02/28/15

Estudos apontam que a África do Sul é o país com maiores índices de HIV no mundo.

Uma pesquisa revelou que, em 2012, cerca de 6,1 milhões de sul africanos foram confirmados como portadores da doença.

Mediante tal situação que se agrava a cada dia mais no país, a África do Sul foi escolhida para participar de um teste clínico de uma nova vacina contra o HIV.

Batizada de HVTN 100, a vacina é uma adaptação da RV144, que apresentou grande eficácia quando testada na Tailândia, em 2003.

Vacina contra vírus HIV é uma adaptação da RV144, que apresentou grande eficácia quando testada na Tailândia, em 2003.

A HVTN 100 sofreu algumas modificações por pesquisadores norte-americanos, a fim de que possa agir contra um subtipo do vírus que atinge preferencialmente a África do Sul.


“A HVTN 100 foi melhorada a partir das descobertas originadas da RV 144. Com isso, criamos uma vacina com maior nível de proteção e duração. Os testes irão confirmar ou não essas nossas hipóteses quanto a eficácia da nova vacina”, disse a Dra. Linda-Gail Bekker, diretora do Desmond Tutu HIV Centre na Universidade de Cape Town.


Para a testagem a pesquisa contará com 252 adultos heterossexuais, com idades entre 18 e 40 anos, sem a infecção com o vírus. Durante todo o ano, oito doses da vacina serão aplicadas neles, e além disso, será utilizado um placebo em uma parte dos participantes.

Os pesquisadores responsáveis pela testagem estipulam que o resultado da vacina poderá ser obtido em dois anos.

Fonte: Hypeness

Karen Carneti, de INFO Online

        Em 2003 e 2004, imagens em alta resolução do Ceres – maior asteroide do Sistema Solar –, intrigaram os cientistas por revelar um ponto branco e brilhante no astro. Agora, a sonda espacial Dawn descobriu que na realidade o asteroide possui dois pontos brilhantes.

Os pontos brancos são de tamanhos diferentes e mais brilhantes do que as imagens anteriores, feitas pelo telescópio Hubble, mostraram há mais de uma década. Mas os astrônomos ainda não sabem o que eles significam.

“Parece que o ponto brilhante de Ceres agora tem um companheiro de menor brilho, mas, aparentemente, na mesma superfície", anunciou Chris Russell, professor da Universidade da Califórnia. "Isso pode estar apontando para uma origem vulcânica dos pontos, mas teremos que esperar por uma resolução melhor antes fazermos essas interpretações geológicas”, afirmou ele.

Quando a sonda Dawn tirou as fotos, estava há 46 mil quilômetros do planeta anão. "O ponto mais brilhante continua sendo muito pequeno para termos uma resolução com a nossa câmera. Mas, apesar de seu tamanho, é mais brilhante do que qualquer outra coisa em Ceres. É verdadeiramente inesperado e ainda um mistério para nós," disse à NASA o Dr. Andreas Nathues, do Instituto Max Planck para a Investigação do Sistema Solar.



Viagens perigosas


O International Women’s Travel Center (IWTC) é uma entidade que se dedica a auxiliar mulheres viajantes a realizarem jornadas seguras pelo mundo e, periodicamente, produz uma lista de lugares que são considerados os mais perigosos para as turistas que desejam viajar sozinhas ou acompanhadas.

A partir de uma seleção de países que foram considerados como “prováveis destinos”, e que, portanto, não inclui lugares como Síria e Iraque, a entidade pesquisou informações sobre segurança e violência em entidades internacionais. Montou então um perfil sobre cada um deles, expondo os maiores riscos oferecidos às mulheres.

Vale ressaltar que a entidade não recomenda que viagens não sejam feitas aos locais listados, apenas lembra que os perigos existem e que, portanto, cautelas são necessárias. Ademais, embora a seleção seja baseada em critérios subjetivos e tenha sido elaborada com vista ao público feminino, não deixa de ser mais uma boa ferramenta a ser utilizada por todos na hora de organizar as férias.

Confira nas imagens.


1º Índia


De acordo com o IWTC, a Índia é um lugar maravilhoso, mas a entidade lembra que diferentes governos do planeta, como dos Estados Unidos e do Reino Unido, consideram que nenhuma região do país é segura o suficiente para os turistas estrangeiros, especialmente as mulheres.

“Estupro é um problema epidêmico tanto para turistas quanto para as mulheres locais”, lembra a entidade, “para completar, o sistema judiciário é um abismo e é difícil reportar um ataque, mais difícil ainda é obter a assistência necessária”.

Em janeiro, por exemplo, cinco homens (dois deles trabalhavam como guias turísticos) foram presos em Calcutá suspeitos de extorquir e estuprar uma turista japonesa de apenas 22 anos. Ela foi mantida em um cativeiro até conseguir fugir cerca de um mês depois.


2º Egito

Outro país que pode representar muitos perigos para as mulheres turistas é o Egito. “Depois da Primavera Árabe, houve um dramático crescimento nos números de assédio sexual contra turistas e locais”, considerou o IWTC.

No ano passado, informou o jornal britânico The Telegraph, dois luxuosos resorts tiveram suas licenças de operações temporariamente suspensas após denúncias de que hóspedes foram estupradas nas dependências dos estabelecimentos.


3º México

“É verdade que milhões de turistas vão ao México sem qualquer contratempo e muitas áreas são seguras”, lembra a entidade, “porém, não há como negar que o tráfico de drogas e a violência de gangues foram os motivos para que o governo dos EUA emitisse um aviso de alerta para viagens ao país”.

Em 2013, um caso de violência contra turistas foi registrado em um dos locais turísticos populares do México: Acapulco. De acordo com a CNN, um grupo de homens armados invadiu o bar em uma praia, amarrou os homens que lá estavam e estuprou seis espanholas.


4º Brasil


O Brasil não escapou da seleção uma vez que, por aqui, “os turistas são vistos como alvos específicos, especialmente durante a noite”. A entidade cita ainda dois crimes comuns no país: os sequestros relâmpagos para saques em caixas automáticos e também os roubos realizados por homens em motocicletas, que conseguem escapar rapidamente.

A violência sexual também é citada como um motivo de alerta para o país. Um exemplo deste problema foi o caso da turista americana, de apenas 21 anos, que foi estuprada dentro de uma van no Rio de Janeiro ao tentar ir de Copacabana para a Lapa, dois dos lugares mais turísticos da cidade.


5º Honduras

A entidade lembra que Honduras é considerado um dos países mais perigosos do planeta, com altas taxas de homicídio. “Um dos problemas é o tráfico de cocaína, mas há também intensa violência entre gangues, além de roubos à mão armada”.

A cidade mais violenta do mundo está em Honduras. San Pedro Sula registrou 1,317 mortes no ano passado e conta com uma taxa de homicídios de 171,2 para cada 100.000 habitantes. Para efeitos de comparação, em João Pessoa, a pior no Brasil, esta taxa é de 79.41.


6º Quênia

De acordo com a entidade, o Quênia é outro país que oferece muitos perigos aos turistas, mas especialmente às mulheres. Isso por que são altíssimos os riscos de violência sexual entre mulheres e meninas, sejam elas de áreas urbanas ou de zonas rurais, “e o judiciário do país não é uma boa ajuda”, lembra o IWTC.

Outro ponto são as ameaças terroristas. No Quênia, o grupo em atividade é o Al-Shabaab e um de seus ataques mais comuns são operações suicidas em áreas frequentadas por turistas. Em 2013, por exemplo, radicais invadiram um shopping na capital do país, Nairóbi, num atentado que matou 72 pessoas.


7º Colômbia

Sobre a situação para as mulheres na Colômbia, a entidade diz que “é tão ruim que até mesmo as ativistas que defendem os direitos das mulheres se tornaram alvos de ataques e estupros”. Ainda pior, revela o IWTC, é o fato de que o atendimento que deve ser realizado pós-ataque, como na polícia ou mesmo em hospitais, não é adequado.


8º Papua Nova Guiné

De acordo com o IWTC, o país é “tremendamente perigoso para mulheres e turistas” e cita ainda uma impressionante estatística, compilada pela organização Médicos Sem Fronteiras: 70% das mulheres do país serão vítimas de estupro ou agressões ao menos uma vez na vida. Em 2013, uma turista britânica foi estuprada quando passeava por uma trilha com seu marido e um guia turístico, que foram imobilizados por um grupo de homens.


9º Arábia Saudita

A Arábia Saudita, descreve a entidade, não é muito amigável para as mulheres, turistas ou locais, que sequer podem dirigir. O IWTC lembra ainda que é muito difícil é conseguir um visto para entrar no país. E mesmo com ele em mãos, é necessário que as mulheres estejam sempre acompanhadas de um parente do sexo masculino e vestindo a abaya, túnica preta, e o hijab, véu usado na cabeça.


10º Venezuela

A Venezuela é considerada “não amigável e perigosa” pela entidade e um dos problemas mais sérios, para turistas e mulheres locais, é o tráfico humano. “Sequestros são comuns, então é uma boa ideia avisar a sua embaixada e seus familiares sobre os locais que irá visitar”, recomenda o IWTC.


Gabriela Ruic, de EXAME.com

AFP/ Mladen Antonov

Atriz Lupita Nyong'o na festa do Oscar, em Los Angeles: o vestido foi confeccionado com 6.000 pérolas

Da EFE

Los Angeles - Os ladrões que roubaram o vestido usado por Lupita Nyong'o na 87ª entrega do Oscar decidiram devolvê-lo nesta sexta-feira depois que fracassaram em sua tentativa de lucrar com a revenda da peça, informou o site 'TMZ'.

Uma pessoa que disse ser um dos responsáveis pelo furto telefonou hoje para o 'TMZ' para contar que tinham deixado o vestido dentro de um saco de lixo no banheiro do hotel London de West Hollywood, em Los Angeles, o mesmo estabelecimento onde foi roubado há dois dias.

O sujeito disse que ele e seus camaradas se apropriaram do vestido depois que perceberam que a porta do quarto estava entreaberta.

Segundo as autoridades, o roubo aconteceu entre 8h e 21h, um intervalo de tempo no qual a atriz não estava no quarto.

O vestido, avaliado em US$ 150 mil, foi confeccionado com mais de 6 mil pérolas e foi a escolha de Lupita para desfilar pelo tapete vermelho do Oscar no último domingo.

Trata-se de um desenho do estilista Francisco Costa para a Calvin Klein que levou vários meses para ser elaborado, admitiu recentemente o próprio Costa, que trabalhou muito de perto em sua confecção com a queniana nascida no México.

"Nos deparamos com uma série de texturas, com elementos intrincados e uma variedade de pérolas de diferentes tamanhos", disse Costa à revista Vogue. "Analisamos diferentes pérolas - dos mares do sul, iridescentes e naturais - e decidimos que as naturais eram as mais bonitas", explicou.

Os ladrões, no entanto, não encontraram valor algum no vestido, pois confessaram ao 'TMZ' que removeram duas pérolas da peça e as levaram até o distrito de moda no centro de Los Angeles, onde lhes disseram que não eram autênticas.

O porta-voz dos criminosos manifestou ao site seu descontentamento ao perceber que o valor atribuído publicamente ao vestido não correspondia com o preço de suas partes no mercado.

O 'TMZ' alertou a polícia sobre a localização do vestido e os agentes se deslocaram até o hotel, onde o recuperaram pouco depois.

Os detetives estão investigando as gravações das câmeras de vigilância do hotel em busca de pistas que levem à identificação dos autores do furto.

Vestido azul e preto no site da marca Roman Originals 


Camila Lam, de EXAME.com
               O vestido azul e preto (ou branco e dourado para alguns) que enlouqueceu a internet também aqueceu as vendas da marca inglesa Roman Originals, que é responsável pelo modelito.

Segundo o site TMZ, as vendas aumentaram 347% após o debate que agitou milhões de internautas do mundo inteiro.
 

Em entrevista para o site Mashable, Ian Johnson, gerente de criação da marca, afirma que o estoque acabou em menos de uma hora depois que começou o debate nas redes sociais.

A peça pode ser comprada no site da marca e custa 50 libras ou cerca de 220 reais. Ele também é vendido nas cores pink e preto, branco e preto, e vermelho e preto.

Ainda não existe a opção branca e dourada, mas a marca planeja adicionar depois do sucesso na internet.

Tudo começou quando as pessoas viram a foto no Tumblr (onde foi publicada pela usuária Swiked) e começaram a questionar a cor do vestido.

O site Buzzfeed viu a discussão no Tumblr e fez uma enquete perguntando de que cor era aquele vestido. A página teve, em menos de 12 horas, 23 milhões de visualizações, além de 412 mil comentários.

Buda Mendes/Getty Images

Da AGÊNCIA BRASIL

Rio de Janeiro - As comemorações oficiais pelos 450 anos do Rio de Janeiro, neste domingo (1º), começam às 7h, com alvorada festiva no local onde a cidade foi fundada, na atual Fortaleza de São João, no bairro da Urca. Durante a cerimônia cívico-militar, o prefeito Eduardo Paes receberá 20 veleiros, que partiram de Bertioga, no litoral de São Paulo, refazendo o mesmo percurso feito em 1565 pelo fundador da cidade, o capitão português Estácio de Sá.

Após a chegada dos veleiros, um ator caracterizado como Estácio de Sá estará ao lado de um militar, descendente do fundador e primeiro governador da cidade batizada como São Sebastião do Rio de Janeiro. O personagem entregará uma chave simbólica da cidade ao prefeito carioca.

Às 8h30, Eduardo Paes estará no bairro da Tijuca, na zona norte, onde participa de missa solene, no Santuário Arquidiocesano de São Sebastião - paróquia dos frades capuchinhos dedicada ao padroeiro da cidade. A missa será celebrada pelo cardeal-arcebispo do Rio, dom Orani João Tempesta, que abençoará três relíquias da cidade: a imagem de São Sebastião, os restos mortais de Estácio de Sá e a pedra fundamental da fundação.

Tradição em toda as comemorações, o bolo de aniversário servido na Rua da Carioca, no centro, terá este ano 450 metros, um para cada ano da cidade. Nos aniversários anteriores, o bolo media cerca de dez metros. A festa está marcada para as 10h, com as presenças do prefeito Eduardo Paes e do cardeal Tempesta, que levará ao local a imagem peregrina de São Sebastião. Também haverá apresentação de componentes da escola de samba Estácio de Sá, a mais antiga da cidade.

No mesmo horário, na orla da zona sul, a Marinha do Brasil fará demonstração naval, com a participação de sete navios, que partirão das proximidades do Forte São João, e seguirão até o Leblon. O desfile poderá ser apreciado por quem mais estiver na orla.

Às 11h30, Eduardo Paes deve inaugurar a terceira sede administrativa da prefeitura do Rio – a primeira na zona norte, no bairro de Oswaldo Cruz. A nova sede ocupa um casarão de 1920, totalmente restaurado e onde o prefeito terá um gabinete, a exemplo do que ocorre nas outras duas sedes: o Palácio da Cidade, em Botafogo; e o Centro Administrativo São Sebastião, na Cidade Nova.

Na parte da tarde, a Baía de Guanabara e a orla oceânica abrigarão a competição a vela Grand Regatta Rio 450, com largada prevista para às 13h, nas proximidades da Escola Naval, na Ilha de Villegaignon. Os barcos seguirão até a ilha Laje da Cagarra, em frente a Ipanema, de onde retornarão ao ponto inicial, percorrendo cerca de 20 milhas náuticas.

Às 16h, com a presença da presidenta Dilma Roussef e do governador Luiz Fernando Pezão, será inaugurado o Túnel Rio 450, no centro do Rio. Com 1.480 metros de extensão, o túnel vai ligar a Rua Primeiro de Março à Via Binário do Porto, inaugurada em 2013 - primeira grande obra viária do Porto Maravilha, o programa de revitalização da zona portuária.

De lá, a presidenta Dilma Roussef e o governador Pezão acompanharão o prefeito até o Palácio da Cidade, onde, em cerimônia oficial, será entregue pela primeira vez a Medalha 1º de Março, condecoração criada para personalidades que prestaram bons serviços à cidade. Na ocasião, também serão anunciados os cariocas históricos, que terão seus nomes inscritos no Livro de Heróis e Heroínas da Cidade do Rio de Janeiro.

No Palácio da Cidade também serão apresentados a medalha comemorativa dos 450 anos - feita em parceria com a Casa da Moeda - e o selo comemorativo, produzido pelos Correios.

Divulgação

Um dos maiores shows na carreira do Queen foi no Rock in Rio, em 1985: o público foi estimado entre 250 mil e 300 mil pessoas

João Assis, do Estadão Conteúdo

          O Rock in Rio anunciou nesta quinta-feira, 27, mais uma atração do festival.

A noite de abertura do evento será encerrada pelo Queen no Palco Mundo em 18 de setembro.

A banda britânica vem ao País com sua formação original (Brian May, John Deacon e Roger Taylor) e Adam Lambert no comando dos vocais.

No primeiro Rock in Rio, em 1985, o grupo fez uma apresentação histórica para 250 mil pessoas.

Freddie Mercury comandou um mar de gente.

Clássicos como Love of my life e We are the champions foram cantadas em coro.

Queen
No Brasil, o Rock in Rio será realizado na Cidade do Rock nos dias 18, 19, 20, 24, 25, 26 e 27 de setembro.

Com 30 anos de história, o evento chega a sua sexta edição no País.

O festival começou em 1985 e se repetiu em 1991, 2001, 2011, 2013 e 2015.

Na última quarta-feira, 25, o Metallica foi confirmado no Rock in Rio.

A banda, que já se apresentou no festival em 2011 e 2013, também toca no Palco Mundo, por onde também vão passar Slipknot, Faith no More e Queens of the Stone Age.

Vídeo da confusão foi publicado na internet.

Médico disse ter sido agredido.

Do G1 PB



Vídeo mostra médico sendo afastado do local onde ocorreu a confusão (Foto: Reprodução)

O cirurgião plástico Roberto Miguel Rey Júnior, mais conhecido como Dr. Rey ou Dr. Hollywood, se envolveu em uma confusão em um restaurante de Campina Grande, Agreste paraibano, na madrugada deste sábado (29). Outras pessoas que estavam no bar também se envolveram na confusão que só foi terminada quando funcionários do estabelecimentos ajudaram a separar os envolvidos.



o cirurgião disse ter sido agredido. "Dei uma palestra médica para 500 pessoas e depois o Arthur Oliveira, juiz da cidade, me convidou para ir ao melhor restaurante de lá. Fui com meu diretor e meu segurança. Havia uma mesa ao lado da minha com cirurgiões, que me convidaram para sentar com eles. Tirei foto com todo mundo e abracei minhas doutoras. Mas a mulher com quem eu apareço na foto é uma médica. Estávamos conversando porque ela quer fazer um estágio comigo. Não passei a mão em ninguém", contou.

Segundo a Polícia Civil da cidade, nenhuma ocorrência foi registrada. Entre testemunhas, não há consenso sobre como a confusão começou. Antes de ir ao restaurante, Dr. Rey participou, durante a sexta-feira, de um simpósio de saúde em Campina Grande.

Dr. Rey afirmou ainda que um grupo de 12 homens que estava no segundo andar do restaurante desceu e pediu para tirar fotos com ele. "Eles vieram e me cutucaram no ombro pedindo foto. Abracei o primeiro rapaz e tirei. O segundo veio e, no momento da foto, o primeiro agarrou meus testículos e espremeu, como se eu fosse boi. Apertou tanto que quase desmaiei. E me chamou de doutor gay, falou que eu não entendia o que é ser homem. Ou sou gay ou passo a mão em mulheres. Não posso ser os dois", disse. "Dei o primeiro soco e o segundo foi na mandíbula. Depois o chutei", admitiu o médico, que enviou ao EGO fotos mostrando que é faixa preta em tae-kwon-do. "Não passei a mão em mulher nenhuma. Esse grupo nada tinha a ver com as médicas. Fui agredido".

Dr. Rey fala sobre briga na Paraíba: 'Um bêbado agarrou meus testículos'
'Ele apertou tanto que eu quase desmaiei', contou o cirurgião plástico ao EGO. 'Me chamaram de doutor gay', disse ele, que nega ter assediado mulheres.

Ana Paula Andradedo EGO, no Rio



Dr. Rey na briga que aconteceu no Bar do Cuscuz, restaurante em Campina Grande, na Paraíba, na noite desta sexta-feira, 27

Após se envolver em uma briga em um restaurante em Campina Grande, na Paraíba (veja vídeo), na noite desta sexta-feira, 27, Dr.Rey falou ao EGO e disse que foi agredido, por isso revidou.

"Dei uma palestra médica para 500 pessoas e depois o Arthur Oliveira, juiz da cidade, me convidou para ir ao melhor restaurante de lá. Fui com meu diretor e meu segurança. Havia uma mesa ao lado da minha com cirurgiões, que me convidaram para sentar com eles. Tirei foto com todo mundo e abracei minhas doutoras. Mas a mulher com quem eu apareço na foto (confira abaixo) é uma médica. Estávamos conversando porque ela quer fazer um estágio comigo. Não passei a mão em ninguém", contou ele.



Dr.Rey com a médica que, segundo ele, seria sua
amiga: "Não passei a mão em ninguém"

Segundo Rey, um grupo de 12 homens que estava no segundo andar do restaurante desceu e pediu para tirar fotos com ele. "Eles vieram e me cutucaram no ombro pedindo foto. Abracei o primeiro rapaz e tirei. O segundo veio e, no momento da foto, o primeiro agarrou meus testículos e espremeu, como se eu fosse boi. Apertou tanto que quase desmaiei. E me chamou de doutor gay, falou que eu não entendia o que é ser homem. Ou sou gay ou passo a mão em mulheres. Não posso ser os dois", disse. "Dei o primeiro soco e o segundo foi na mandíbula. Depois o chutei", admitiu o médico, que enviou ao EGO fotos mostrando que é faixa preta em tae-kwon-do. "Não passei a mão em mulher nenhuma. Esse grupo nada tinha a ver com as médicas. Fui agredido".


Dr. Rey na entrada do restaurante, onde voltou para
almoçar neste sábado, 28

Rey ainda disse que pretende entrar na Justiça contra o estabelecimento e o homem que o agrediu: "Estou cogitando processar o restaurante por não ter me protegido. Pedi segurança e eles não me deram. Adorei a comida e a dona, que pena. Contra o moço, vou abrir um processo criminal. Já lutei 50 mil tipos de lutas e nunca vi uma assim. Já chutei testículo, mas nunca agarrei. Era eu, meu diretor e meu segurança contra 12 bêbados".

Rey contou que já foi agredido verbalmente outras vezes. "Nos Estados Unidos me chamam de mexicano. Aqui, os homens me chamam de Dr.Gay. Só quero ter paz. Já nem reajo".

Neste sábado, 28, antes de deixar a Paraíba rumo a São Paulo, Rey ainda voltou ao restaurante Bar do Cuscuz, palco de toda confusão. Desta vez, sem barraco e com direito a foto posadinha na entrada do local (veja acima). A intenção, disse ele, era pegar o material que poderia ter sido gravado por câmeras de segurança, mas a dona do estabelecimento não quis entregar.


Dr. Rey no mesmo restaurante onde rolou a confusão, neste sábado, 28


Dr. Rey em foto feita neste sábado, 28, em Campina Grande, na Paraíba, antes dele embarcar para São Paulo


Dr. Rey durante a palestra que deu em Campina Grande na sexta-feira, 27



Outra foto de Dr. Rey durante a palestra


Dr. Rey mostra que é faixa preta em tae-kwon-do


Dr. Rey


Dr. Rey: "Já chutei testículo, mas nunca agarrei"

Por Redação Yahoo! Brasil


Cada vez mais Marte tem sido pauta da agenda mundial. Exploração por meio de sondas ou histórias mirabolantes de quem afirma ter estado no Planeta Vermelho tomam a maior parte do tempo. E, agora, o ser humano se prepara para estar pronto para explorar Marte muito em breve. Para isso, já planeja como plantar no planeta.

Fundação com projeto de pisar em solo vermelho em 2018, a Mars One é a responsável pelo projeto, chamado Seed. Para isso, especialistas da Universidade do Porto, em Portugal, já estão fazendo pesquisas nesta direção e já têm até planos para fazer o projeto vingar — assim como as sementes, claro.

O Seed terá início com um protótipo do tamanho de uma caixa de sapatos, onde serão plantadas sementes congeladas. Essas sementes viajarão durante três anos entre Portugal e Marte. Chegando lá, elas “ganharão vida” por meio de sistemas de irrigação e de energia. O projeto, é claro, não depende apenas desses fatores para dar certo.

A Mars One considera o projeto Seed como crucial dentro de suas pretensões. Se conseguir executá-lo com êxito em 2018 e fazer as sementes germinarem em solo marciano, a fundação poderá realizar seu sonho de criar uma colônia humana no planeta.

A artista australiana Concetta Antico é um dos casos de tetracromatia mais famosos. Foto: facebook.com/concettaantico/Reprodução
A tetracromatia é extremamente rara e ocorre mais comumente nas mulheres 

A polêmica sobre a verdadeira cor do vestido continua. Mais do que branco e dourado ou preto e azul, há pessoas capazes de enxergar a peça com outras cores, como lilás ou marrom. O processo de composição das cores nos nosso cérebro é altamente subjetivo e depende de fatores como iluminação, contexto e memórias anteriores. Mas alguns indivíduos que sofreram uma mutação genética conseguem enxergar 100 vezes mais do que os outros. Trata-se de uma condição conhecida como tetracromatia.


Normalmente, o ser humano nasce com três cones (células presentes nos olhos capazes de reconhecer as cores) que identificam os comprimentos de onda em azul, vermelho e verde. Os tetracromatas são pessoas que nasceram com um cone a mais. A tetracromatia costuma ocorrer nas mulheres, já que a mutação está associada ao cromossomo X. Como o sexo feminino tem dois (XX) e o masculino apenas um (XY), é mais comum que os homens nasçam com daltonismo. 

A tetracromatia é tão rara que durante anos os cientistas até estiveram em dúvida se ela existia de fato. O caso mais famoso é o de Concetta Antico, artista australiana. Quando uma pessoa com três cones enxerga a cor verde, ela vê nas extremidades do objeto tons de laranja, vermelho ou roxo. Enquanto um tricromata distingue 1 milhão de cores, Concetta consegue observar 100 milhões. 

Mesmo que a ciência explique que o vestido é azul, a condição dos tetracromatas permite muito mais possibilidades de visualização. Em seu facebook, a australiana falou sobre o que ela viu no vestido. A artista identificou a peça como cinza, com tons de lilás, azul e até rosa. Na área enxergada como dourada, Concetta conseguiu distinguir tons de marrom e bege.

Henrique Souza - Pernambuco.com 

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget