05/01/15

Astronauta: raios poderiam causar perda de memória a viajantes do espaço
Por Will Dunham, daREUTERS

Washington- Detritos espaciais, asteroides errantes, falta de suprimentos, defeitos nos propulsores ou até mesmo alienígenas mal-intencionados tantas vezes retratados em filmes de Hollywood, podem não vir a ser um problema para uma eventual viagem de astronautas a Marte. O verdadeiro desafio pode ser os onipresentes raios cósmicos da galáxia.

Pesquisadores disseram nesta sexta-feira que a exposição por um longo período a esses raios que permeiam o universo, como ocorreria em uma viagem de ida e volta à Marte, pode causar deficiências cognitivas similares à demência em astronautas.

Em um estudo financiado pela Nasa, camundongos foram expostos a partículas altamente energizadas, como as dos raios cósmicos, e apresentaram um declínio cognitivo e mudanças na estrutura e integridade das células nervosas do cérebro e nas sinapses, local de troca de impulsos nervosos.

As partículas irradiadas pelos raios cósmicos, originárias da explosão de estrelas chamadas supernovas, são capazes de penetrar as espaçonaves e os corpos dos astronautas. A própria Terra está protegida por sua magnetosfera.

Charles Limoli, professor de oncologia da Universidade da Califórnia, disse "sem nenhuma dúvida" que seres humanos enfrentariam os mesmos problemas dos ratos.

"Os astronautas podem incorrer em deficiências cognitivas que levam ao decréscimo da performance, confusão, crescente ansiedade e problemas a longo prazo com a saúde cognitiva", disse Limoli, cujo estudo foi publicado na revista Science Advances. Isso pode comprometer atividades cruciais para a missão, especialmente caso alguma situação inesperada surja durante a viagem pelo universo, disse Limoli.

Os ratos de laboratório, geneticamente modificados para terem neurônios fluorescentes, facilitando sua análise estrutural, foram expostos aos raios no Laboratório Nacional Brookhaven, em Nova York, e examinados seis semanas depois.

Além das alterações nas células nervosas e sinapses, os ratos demonstraram uma pior performance no aprendizado e em testes de memória. Eles também perderam a curiosidade e ficaram lerdos.

Roberto Carlos: ele recebeu o prêmio na categoria Trajetória Artística
Da EFE

Miami - O cantor brasileiro Roberto Carlos foi o principal homenageado do prêmio Billboard da Música Latina, entregue nesta quinta-feira (data local), em Miami, cerimônia marcada pelo domínio do dominicano Romeo Santos e do espanhol Enrique Iglesias, os grandes ganhadores da noite.

Em um dos momentos de maior emoção, os mais de 50 anos de carreira do Rei foram lembrados no palco do BankUnited Center, na Universidade de Miami, antes de o ídolo da música nacional receber o prêmio na categoria Trajetória Artística das mãos do salseiro porto-riquenho Marc Anthony, que o chamou de "verdadeiro mestre".

Roberto Carlos agradeceu "a todos que de alguma forma me ajudaram a chegar onde estou" ao receber o prêmio. E foi ovacionado pela plateia ao cantar alguns de seus maiores sucessos, entre eles "Detalhes" e "Amada Amante", sendo aplaudido de pé pelo público.

Romeo Santos, ídolo da bachata (ritmo característico das favelas da República Dominicana), e Enrique Iglesias foram os grandes destaques da premiação, uma das maiores da música latino-americana.

O dominicano levou dez troféus, incluindo os de Artista do Ano, Compositor do Ano e Produtor do Ano, enquanto o espanhol ficou com nove prêmios, entre eles o de Álbum Pop e Música Pop Latina, nas categorias geral e artista solo.

Outro momento de destaque na cerimônia foi a abertura, quando a lenda internacional da música, o mexicano Carlos Santana, recebeu o prêmio Artista do Ano em Duo ou Grupo.

Ele também levou para casa o prêmio "Spirit of Home" por seu trabalho humanitário na luta pela erradicação da fome infantil e do tráfico sexual de menores de idade.

Ao receber o prêmio de Álbum Tropical do Ano por seu disco Fórmula, Romeo Santos aproveitou para mandar uma mensagem muito especial aos compatriotas.

"Quero agradecer aos pioneiros da bachata, que abriram caminho para o gênero", disse, mencionando grandes nomes do estilo musical dominicano.

Já Iglesias, veterano nos Billboard da América Latina, revelou que estava nervoso antes de subir ao palco, agradecendo os fãs por "todo apoio, carinho e amor ao longo dos últimos 19 anos de minha vida".

Em outro momento repleto de emoção, Jennifer López prestou uma homenagem à "rainha da música texana", Selena Quintanilla, pelo 20º aniversário de sua trágica morte. EFE

King: "Stand by me" foi a quarta canção mais tocada no rádio e na televisão dos Estados Unidos no século XX
AFP/Arquivos, da AFP

Ben E. King, o cantor de soul e autor de uma das canções mais famosas século XX, "Stand by me", morreu aos 76 anos

King, que morava em Nova Jersey, faleceu de causas naturais na quinta-feira, informou à AFP o porta-voz do artista, Phil Brown.

"Ben era uma das almas mais doces, gentis e talentosas que eu tive o privilégio de conhecer e chamar de amigo durante mais de 50 anos", escreveu no Facebook o cantor de R&B Gary U.S. Bonds, um colaborador de King.

King nasceu na Carolina do Norte, mas se mudou para Nova York ainda criança. Ele iniciou a carreira na cidade em gêneros como o doo wop e o R&B. Inicialmente escreveu "Stand by me" para um grupo, mas terminou por gravar ele mesmo a canção.

Influenciada pelo gospel espiritual tradicional e os Salmos, a canção começa com uma linha de baixo que virou um clássico e apresenta uma sucessão de acordes comuns na música popular dos anos 50.

A canção foi lançada em 1961, mas foi regravada centenas de vezes e utilizada em várias trilhas sonoras.

"Stand by me" foi a quarta canção mais tocada no rádio e na televisão dos Estados Unidos no século XX, com mais de sete milhões de execuções, segundo a empresa musical BMI.

A música foi a inspiração para o filme "Conta Comigo" ("Stand by me", 1986), um drama adolescente dirigido por Rob Reiner e que apresentou a canção para uma nova geração.

Também foi usada em vários comerciais.

A Biblioteca do Congresso incluiu este ano "Stand by me" no Registro Nacional de Gravações, na categoria "tesouros americanos".

Em seu anúncio, a Biblioteca do Congresso afirmou que "Stand by me" tem "provavelmente a linha de baixo mais conhecida da história das gravações". A linha foi composta por Mike Stoller e tocada por Lloyd Trotman.

"Mas foi a voz incandescente de King que a transformou em um clássico", disse.

King seguiu ativo até o fim da vida, com direito a algumas turnês. Ele criou a Fundação Stand By Me, com sede em sua casa de Teaneck, Nova Jersey, para apoiar a educação dos jovens.

Série de TV Revenge: Cerca de 4,5 milhões de pessoas assistiram ao último episódio exibido, índice considerado baixo

              A rede de TV ABC cancelou a série Revenge, no ar em sua quarta temporada. O último episódio da série irá ao ar no dia 10 de maio nos Estados Unidos. A decisão foi confirmada pelo produtor executivo Sunil Nayar à revista Entertainment Weekly.

"Podemos dizer oficialmente que este é o fim da história. Agora que todos viram o episódio final - que é fabuloso -, todos entendem que por mais que gostemos da série, ela chegou ao lugar que precisava para acabar", disse Nayar.

O produtor executivo revelou que o episódio final, Two Graves, terá um 'gancho', podendo servir de base para Kingmakers. Boatos dão conta de que o projeto, ainda em fase inicial, seria um spinoff de Revenge. A informação não foi confirmada por Nayar.

Lançada com sucesso em 2011, a série que tem Emily VanCamp como protagonista vinha passando por uma queda na audiência, o que causou a mudança do dia de exibição, deixando as noites de quarta-feira e indo para as de domingo.

Cerca de 4,5 milhões de pessoas assistiram ao último episódio exibido, índice considerado baixo.

Forças armadas: 4,3% das mulheres no serviço militar e 0,9% dos homens tiveram "algum tipo de contato sexual indesejado"
Da EFE

Washington - As denúncias de abuso sexual nas Forças Armadas dos Estados Unidos aumentaram 11% em 2014, com 6.131 a mais em comparação ao ano anterior, devido às políticas para incentivar as acusações, informou o Pentágono nesta sexta-feira.

O relatório anual do Departamento de Defesa mostra um aumento de 70% no número de denúncias em relação a 2012, o que as autoridades militares interpretam como uma evolução positiva.

Desde a chegada do presidente Barack Obama à Casa Branca, o Pentágono adotou medidas para prevenir os abusos nas Forças Armadas e acabar com o estigma que previne que os soldados denunciem o caso.

O relatório apresentado nesta sexta-feira calcula que 4,3% das mulheres no serviço militar e 0,9% dos homens tiveram "algum tipo de contato sexual indesejado".

Essas estimativas, que são projeções estatísticas, pois a maioria dos abusos não são denunciados, supõem uma redução de 27% em relação a 2012 e de 50% se comparadas a 2006.

O Pentágono informou que, quando as denúncias são feitas, as autoridades militares têm provas suficientes para disciplinar os responsáveis em três a cada quatro casos.

De acordo com o órgão, um baixo índice de denúncias permite a criação de uma sensação de impunidade e, com o tempo, estimula mais casos de abusos sexuais.

O encarregado de prevenção de abusos sexuais do Pentágono, Nathan Galbreath, admitiu que os soldados ainda acham que podem enfrentar represálias se denunciarem abusos sexuais, principalmente entre os homens.

Em entrevista coletiva, o secretário de Defesa, Ash Carter, apresentou um novo conjunto de iniciativas para combater os abusos sexuais.

"Somos uma organização que aprende. Quando identificamos um problema, enfrentamos. Continuaremos assim até acabar com os abusos sexuais", explicou Carter.

JULIA BORBA
DE BRASÍLIA

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) autorizou a família do empresário e apresentador Silvio Santos a driblar a lei que proíbe uma emissora de possuir uma TV por assinatura. A decisão abre uma brecha para a repetição da mesma prática em casos futuros.

Lei de 2011 determinou que proprietários de empresas de radiodifusão e de conteúdo não possam ter mais de 50% das ações totais de uma companhia de TV paga, nem ter seu controle.

Embora o texto não especifique casos em que o controle ou a propriedade estejam numa mesma família, parecer da Procuradoria Federal Especializada, órgão que dá pareceres jurídicos na agência, recomenda a proibição nessas situações.

A Anatel permitiu, porém, que Silvio Santos transferisse para sua filha Patrícia Abravanel 49% do capital total e votante da TV Alphaville, canal por assinatura que atende aproximadamente 20 mil domicílios na região de Barueri, Santana do Parnaíba e Granja Vianna, na Grande São Paulo.

Com essa posição da agência reguladora do setor de telecomunicações, Silvio Santos mantém em sua família o controle das duas empresas: o SBT fica em nome de Senor Abravanel (nome real de Silvio Santos) e a TV Alphaville em nome da filha e apresentadora Patrícia Abravanel.

DECISÃO

A decisão da Anatel é de março do ano passado, analisando um pedido feito em outubro de 2013 pelo empresário. A família Abravanel não comentou o episódio.

Segundo a Folha apurou, a agência negou os pedidos do empresário para manter o controle sobre as duas empresas até aceitar a saída da transferência familiar. Conforme a Anatel, ainda assim o conselho entendeu que "uma limitação neste sentido extrapolaria o espírito da lei".

Pesa contra a decisão o fato de Renata Abravanel, irmã de Patrícia e diretora do SBT, também possuir 6% das ações da TV Alphaville, aumentando a participação da família no negócio.

No entendimento expresso no processo pela Procuradoria Federal Especializada, a "transferência de controle societário entre membros de uma mesma família" não deveria ser aprovada.


GLOBO E NET


Após a aprovação da lei, a Rede Globo, que detinha parte do controle da Net, teve de vender ações para a Embratel/Claro, sócia majoritária da TV por assinatura.

A Globo, no entanto, manteve participação indireta na Net, já que é sócia da EGPar, companhia que detém 4,11% das ações da TV a cabo.


OUTRO LADO


Questionada por ter aprovado a operação, mesmo diante do grau de parentesco de Silvio Santos e Patrícia Abravanel, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) informou que, conforme avaliação do conselho diretor da agência, impor "uma limitação neste sentido extrapolaria o espírito da lei".

A agência reguladora também defendeu que foram seguidos os todos os trâmites internos para a avaliação.

O grupo Silvio Santos informou, por meio de sua gerente de comunicação, Maisa Alves, que não vai se manifestar sobre o caso. A assessoria de imprensa respondeu tanto pelo canal SBT como pela TV Alphaville e pela família Abravanel.

O canal por assinatura TV Alphaville atende cerca de 20 mil domicílios na região de Barueri, Santana do Parnaíba e Granja Vianna (SP).

Além das emissoras, o grupo Silvio Santos tem negócios nas áreas financeira, de cosméticos e de hotelaria, entre outras.

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget