáveis durante mais tempo que os tratamentos atuais, informou nesta quarta-feira a revista Nature.

Este tratamento experimental, composto por cinco potentes anticorpos monoclonais (idênticos entre si porque são produzidos pelo mesmo tipo de célula do sistema imunológico), foi desenvolvido pela equipe do cientista brasileiro e membro da Academia Americana de Ciências na Universidade Rockefeller em Nova York.

O cientista administrou os anticorpos em ratos "humanizados", que dispõem de um sistema imunológico idêntico ao humano, permitindo que sejam infectados com o vírus HIV. Estima-se que esta é uma fórmula que poderia evitar a infecção de novas células.

Nussenzweig observou que, desde que foi iniciado o tratamento, a carga viral tinha caído para níveis abaixo dos detectáveis, e assim se mantiveram por até 60 dias após o término do tratamento.

Em seguida, o cientista comparou os resultados com os obtidos ao tratar ratos com uma combinação de três anticorpos monoclonais e, também, com um tratamento baseado em um único anticorpo.

Ao tratar os roedores com uma vacina com três anticorpos, o HIV se manteve em níveis baixos até 40 dias após o fim do tratamento, enquanto a monoterapia só permitiu que o vírus não fosse detectado durante o tempo em que o rato estava recebendo o tratamento (cerca de duas semanas).

"O experimento demonstrou que combinações distintas de anticorpos monoclonais são eficazes na hora de suprimir a replicação do HIV em ratos 'humanizados', por isso podem prevenir a infecção e servir para o desenvolvimento de novos tratamentos", defendeu o especialista em seu artigo.

Na atualidade, o tratamento anti-retroviral em humanos consiste em combinar pelo menos três drogas antivirais para minimizar o surgimento de vírus mutantes resistentes aos remédios.

No entanto, o HIV se armazena em uma espécie de "depósito" ou reservatório viral, o que faz com que a carga viral do paciente se eleve quando o tratamento farmacológico é interrompido, e o vírus volta a aparecer depois de 21 dias.

Apesar dos resultados promissores de Nussenzweig, ainda serão necessários testes clínicos que permitam avaliar a eficácia do tratamento em humanos e medir os efeitos sobre a infecção em longo prazo.



Apple anuncia o iPad Mini, com a mesma resolução e processador do iPad 2, mas em uma tela de 7,9 polegadas.












A Apple acaba de anunciar seu novo filhote para a família iPad: deem boas vindas ao iPad Mini, com tela de 7,9 polegadas e preços a partir de US$329.

Como esperado, o iPad Mini possui tela de 7,9″ com a mesma resolução do iPad 2: 1024 x 768. Portanto, todos os apps feitos para iPad funcionam no novo modelo – são mais de 275.000.

O iPad Mini tem 7,2mm de espessura e pesa apenas 308g. Com bordas mais finas que o Nexus 7, o iPad Mini possui tela 35% mais larga na vertical. Ele conta com o mesmo design monobloco (unibody) do iPhone 5, com bordas chanfradas.

O tablet possui o mesmo processador A5 dual-core encontrado no iPad 2. Além disso, temos uma câmera traseira de 5MP, além de uma câmera HD na frente. A Apple promete 10h de bateria.

Claro, o iPad Mini possui o novo conector Lightning.E ele possui suporte a 4G LTE, mas se o iPhone 5 indica algo, é que ele não funcionará no Brasil. No site brasileiro do iPad Mini, não há qualquer menção a 4G.

Ele virá com 16GB nas cores preta e branca, a partir de US$329 pelo modelo Wi-Fi. Enquanto isso, o Nexus 7 equivalente custa US$249 - o iPad Mini certamente não quis concorrer em preço. A pré-venda começa nesta sexta-feira para uma lista de 34 países - o Brasil não está incluso.

Preços pelas versões de 16/32/64GB nos EUA:

Wi-Fi: US$329 / US$429 / US$529

Wi-Fi + 3G/4G: US$459 / US$559 / US$659


Revelamos os motivos dos HDs não terem a mesma capacidade anunciada.



Caro Lifehacker,

Acabei de comprar um HD externo de 1TB, mas meu computador diz que só tem 902GB nele! Qual a treta? Roubaram 100GB de mim?

Atenciosamente,

Faminto Porgigas.

Caro Faminto,

Seu disco rígido pode estar mostrando um número menor por alguns motivos, mas, antes de tudo, saiba que você provavelmente não foi roubado. Esse número é completamente normal. Segue a explicação.


Discos rígidos geralmente vêm com software já instalado




A primeira (e menos importante) explicação é que muitos discos externos vêm com software pré-instalado pelo fabricante, como programas de backup ou algo do tipo. Geralmente, recomendamos que você se livre disso, porque quase nunca o que vem é melhor que programas que você pode baixar por aí (como nosso programa favorito de backup, o Clashplan). Então, mesmo que isso não libere uma tonelada de espaço, você deve formatar o disco antes de qualquer coisa.

Se você usa Windows, clique com o botão direito no drive no Windows Explorer e escolha 'Formatar'. Formate para NTFS se você tem em mente usar o disco para guardar muita coisa (como música ou backup) ou FAT32 ou ExFAT se você pretende transferir arquivos entre Macs e PCs.

Se você usa Mac, vá até /Applications/Utilities/Disk Utility e click no drive na barra lateral. Clique em 'Erase' no painel do meio, então escolha o sistema de arquivos. Mac OS Extended (Journaled) é a melhor opção default para grandes quantidades de arquivos. Para usar em Macs e PCs, FAT32 ou ExFAT é melhor.

Depois de formatar, você não vai mais ver aqueles popups chatos a cada vez que conectar o disco e deverá ter um pouco de espaço extra.


Uma medida para computadores, outra para embalagens




Eis o principal motivo de você ter menos espaço que o anunciado: computadores são baseados no sistema binário. Isso significa que a capacidade do disco é contada usando base 2 — não base 10, que é a que você vê na caixa. Então, enquanto medimos um kilobyte como 1.000 bytes, o Windows entende que essa medida é formada, na verdade, por 1.024 bytes. Da mesma maneira, um megabyte é formado por 1.024 kilobytes, um gigabyte é formado por 1.024 megabytes, e assim por diante. Isso significa que a quantidade verdadeira de espaço no disco vai ser menor que a divulgada. Quanto maior for o disco, maior será essa diferença. Geralmente, cada gigabyte tem 70MB a menos quando plugado — fazendo as contas, um HD de 1TB, como o seu, tem na verdade cerca de 900GB.

Não há muito a fazer sobre isso, infelizmente. Se você usa Mac ou Linux, atualize seu software: as versões mais recentes do OS X (10.6 em diante) e do Ubuntu (10.10 em diante) usam base decimal para mostrar a capacidade de armazenamento e o tamanho dos arquivos. Assim fica mais fácil de julgar (também é por isso que, quando você manda um arquivo do Windows para um Mac, ele aparece maior, mesmo não seno — só está sendo medido com outra base). Não tem como consertar esse problema no Windows — tudo que você precisa saber é que você sempre terá um pouco menos de espaço do que o que está na embalagem e agir pensando nisso. Se você tem 1.000GB, um disco de 1TB não vai ser suficiente: você vai precisar de um de 1,5TB. Isso vale para qualquer disco, seja interno, externo ou pendrives.

Cordialmente,

Lifehacker


O Facebook recentemente começou a testar nos Estados Unidos uma nova forma de receita que permite que os usuários paguem para promover seus posts na rede social. Como a maioria dos serviços de internet não cobra dos usuários para serem usados, eles têm que criar uma forma de ganhar dinheiro. E essa a principal fonte de receita do Facebook e que o torna lucrativo: a publicidade. Veja na galeria como outras empresas fazem para gerar receita
Foto: AP

O Google Chrome é um exemplo de produto que não é rentável: apesar de aumentar a audiência do Google, tendo seu serviço de busca como padrão, não tem uma fonte própria de receita




Já o Gmail ganha dinheiro com publicidade, através do Google AdWords, que cria "anúncios relevantes" de acordo com o conteúdo das mensagens




A busca do Google tem na publicidade sua maior fonte de receita, e uma das empresas mais bem sucedidades na área de publicidade online






Muitos usuários reclamam dos anúncios que aparecem antes dos vídeos do YouTube começarem, mas são eles que garantem a gratuidade do serviço




Apesar de ter sido comprado pelo Facebook em um negócio de US$ 1 bilhão, o Instagram é um serviço que ainda não encontrou uma forma de se tornar rentável






Já a rede social de negócios LinkedIn reúne diversas fontes de receita. A empresa ganha dinheiro com publicidade, com assinantes de um serviço premium e com a venda de dados. Empresas e recrutadores podem pagar para ter acesso à base de dados dos usuários do serviço



Além do software gratuito, que permite a troca de mensagens ou conversas por vídeo entre usuários do Skype, a empresa conta com recursos adicionais para assinantes. Além disso, a empresa cobra por ligações de Skype para telefone, no serviço de voz por IP






O Tumblr, apesar de todo crescimento e sucesso, ainda não conseguiu se tornar uma empresa rentável. O serviço de blogs gera receita através de temas premium ou pelo pagamento para inclusão de alguns Tumblrs em um diretório de blogs, mas isso ainda não dá lucro para a empresa





O Twitter ganha dinheiro através da publicidade. Empresas podem pagar para promover tweets ou Trending Topics na rede de microblogs



Apesar de a maioria dos usuários hospedarem seus blogs gratuitamente no WordPress, o serviço oferece hospedagem para grandes marcas, um serviço premium para que usuários tenham armazenamento adicional ou domínio personalizado, além, é claro, da publicidade


Susan Sarandon contou que já fez sexo em troca de papel em filme
Foto: Kevin Winter/Getty Images

Hoje Susan Sarandon tem mais de 40 anos de carreira e é uma vencedora do Oscar, mas o início de sua trajetória artística não foi fácil. A atriz revelou à revista Elle que já fez o famoso "teste do sofá" para conseguir um papel em um filme. As informações são do site Daily Mail.

"Não foi bem-sucedido para nenhum de nós dois. Eu apenas entrei em um quarto e o cara praticamente me jogou em cima da mesa. Foi um dos meus primeiros dias em Nova York e aquilo foi realmente nojento", disse ela, sem especificar quem era o diretor e para qual filme o ato aconteceu.


Catarina, 20 anos, está na Austrália, onde deve perder a virgindade no início de novembro
Foto: Site Virgins Wanted/Reprodução

LIZ LACERDADireto de Sidney

Os interessados em comprar a virgindade da brasileira Catarina têm mais dez dias para fazer seus lances. O leilão, promovido pelo diretor Justin Sisely, foi estendido porque Catarina finalmente chegou à Austrália neste final de semana, depois de duas tentativas frustradas de conseguir um visto. "Estou muito feliz de estar aqui, porque é tudo novidade. Agora, ainda estou muito envolvida com o filme, mas quero percorrer o país e conhecer outras cidades assim que tiver mais tempo", informou a brasileira.

Catarina está hospedada em um hotel próximo da Ópera House, na área central de Sydney. Logo depois que desceu do avião, ela participou de filmagens nos pontos turísticos mais famosos da cidade. O leilão faz parte de um projeto de documentário, intitulado Virgins Wanted. No filme, Sisely pretende mostrar o desenvolvimento emocional de dois jovens antes e depois da primeira vez.

Junto com o diretor do filme, Catarina também já participou de um programa de televisão australiano. Logo depois, a emissora pediu desculpas aos telespectadores. "Queríamos debater a ética da proposta, mas pareceu que estávamos apoiando. Não era nossa intenção, mas a menina é jovem, não fala inglês, foi convidada por nós e não queríamos humilhá-la diante de uma grande audiência (até porque talvez ela seja humilhada por uma audiência muito maior depois)", justificou o apresentador do programa, Andrew O'Keefe.

Nos próximos dias, a jovem catarinense vai conversar com psicólogos, sexólogos e ginecologistas. "Temos acesso aos melhores profissionais e o fato de ela estar aqui facilita muito as coisas", diz Sisely. Apesar das pressões, a brasileira está decidida a terminar o documentário. "Conversei com minha família. Não é o que eles gostariam, mas aceitaram, e as críticas das outras pessoas não fazem diferença", declarou.

A partir de agora, as filmagens continuam na Austrália. Catarina até chegou a criar uma conta no Twitter para manter seus fãs informados (@catmigliorini). Por enquanto, ela tem um visto de turista, com duração de três meses, mas a empresa produtora do documentário vai pedir um visto de trabalho para a brasileira. "É muito importante para o filme que ela fique aqui", afirma o diretor.

Sisely adianta, ainda, que não haverá mais extensão no prazo final do leilão, porque ele quer garantir a legitimidade do processo. O maior lance chegou a US$ 255 mil (R$ 510 mil), oferecidos por um americano chamado Jack Miller. A primeira relação sexual da brasileira vai acontecer em solo australiano, por volta do dia 4 de novembro. O russo Alexander Stepanov, que também estava leiloando a virgindade, teria desistido do projeto.


Mulheres são maioria em grupo que tenta mudar o estilo do parceiro
Foto: Getty Images


Um novo estudo descobriu que 55% das pessoas tentam mudar o estilo do parceiro desde que começam a namorar, sendo a maioria mulher. Aquelas que admitiram a tentativa reveleram que levam cerca de 8,2 semanas para começar as mudanças. Já entre os homens, a média sobe para 5,5 meses.

"O estilo de alguém pode ser grande parte de quem a pessoa é. Mas queríamos ver como isso é percebido em um relacionamento e até que ponto nossas 'carametades' tentam mudar esse aspecto. E descobrir que tantas pessoas querem moldar o estilo do parceiro foi interessante e parece que as mulheres são muito mais culpadas do que os homens", disse Mark Pearson, que conduziu a pesquisa.

O estudo ainda descobriu quais são os três aspectos que as mulheres mais tentam mudar em seus parceiros. "Vestir mais roupas da moda", "vestir roupas mais caras" e "vestir roupas mais elegantes" foram os três primeiros colocados. Já entre os homens, as opiniões são contrastantes: "vestir roupas menos reveladoras", "vestir mais roupas de grife" e "vestir roupas mais reveladoras".

Quando questionados sobre como os parceiros se sentem em relação à essa tentativa de mudar o estilo, 41% dos participantes disseram que eles "não concordam com as sugestões". Já 33% afirmaram que seus parceiros ficam "felizes em receber dicas".

O ator e apresentador Gary Collins (2002)

Morreu neste sábado (13) aos 74 anos o ator e apresentador americano Gary Collins. A informação foi divulgada pelo site TMZ.

Segundo a publicação, Gary morreu de causas naturais. Ele estava em um hospital no estado do Mississipi.

Gary participou de vários seriados como "As Panteras", "O Barco do Amor", "Police Story", "Hawaii Five-0" e "O Homem de Seis Milhões de Dólares".

Entre 1980 e 1988, Gary apresentou o programa "Hour Magazine" e entre 1985 e 1989 o concurso Miss América.

Ele se casou com a ex-Miss América Mary Ann Mobley em 1967 e o casal teve um filho juntos. Eles se separaram em 2012.



Uma campanha no Facebook está tentando juntar dinheiro para ver o diretor norte-americano Woody Allen realizar um filme em Lisboa.
A página "Woody Allen, queremos ver-te a filmar em Lisboa", que já tem quase cinco mil seguidores, está procurando ideias para fazer o sonho se tornar realidade.

"Queremos encontrar uma forma de financiar este projeto", diz o texto de apresentação. "Crowdfunding ou patrocínio de uma marca, já que os cortes financeiros na área da cultura não permitem a viabilização do mesmo."

No mural, os seguidores sugerem os atores e os cenários que poderiam ser usados na empreitada.


Todd Williamson-15.jun.2012/Associated Press

Woody Allen na pré-estreia de "Para Roma, Com Amor" em Los Angeles


Bruno Reis, que criou a página, contou a jornais portugueses que teve a ideia depois de ver os filmes "Vicky Cristina Barcelona" e "Meia-Noite em Paris".

Ele já chegou a fazer contato com a agente de Woody Allen para se inteirar dos meandros de um possível financiamento.

Allen já declarou interesse em filmar na cidade em entrevista a uma TV portuguesa.

Ele respondeu que, caso o financiamento fosse garantido, ele teria de pensar numa boa ideia para filmar na capital portuguesa.

DA ASSOCIATED PRESS, EM DALLAS

Uma mãe que bateu em sua filha de dois anos e colou as mãos da menina na parede foi punida com 99 anos de prisão nesta sexta-feira, em Dallas, nos Estados Unidos. O juiz descreveu que a punição era necessária para "um ataque brutal e chocante."

A ré, Elizabeth Escalona, 23, não chegou a esboçar reação quando Larry Mitchell, juiz do caso, pronunciou a sentença, depois de cinco dias de audiências.


LM Otero/Associated Press

Elizabeth Escalona durante o julgamento que ocorreu em Dallas, nos EUA. Ela foi condenada a 99 anos de prisão

A promotora Eren Price, que antes tinha oferecido a Escalona um acordo de 45 anos, disse que achava que a mãe merecia prisão perpétua.

Mitchell declarou que, no fim, o caso se resumia a uma coisa. "Em setembro de 2011, você espancou de maneira selvagem sua filha até deixá-la à beira da morte. Por causa disso, você precisa ser punida."

A filha de Escalona ficou em coma por dois dias. Seus outros filhos, irmãos da menina, disseram às autoridades que a mãe tinha atacado a criança por problemas no seu treinamento para começar a usar o vaso sanitário.

De acordo com a polícia, Escalona deu um chute na barriga da criança, bateu nela com uma jarra de leite, e então colou as mãos dela na parede do apartamento, com cola do tipo mais forte.

A criança teve hemorragia cerebral, fraturou uma costela, ficou com múltiplas escoriações e marcas de mordidas, segundo o médico. Além disso, um pouco da pele de suas mãos teve de ser removida.

Desde então, a menina se recuperou e agora está sob custódia da avó, Ofelia Escalona, que também cuida dos outros quatro irmãos dela.

JULGAMENTO

Nas audiências, a promotora descreveu Escalona como "mentirosa", "monstro" e "péssima mãe", além de forçá-la, na quinta-feira, a olhar para fotos ampliadas dos ferimentos deixados na criança.

A advogada de defesa, Angie Duka, pediu por uma sentença menor que dez anos. Ela alegou que sua cliente era uma "filha de um lar despedaçado" e que ela teve uma infância traumática. Duka acrescentou que a Justiça deveria dar uma chance a Escalona de ser uma mãe melhor.

No entanto, o juiz considerou que os acontecimentos da infância de Escalona, embora trágicos, não estavam "no contexto desse julgamento."

Alysson Oliveira
Do Cineweb, em São Paulo*


Cena de "Moonrise Kingdom", novo filme de Wes Anderson

No cenário do cinema norte-americano contemporâneo, Wes Anderson é um dos diretores mais originais. Enquanto a maioria faz filmes realistas, e aí se incluem outros grandes cineastas, ele é um dos poucos capazes de criar um mundo próprio.

Autor de filmes como "Os Excêntricos Tenenbaums" e "Viagem a Darjeeling", Anderson não segue a cartilha hollywoodiana que prega a mímese extrema em que cada cena se esforça para que o público esqueça de que o que vê é um filme. Faz parte do ideal desse tipo de cinema copiar ao máximo o nosso mundo, levar para a tela uma fatia da vida real.

Anderson, por sua vez, cria microcosmos parecidos com a realidade, mas regidos por leis próprias, nos quais vida e morte, amor e perda têm a mesma dimensão, ainda que operando numa outra dinâmica.

Seu mais novo trabalho, "Moonrise Kingdom", abre com uma música clássica sobre a qual uma voz infantil explica cada movimento, a função e a significação dos instrumentos musicais e seus sons -- tirada do "Young Person's Guide to the Orchestra" (Op. 34, Themes A-F), tocando "Moor's Revange", de Dominic Purcell.

Os filmes do diretor parecem ser assim, precisam de uma advertência: suspenda aquilo que você conhece, preste atenção, porque aqui as coisas acontecem de outra forma, e veja, vamos te explicar como é.

A paleta de cores é sempre composta por tons pastel. A imagem parece esmaecida, coberta por uma poeira do tempo que a torna pálida, envelhecida como uma polaróide maltratada pelo tempo -- graças à fotografia de Robert D. Yeoman. A trilha sonora, assinada pelo francês Alexandre Desplat, contribui para o clima onírico. O ano da história é 1965 e a localização é uma ilhazinha remota, na costa dos EUA.

No universo de Anderson, as crianças são superdotadas. Mesmo que, quando cresçam, continuem com sua mentalidade de meninos-prodígios - basta lembrar o trio de filhos dos "Tenenbaums".

Responda rápido: qual desses shows custa mais para um empresário? a) o de uma banda dos EUA, que já vendeu cerca de 40 milhões de CDs e é famosa no mundo inteiro; b) ou o de um brasileiro pop-brega que vendeu apenas 300 mil CDs e é, internacionalmente, um zero à esquerda?

Se você escolheu a alternativa "a", resposta errada. Os shows que a banda Creed fará no Brasil, em novembro, vão custar bem menos do que os shows do brega Luan Santana. Pode crer, leitor: enquanto o Creed, histórica banda pós-grunge, vai cobrar por volta de US$ 120 mil (R$ 240 mil) por cada show que fará em Belo Horizonte, São Paulo, Rio e Porto Alegre, um show de Luan Santana está custando US$ 150 mil (R$ 300 mil). Ou até um pouco mais.


Alexandre Rezende/Folhapress

O sertanejo Luan Santana, cujo show está custando cerca de US$ 150 mil, mais do que os da banda Creed


Indecência é pouco...

Não bastasse essa, digamos, excentricidade do show business, o ingresso mais barato para o Creed (plateia 3) custa, segundo o site da Tickets for Fun, R$ 90. Mas, um momento: falta avisar que o desapegado e pouco ganancioso site cobra mais R$ 80 como "taxa". Ou seja, a empresa que vende ingresso --a atravessadora-- está quase inflacionando o show em 100%. Mais ridículo e inaceitável é que há taxas diferenciadas para ingressos mais caros. O infeliz que quiser comprar a pista premium para ver o Creed vai pagar R$ 350 pelo ingresso e mais uma "taxa" de R$ 129, somando tudo R$ 479.

Cadê o Procon, a Proteste, o Ministério Público, a Polícia, o Bastão?

Como é que os órgãos de defesa do consumidor permitem que essas empresas parasitas, que muitas vezes monopolizam a venda de ingressos, vampirizem a sociedade dessa forma --com a cobrança de taxas não só absurdas, como também diferenciadas de acordo com o valor do ingresso? Por acaso o papel no qual o ingresso premium foi impresso é maior ou mais pesado, ou mais difícil de transportar que o da plateia? Chamar isso de pouca vergonha é até uma forma de elogio...

Custo Brasil?

Não. Custo das larvas que dominaram o país, em todos os setores.

AM definhando

Entre os trimestres fevereiro/março/abril e julho/agosto/setembro, as 10 rádios AM mais ouvidas em São Paulo perderam em média 60 mil ouvintes por minuto, segundo dados do ibope obtidos com exclusividade por esta coluna...

Ranking

A Rádio Globo continua líder, mas caiu de seus 134,5 mil ouvintes por minuto para atuais 115,4. A vice-líder, Capital, também caiu de 96,2 mil ouvintes/minuto para 86,2 mil. De destaque vale observar que a rádio Record passou do 8º para o 6º lugar, ultrapassando assim a CBN (7º). E a CBN já está sendo acossada também pela cada vez mais próxima rádio Gospel (8º).

Divulgação

Gabriel Byrne em cena da versão americana de "In Treatment"

Terapia pra bovino dormir

Já falamos nisso na semana passada, mas vale corrigir: "Sessão de Terapia", no GNT, não pode ser chamado de versão da série "In Treatment" (HBO). Está mais para paródia. A direção não precisava fazer o médico nacional (ator Zé Carlos Machado) virar uma imitação caricata, até nos maneirismos e trejeitos, do ator original, o premiado Gabriel Byrne. Um pouco de personalidade nunca fez mal a nenhuma produção, não é? Mesmo as adaptadas...

Ufa!

Depois de passar algumas semanas beirando os 11 ou 12 pontos de média no ibope, a novelinha "Malhação" deu uma pequena recuperada de fôlego na semana passada, chegando a marcar 15 pontos na última sexta. Não está nem perto dos recordistas 31 pontos registrados em 2004. Para falar a verdade não está perto nem dos quase 19 pontos registrados em 2010. Mas já é alguma coisa melhor. Cada ponto de ibope vale, atualmente, por 60 mil domicílios sintonizados.

Por outro lado...

Aos poucos esvaem-se as esperanças na Record de que a nova novela "Balacobaco" vá salvar a lavoura do horário nobre da emissora. A novela de Gisele Joras estreou com 8 pontos na última quinta-feira, mas já bateu na casa dos 5 pontos, na última segunda. E, como já é tradição na "tranquila" e "estável" direção da Record, já se fala em mudar o horário da novela em breve. Pfu... como se isso fosse ajudar...

*

SOOOOOOOBE!

"Chegadas e Partidas"

Uma ótima notícia também chega do GNT. "Chegadas e Partidas", um dos mais simples e tocantes programas da TV paga, terá mais uma temporada. Com Astrid Fontenelle, que, na opinião desta coluna, é uma das melhores apresentadoras do Brasil "ever".

DEEEEEESCE!

Danielle Winitz

Ela é um dos pontos fracos da comédia nacional "Até que a Sorte nos Separe", em cartaz nos cinemas, e que ao menos conta com o divertido Leandro Hassum. A atuação de sua parceira na trama, no entanto, não chega a ser comédia --é mais uma caricatura. A verdade é que dona Winitz (agora se escreve com "z") faz o papel de sempre: o de si mesma. Uma chatonilda.

Do UOL, em São Paulo



Murilo Benício faz propaganda para empresa de telefonia como o personagem Tufão, de "Avenida Brasil"

Uma propaganda de uma operadora de telefonia com o ator Murilo Benício falando como o personagem Tufão, de “Avenida Brasil”, foi publicada no Youtube nesta quarta (10) e retirada do ar após 18 horas de exibição a pedido da Rede Globo. O UOL tentou entrar em contato com a assessoria da emissora, mas não obteve sucesso.

De acordo com o jornal “Meio e Mensagem”, a propaganda foi criada pela agência de comunicação VML, do apresentador e publicitário Roberto Justus, que disse estar “triste com a própria empresa”. “Talvez nosso pessoal tenha imaginado que na internet podia. Mas está claro que não pode. Sabemos de nossas responsabilidades e não violar contratos com nossos parceiros”, disse.

A campanha mostra Murilo Benício falando como o personagem e dizendo frases como “todo o Brasil já sabia” e “essas fotos eu já vi”, fazendo referência as fotos de Carminha, papel de Adriana Esteves, com seu amante Max. O regulamento da Rede Globo não permite propaganda com personagens das suas criações.

Para o jornal, Justus disse que a agência de comunicação confundiu a proposta. “A ideia foi crescendo dentro da VML, acabou não passando pelas instâncias de controle do nosso grupo e foi levada ao cliente que questionou se podia usar aquela abordagem. A VML respondeu que sim, pois tinha checado com a empresária e o artista."

O vídeo está fora do canal oficial da empresa de telefonia, que deixou no lugar um outro vídeo dizendo "quem viu, viu, quem não viu tá desconectado". Ao "M&M", a Globo disse que "tomará as ações necessárias."

Na manhã desta quinta-feira (11), a Rede Globo deu seu posicionamento ao UOL sobre a propaganda:

"A ação não foi autorizada, e a Globo está tomando as medidas cabíveis"
Central Globo de Comunicação

Flavio Ricco*
Colunista do UOL




As emissoras de televisão, pelo menos as mais cuidadosas, já distribuíram um comunicado às suas produções, proibindo a execução da música “Despedida de Solteiro”, cantada pelo Latino.

Como se sabe, existe uma acusação de plágio em cima dela. Ele se defende dizendo que é uma simples versão. As TVs, precavidas, não querem correr o risco.

*Colaboração de José Carlos Nery

JOHANNA NUBLAT
DE BRASÍLIA

A idade mínima para realizar as cirurgias bariátricas na rede pública vai cair dos atuais 18 anos para 16.

A proposta é seguir os mesmos critérios de indicação da cirurgia usados com os adultos --quando o IMC (índice de massa corporal) está acima de 40, ou a partir dos 35, desde que a pessoa tenha doenças associadas à obesidade.

Entre adultos, a frequência da cirurgia no SUS cresceu 43% entre 2009 e 2011, segundo o Ministério da Saúde.


Editoria de arte/folhapress


E vai crescer mais, dizem especialistas, após o governo ter retirado do mercado, em dezembro, uma fatia grande dos inibidores de apetites.

O ministério usa dados de um estudo feito há três anos pela pasta e pelo IBGE para justificar sua preocupação. Entre 2008 e 2009, 21,7% dos jovens entre dez e 19 anos estavam acima do peso.

"Estudos mostram que fazer a intervenção cirúrgica em adolescentes que tenham indicação e já tenham buscado outros mecanismos --sobretudo atividade física e mudanças de hábito alimentar-- pode ajudar a reduzir complicações como hipertensão e diabetes", diz o ministro Alexandre Padilha (Saúde).

Segundo ele, no caso dos adolescentes, a indicação da cirurgia deve estar reforçada pela avaliação da equipe multiprofissional --não ficando, assim, só baseada no IMC.

Haverá ainda outras mudanças nessas cirurgias. Segundo o ministro, o SUS passa a custear uma técnica mais recente --a gastroplastia vertical em manga-- em substituição a outra praticada.

A cirurgia reparadora feita depois, para retirar o excesso de pele, passará a incluir a parte posterior do corpo (e não mais só a frontal), diz ele.

O governo também vai tornar obrigatória, no pré-operatório, a realização de cinco exames, como o ultrassom de abdômen total --já praticados na rede privada e em hospitais públicos de referência.

O ministério vai discutir um reajuste de 20% no valor pago pela cirurgia e pelos exames pré-operatórios e a fixação de uma remuneração para estimular a formação de equipes multiprofissionais.

Com isso, espera-se reduzir as filas de espera. As mudanças devem passar a valer no início de 2013.

De acordo com Bruno Geloneze, coordenador do Laboratório de Investigação em Metabolismo e Diabetes da Unicamp, a cirurgia a partir dos 16 anos é possível com "restrições ao quadrado".

O médico alerta para a necessidade do acompanhamento do jovem por uma equipe com endocrinologista. Essas equipes, afirma, que nem sempre existem no SUS, podem selecionar os casos a serem levados à cirurgia.

O presidente da Sociedade de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, Ricardo Cohen, acha positiva a redução da faixa etária, mas aponta as longas filas já existentes no SUS como um limitador. "Eles não conseguem, hoje, atender a demanda do adulto."



Doodle lembra eleições no País
Foto: Reprodução

O Google celebra as eleições municipais que acontecem neste domingo em todo o Brasil com um novo Doodle (logo) na página inicial do buscador, quer linca diretamente para o assunto.

Na imagem, as letras que compõem o nome da empresa se transformaram em eleitores, que ainda votam em urnas com cédulas de papel. Também aparecem bandeirinhas do País.

O Brasil escolhe hoje seus representantes nas prefeituras e nas câmaras de vereadores. A eleição acontece das 8h às 17h.

Os doodles do Google

O Google costuma comemorar datas importantes para a humanidade, como aniversários de invenções e personalidades ligadas à cultura e à política, por exemplo, com customizações do logo na página inicial do site de buscas. O primeiro doodle surgiu em 1998, quando os fundadores do Google criaram um logotipo especial para informar aos usuários do site que eles estavam participando do Burning Man, um festival de contracultura realizado anualmente nos Estados Unidos.

O sucesso foi tão grande que hoje a companhia tem uma equipe de designers voltada especialmente para a criação dos logotipos especiais. Já foram criados mais de 300 doodles nos Estados Unidos e mais de 700 para o resto do mundo.

Novas regras para a indústria automobilística querem estimular as montadoras a fabricar veículos melhores e mais baratos. Será que isso realmente vai acontecer?
Amauri Segalla



LINHA DE MONTAGEM

Para a Anfavea, mudanças devem fazer com que os investimentos
da indústria aumentem de R$ 44 bilhões para R$ 60 bilhões

Por mais que a indústria automotiva brasileira tenha se tornado, nos últimos anos, uma das mais robustas do mundo (o País já é o quarto mercado global), é inegável que, para os consumidores, o setor ainda está muito distante do ideal. Dois entraves históricos continuam a incomodar os motoristas: a defasagem tecnológica e os preços elevados. Na quinta-feira 4, o governo anunciou uma série de medidas que, teoricamente, tenta combater esses problemas. Pelas regras do novo regime automotivo nacional, que passa a valer a partir do ano que vem, para obter desconto de até 30 pontos percentuais no IPI (Impostos sobre Produtos Industrializados) as montadoras precisam tornar seus veículos mais eficientes. Só vai obter as vantagens tributárias quem cumprir limites de gasto de combustível por quilômetro e as empresas que destinarem um percentual fixo do faturamento para atividades como pesquisa e capacitação de funcionários. Segundo cálculos da Anfavea, a associação das empresas do setor, até 2015 as mudanças devem fazer com que os investimentos da indústria aumentem dos R$ 44 bilhões previstos para R$ 60 bilhões. “O novo regime ajudará a indústria automobilística a se modernizar”, diz o ministro da Fazenda, Guido Mantega.



NA DIREÇÃO

Presidente da chinesa Chery no Brasil, Luis Curi diz que medidas
estimulam a empresa a aumentar seu investimento no País

O carro que o governo quer incentivar não existe no mercado brasileiro. No quesito consumo de combustível, as metas impostas pelo novo plano estão muito distantes da realidade. Para obter o desconto no IPI, os automóveis precisam rodar 17,26 quilômetros por litro com gasolina ou 11,96 quilômetros por litro com etanol. Em 2012, o modelo mais eficiente na relação performance/consumo é o Fiat Mille Economy, que faz 12,7 quilômetros com um litro de gasolina. Os benefícios fiscais também vão premiar montadores que investirem em segurança. Um dos itens que a medida prevê tornar obrigatório para quem deseja um alívio no IPI é o sistema de controle de estabilidade ESC, que evita capotamentos. Hoje em dia, o ESC é raro em carros que custam menos de R$ 60 mil. O plano ainda prevê facilidades tributárias às montadoras que aumentarem os índices de nacionalização ou que executarem no Brasil pelo menos seis das 12 etapas de produção de um automóvel. Esses últimos dois pontos causam polêmica. No mesmo dia do anúncio do pacote, porta-vozes da União Europeia declararam que as medidas “perpetuam barreiras” e que pretendem protestar na Organização Mundial do Comércio (OMC). Outra chiadeira partiu dos importadores. “O tratamento continua a ser diferenciado para o carro nacional e o importado”, diz Ricardo Strunz, diretor-financeiro da Abeiva, a Associação das Empresas Importadoras.



As montadoras comemoraram as medidas. “O novo regime é positivo, porque cria um desafio para as empresas”, diz Rogelio Golfarb, vice-presidente da Ford Brasil. Segundo ele, o pacote estimula a competitividade. Para alcançar as metas de eficiência impostas pelo governo, as companhias terão que investir e inovar – os que não fizerem isso serão condenados pelo mercado. Quem está chegando também considera positiva a iniciativa do governo. A chinesa Chery constrói, ao custo de US$ 400 milhões, uma fábrica em Jacareí, no interior de São Paulo, com previsão de inauguração para o final de 2013. Presidente da Chrey no Brasil, Luis Curi diz que as mudanças anunciadas na semana passada vão estimular a empresa a aumentar seu investimento no País. “Temos condições de nos preparar para atender a todas as novas regras”, diz Curi, que planeja também a criação de um centro de pesquisa e desenvolvimento no País. Resta saber se os consumidores serão realmente beneficiados com carros melhores e mais baratos.


Os carros que fizerem pelo menos 17,26 quilômetros por litro com gasolina ou 11,96 quilômetros por litro com etanol vão pagar menos impostos. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (4) pelo ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, ao falar sobre o novo regime automotivo. Segundo ele, quem tiver um carro nessas condições, vai economizar R$ 1.150 por ano.

O IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) subiu 30 pontos percentuais neste ano. Mas o governo decidiu descontar esses 30 pontos para as indústrias que usarem uma certa quantidade de peças nacionais ou do Mercosul. Agora, foi anunciado um desconto extra de até dois pontos percentuais para quem fizer carros mais econômicos, que gastem menos combustível.

"O desconto de impostos pode passar de 30 pontos percentuais do IPI", disse Pimentel. "Vamos oferecer incentivos para empresas que alcancerem metas de eficiência energética. Alcançada essa meta, a redução de IPI pode chegar a dois pontos percentuais além dos 30." Essa meta deve ser atingida até 2016.

Segundo as novas regras, as montadoras instaladas no Brasil que reduzirem o consumo dos veículos em 11% serão beneficiadas com a redução de 30 pontos percentuais.  Caso a redução chegue a 22%, o IPI será reduzido em mais 2 pontos percentuais.


Isso significa que os carros rodariam com 17,26 quilômetros por litro com gasolina ou 11,96 quilômetros por litro com etanol. Hoje a média de consumo é de 14 quilômetros por litro com gasolina e 9,7 quilômetros por litro com etanol.
O novo regime automotivo ficará em vigor de 2013 a 2017.

O governo fez uma série de reuniões com as montadoras desde abril, quando anunciou uma nova política automotiva para os próximos cinco anos, para regulamentar as metas que devem ser atingidas pelas fabricantes.

Na prática, isso levará a outro objetivo que o governo quer que as montadoras cumpram: a redução da emissão de gases poluentes dos atuais 171 gramas de gás carbônico (CO2) por quilômetro, em média, para cerca de 130 gramas por quilômetro em 2017.

Regra exige mínimo de peças nacionais

O novo regime automotivo também exige que as empresas usem uma quantidade mínima de peças produzidas no Brasil e em países que integram o Mercosul para receber o benefício tributário do IPI.

Nas regras anteriores, a exigência de conteúdo regional é de 65% nos modelos fabricados no Brasil.

Contudo, essa regra leva em conta os gastos administrativos que as montadoras têm na produção e até mesmo gastos com publicidade.

Na nova política automotiva, o cálculo leva em conta apenas os custos ligados diretamente à fabricação do veículo.

Incentivo a pesquisa e inovação

As montadoras também receberão incentivos adicionais se comprovarem que estão investindo mais em pesquisa, inovação da linha de produção e tecnologia.

O governo estipulará ainda cotas de importação para montadoras que tenham planos de investimento de fábricas no Brasil para que elas tenham benefícios tributários até que suas linhas de produção sejam construídas.

Entre as montadoras que aguardam a definição das cotas para decidir sobre a implantação de fábricas no Brasil está a alemã BMW.

Montadoras já cumprem metas semelhantes em outros países

Segunda fontes, que falaram em anonimato, quase todas as metas estipuladas no decreto podem ser atingidas pelas montadoras, porque as empresas --todas elas com operações globais-- já estão sujeitas a metas semelhantes em outras partes do mundo.

"O que a gente está fazendo é colocar o setor automotivo brasileiro em linha com o restante do mundo. Isso dará novo fôlego para as exportações de veículos a partir do Brasil", argumentou uma fonte do governo.

Deve haver troca de motores, segundo consultoria

Segundo o gerente da consultoria Jato Dynamics no Brasil, Milad Kalume Neto, os motores em uso no país atualmente "são extremamente ultrapassados" e, por isso, a nova regra exigirá investimentos na reformulação dos propulsores.

"Num mesmo motor, conseguir 22% de performance energética é bastante coisa. Acho pouco provável que isso possa ser feito sem que tenha uma alteração expressiva do motor", disse Kalume.

"Acredito que vai haver um movimento de troca de motores, por motores com novos materiais e novas tecnologias. Um processo análogo ao que passou a Europa com o 'engine downsizing', em que os motores reduziram sua capacidade volumétrica e passaram a ter maiores ganhos energéticos."

"Vai ser necessário investir em motores", acrescentou, lembrando que montadoras como Toyota, Nissan e General Motors estão investindo em novas fábricas de motores.

(Com informações da Reuters)

Caso é tão estranho que polícia não descarta nenhuma possibilidade
Caso é tão estranho que polícia não descarta nenhuma possibilidade

As autoridades americanas estão investigando a morte de um fazendeiro que foi devorado pelos próprios porcos que criava em seu rancho.

Terry Vance Garner, de 70 anos, foi visto pela última vez na quarta-feira (26), quando saiu de casa para alimentar os porcos, em sua propriedade rural no litoral do Estado do Oregon.

Após o desaparecimento, partes de seu corpo e de sua arcada dentária foram encontradas por um parente.

Um promotor do condado de Coos, onde ocorreu o incidente, disse que um dos porcos já havia sido agressivo contra o fazendeiro. Cada porco pesa cerca de 300 kg.

Segundo a rede de TV local KCBY News, os restos do corpo do fazendeiro estão sendo analisados por um legista da Universidade de Oregon para determinar como ele morreu.

A polícia disse à rede de TV que o caso é tão estranho e inusitado, que a polícia abriu uma investigação criminal - não descartando nenhuma hipótese.

"Até onde sabemos, foi um acidente horrível, mas isso é tão estranho que precisamos considerar todas as possibilidades", disse o promotor Paul Frasier ao jornal The Register Guard.

Os investigadores acreditam que existe grande chance de ele ter sofrido um problema de saúde - por exemplo, um infarto - enquanto estava trabalhando em meio aos porcos.

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget