08/30/14

Acidente aconteceu por volta das 13h30 deste sábado (30), no Bacacheri.
Informação dos bombeiros é de que duas pessoas morreram na queda.


Adriana Justi, Luciane Cordeiro e Thais KaniakDo G1 PR
Avião cai em cima casa em bairro de Curitiba, dizem bombeiros (Foto: Thais Kaniak / G1 )

Um avião monomotor modelo Cessna 177 caiu e atingiu uma casa na Rua Nicarágua, em Curitiba, nas proximidades do Aeroporto do Bacacheri por volta das 13h30 deste sábado (30), segundo o Corpo de Bombeiros. A aeronave tinha acabado de decolar do aeroporto e seguia para Londrina, no norte do estado, segundo a Infraero. Após a queda, o avião explodiu.



O G1 publicou que três pessoas tinham morrido. A informação sobre a terceira morte foi passada pela assessoria de imprensa do Hospital Evangélico de Curitiba, que corrigiu a informação às 15h30.

Pelo menos quatro pessoas estavam a bordo – duas morreram na hora. Segundo os bombeiros, o piloto e o copiloto do avião morreram.

O Hospital Evangélico, para onde foi levado um dos ocupantes da aeronave, chegou a confirmar que ele havia morrido no hospital. Porém, depois, informou que a vítima foi reanimada e estava no centro cirúrgico. Este ocupante é sobrinho do deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PMDB), que confirmou ao G1 se tratar do sobrinho mais velho dele, de 51 anos de idade. De acordo com o deputado, a família também chegou a ser informada sobre a morte de Sílvio Roberto Romanelli.
Avião tinha decolado no aeroporto do Bachacheri (Foto: Rodrigo Pinto/ ÓTV - RPCTV)

O outro ocupante da aeronave ficou ferido e foi encaminhado para o Hospital do Trabalhador. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), responsável pelo hospital, o homem está em estado grave. Ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com múltiplas faturas na face, no quadril, na coluna e no tórax.
Elisabete do Rosário disse que estava nos fundos
da casa quando ouviu o barulho da queda do avião
(Foto: Thais Kaniak/ G1 Paraná)

Na casa estavam duas mulheres e uma criança. Elas não se feriram.

"Acredito que ele tentou levantar, mas não deu certo. Ele bateu no poste e, acho que foi por isso que ele não entrou dentro de casa, não quebrou a parede. Logo depois ouvimos a explosão. Estávamos na cozinha e ouvimos o barulho. Pensei que tivesse sido um acidente com um carro, mas na hora que cheguei na sala vi uma parte da asa e só pensei em pegar a minha mãe e a minha filha para sairmos de casa. A hora que pegou fogo já tínhamos saído", disse uma das moradoras da casa Elisabete Pascoal do Rosário.

Aeronave pegou fogo após cair em cima de casa (Foto: Caroline Mafra/ RPC TV)

Bruno Rizzato


A compaixão é o que nos torna humanos. É o que nos mantém sãos através das voltas e reviravoltas da vida, além das loucuras do mundo.

O melhor da compaixão humana, é quando ela acontece nos piores momentos, enfrentando a violência e as adversidades.

Aqui estão 25 momentos incríveis que foram impulsionados pela compaixão. Estas fotos provam que um mundo melhor é possível.

1) Um soldado americano segura uma criança depois que ela foi separada de sua família, durante a Guerra do Iraque, em 2003.


2) Um policial russo carrega um bebê que foi resgatado de uma escola ocupada por militantes, na cidade de Beslan, em 2004.

3) Um médico enfaixa o pé de uma criança, enquanto seu irmão assiste com um semblante agradecido.


4) Manifestantes em Oakland, Califórnia, ajudam uma mulher em uma cadeira de rodas a se afastar da área de gás lacrimogêneo.


5) Médicos negros cuidam de um membro ferido do KKK - organização secreta altamente racista que surgiu nos EUA, no final do século 19


6) Durante as rebeliões de Los Angeles, em 1992, uma criança posa com soldados da Guarda Nacional.


7) Os moradores se reúnem para limpar as ruas após rebeliões de Londres, em 2011.


8) Os manifestantes oferecem chá para polícia anticonflito, em Londres, em 2011


9) Manifestantes brasileiros trazem um bolo de aniversário para dar de presente a um policial aniversariante


10) Um padre se coloca como um escudo humano entre manifestantes e policiais, durante os protestos na Ucrânia em 2013.


11) Soldados americanos empurram um carro que transportava dois soldados alemães feridos gravemente, em 1945.



12) Um homem toca piano para a Tropa de Choque em Kiev, Ucrânia, em 2013.


13) Um manifestante ferido é protegido por uma mulher, que tenta impedir um trator militar de machucá-lo, no Egito, em 2013.


14) Civis protegem um oficial da polícia iraniana depois que ele é espancado por manifestantes.


15) Um soldado da Alemanha Oriental ajuda um menino a escapar com a sua família, no oeste do país.


16) Um jornalista salva uma criança durante a Guerra Civil Espanhola, em 1936.


17) Manifestantes carregam um policial ferido para um local seguro, durante os protestos na Turquia.


18) Um soldado ucraniano beija sua namorada, enquanto sua base é cercada por separatistas pró-Rússia.


19) Um soldado francês ajuda uma família a fugir do perigo, durante a Guerra Civil Espanhola, em 1938.


20) Soldados americanos cuidam de um cão ferido durante a Segunda Guerra Mundial, em 1944.


21) Manifestantes turcos ajudam um cão afetado pelo gás lacrimogêneo


22) Um soldado americano alimenta um gatinho após sua mãe ter sido morta durante a Guerra da Coreia, em 1953.



23) Um soldado da Jordânia mantém um bebê sírio aquecido, depois que o local foi evacuado por conta da guerra civil.


24) durante os protestos na Romênia, em 2012, um garoto entrega um balão em forma de coração para a polícia.



Esse é o tipo de coisa que nos emociona. Espalhe a esperança, e compartilhe essas imagens que demonstram apenas bons sentimentos!

Bruno Rizzato
Se você é aquele tipo de pessoa pessimista na maior parte do tempo, pode ser que uma pequena região do seu cérebro seja a culpada.

Cientistas britânicos conseguiram localizar a área cerebral que avisa que algo ruim está prestes a acontecer.

O habenula - que é cerca de metade do tamanho de uma ervilha - pode ter um papel importante na aprendizagem de experiências ruins.

Para alguns, um habenula sobre-ativo pode estar ligado à depressão, ao pessimismo e a uma visão negativa sobre a vida. Espera-se que uma maior compreensão sobre como a região trabalha possa abrir caminho para novos tratamentos contra os males citados acima.

O pesquisador chefe, Jonathan Roiser, da University College London, disse: "O habenula acompanha nossas experiências, respondendo com mais força à pior coisa que pode acontecer em situações”.

"O estudo mostrou, não apenas que habenula indica algo tendenciosamente negativo, como também que ele sinaliza quando os maus resultados são esperados”, explicou Roiser.

A equipe da UCL escaneou os cérebros de 23 mulheres saudáveis, que foram comparados em um conjunto aleatório de fotografias, onde algumas recebiam um choque doloroso na mão esquerda.

A ressonância magnética funcional (fMRI) mostrou que, todas associadas ao choque, ativaram o habenula. A resposta foi muito mais forte quando as mulheres estavam esperando receber um choque elétrico.

Dr. Roiser disse que os resultados, publicados na última edição da revista Proceedings, da Academia Nacional de Ciências, podem apontar o caminho para novos tratamentos.

Ele acrescentou: "Outro trabalho mostra que a cetamina, que tem benefícios profundos e imediatos em pacientes que não respondem à medicação antidepressiva padrão, agem, especificamente, amortecendo a atividade do habenula. Portanto, a compreensão da habenula poderia nos ajudar a desenvolver tratamentos para a depressão muito melhores”.

Fonte: DailyMail Foto: Reprodução / DailyMail

A maior metrópole do país tem 11,89 milhões de habitantes, ou 6% da população brasileira, segundo pesquisa do IBGE

Vitor Abdala, da

Ricardo Correa/EXAME

Rua 25 de março, em São Paulo: o estado paulista é o mais populoso do país

A cidade de São Paulo, maior metrópole do país, tem 11,89 milhões de habitantes.

A capital do estado mais populoso do país concentra cerca de 6% da população brasileira, estimada em 202,77 milhões de habitantes pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os dados foram divulgados hoje (28) e referem-se à estimativa de população no dia 1º de julho de 2014.

O Rio de Janeiro mantém a posição de segunda maior metrópole do país, com 6,45 milhões de residentes.

A capital fluminense é seguida por Salvador (2,9 milhões), Brasília (2,85 milhões), Fortaleza (2,57 milhões), Belo Horizonte (2,49 milhões), Manaus (2,02 milhões) e Curitiba (1,86 milhão).

Na décima terceira posição entre os municípios mais populosos do país, Guarulhos – na região metropolitana de São Paulo – é a maior não capital do país, com 1,31 milhão de habitantes.

Campinas aparece em segundo lugar na lista de maiores cidades, exceto capitais, com 1,15 milhão.

Dois municípios brasileiros têm menos de mil habitantes: Serra da Saudade (MG), com 822, e Borá (SP), com 835. Araguainha (MT) é o terceiro município menos populoso do país, com mil habitantes.

Jovem francês acusa a American Airlines de discriminação por tê-lo impedido de viajar com a justificativa de que ele "cheirava mal"


Luísa Melo, de

Mike Fuentes/Bloomberg

American Airlines: companhia teria alegado que francês teve um "problema de visto"

              A companhia área norte-americana American Airlines estaria sendo investigada pelo governo francês por ter expulsado um passageiro de um voo porque ele estaria "cheirando mal". A informação é do site F de Souche.

O francês de 27 anos, chamado Mehdi, teria prestado queixa contra a empresa por discriminação. O caso teria ocorrido no último domingo (24) em um voo que partia de Paris com destino a Dallas, nos Estados Unidos.

De acordo com a publicação, antes de o avião decolar, quando queria ir ao banheiro, o jovem foi "convidado" por um funcionário a se retirar da aeronave porque "a tripulação e os passageiros se queixaram sobre o seu cheiro". A ação teria sido gravada em vídeo.

"Você está em uma empresa americana, isso é um território americano, o comandante tem o direito de recusá-lo. Você não vai viajar hoje", teria dito um tripulante ao rapaz, reporta o site. O empregado da American Airlines teria justificado ainda que não era a primeira vez que aquele tipo de problema acontecia e o aconselhado a "tomar um banho".

Conforme as infomações do F de Souche, Mehdi, que tem origem argelina, não estava mal-vestido ou bêbado, o que poderia "justificar" o caso. Ele considera as alegações de mau cheiro um "pretexto" e afirma que até mesmo usou "um perfume da Dior" no duty free, antes de embarcar.

Procurada pelo site francês, a American Airlines teria dito em sua defesa que o jovem tinha "um problema de visto" e se recusado a comentar "questões individuais sobre seus passageiros".

Desafio é em homenagem ao personagem-árvore da Marvel, dublado pelo ator na adaptação dos quadrinhos para o cinema

Marina Maciel, do

Reprodução/Instagram

Vin Diesel: ator desafiou o diretor de "Guardiões da Galáxia" a plantar uma árvore


Depois de ser convidado a participar do desafio do balde de gelo por James Gunn, diretor de "Guardiões da Galáxia", o ator Vin Diesel decidiu lançar sua própria campanha.

Trata-se do desafio Plante uma Árvore para Groot, em homenagem ao personagem-árvore da Marvel, dublado por ele na adaptação dos quadrinhos para o cinema.

Em vídeo postado no Instagram, Diesel reconhece a importância e aceita o desafio #ALSIceBucketChallenge, que pretende arrecadar fundos para ONG dedicada à pesquisa sobre a esclerose lateral amiotrófica.

Mas ele vai além e desafia Gunn a plantar uma árvore. Assista, abaixo:



Tim Silverwood, co-fundador do grupo ambiental Take 3, afirmou que um único produto pode conter centenas de milhares de partículas

José Eduardo Mendonça, do

Getty Images

Mar: degradação completa das substâncias não é possível pelo seu tamanho

              Pedaços minúsculos de plástico usados em pastas de dente, xampu, gel de banho e esfoliantes foram encontrados no porto de Sydney, na Austrália, e podem significar uma ameaça à vida marinha e a humanos, uma vez que se tornam tóxicos no ambiente.

O governo de Nova Gales do Sul pediu uma proibição da venda e fabricação destes produtos que contenham microplásticos, antes que provoquem mais danos a ecossistemas marinhos.

“Tudo que é fabricado e persiste no ambiente não deveria estar lá,” disse ontem Martina Doblin, professora da Universidade de Tecnologia de Sydney.

“Ele está sendo invadido por toda espécie de estressores, e qualquer esforço de redução de microplásticos é uma boa iniciativa.”

O ministro do ambiente da Austrália, Rob Stoke, disse que pássaros e várias formas de vida marinha são colocadas em risco pelas partículas de menos de 5 milímetros que acabam indo parar no oceano.

A degradação completa destas substâncias não é possível pelo seu tamanho, porque possuem a capacidade de boiarem na água.

Elas têm uma tendência de atrair toxinas que foram encontradas em moluscos e peixes consumidos por humanos.

Tim Silverwood, co-fundador do grupo ambiental Take 3, afirmou que um único produto pode conter centenas de milhares de partículas, que persistiriam por décadas e seriam ingeridas por um grande número de organismos, informa o International Business Times.

Agências reguladoras de medicamentos divulgaram documento para promover cooperação mundial de combate ao Ebola

Lígia Formenti com colaboração de Tiago Rogero, do


Carl de Souza/AFP

Jovem com suspeita de ebola: Epidemia de Ebola é a maior registrada na história

                    Em resposta à epidemia de Ebola, a maior registrada na história, agências reguladoras de medicamentos devem concentrar esforços e ampliar a cooperação para acelerar a avaliação de tratamentos potencialmente capazes de combater a doença.

O apelo foi feito por representantes das agências, em um documento divulgado no encerramento da 16.ª Conferência Internacional de Autoridades Reguladoras de Medicamentos, realizada no Rio.

Pela manhã, participantes do encontro observaram que um número restrito de medicamentos foi desenvolvido para o tratamento da doença, como o ZMAPP americano, mas até agora nenhum teve segurança e a eficácia comprovadas.

Diante da situação de emergência, uma colaboração entre agências e a Organização Mundial de Saúde (OMS) se faz necessária, para acelerar a avaliação dos tratamentos.

O documento chama a atenção também para a necessidade de inovar no formato dos testes clínicos para situações em que não é possível colocar em prática regras tradicionais.

O diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Dirceu Barbano, afirmou que o País se juntará ao esforço internacional. "Embora o desenvolvimento de novos medicamentos contra o vírus Ebola esteja em curso, é importante que as medidas alternativas de saúde sejam mantidas, tais como a detecção precoce, o rastreamento e o monitoramento de pessoas que tiveram contato com doentes e a adesão a procedimentos rigorosos de controle de infecção, bem como medidas educativas".

Ainda ontem, o Ministério da Saúde coordenou exercício no Rio para simular as medidas de resposta a um possível caso de Ebola. A simulação começou no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, por volta das 9 horas, e terminou às 11h25 na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, o hospital referência no Rio para uma eventualidade da doença.

Os próximos exercícios simulados para receber infectados, ainda sem data definida, serão realizados nos aeroportos de Brasília e Guarulhos.

África

Ontem, o Senegal foi o sexto país a relatar um caso de Ebola - trata-se de um estudante da Guiné que escapou do controle sanitário. Há casos confirmados em Libéria, Serra Leoa, Nigéria, Congo e Guiné.

A chegada da doença no Senegal, que é um destino turístico e cuja capital é um importante centro de operação de voos comerciais na região, mostra que o surto não está sob controle, apesar dos esforços da OMS, do Médicos sem Fronteiras (MsF) e de outras organizações.

Nesta sexta-feira, a Organização Mundial de Saúde disse que a última semana foi o período em que se registrou o maior número de casos - mais de 500 - desde o início do surto. A maioria dos casos aconteceu na Libéria, mas a agência diz que aumentou o número de infectados na Guiné e em Serra Leoa.

"Há sérios problemas com a gestão de casos e prevenção e controle de infecção", diz o documento. "A situação está piorando na Libéria e em Serra Leoa", países que não têm espaço suficiente para pacientes nos centros de tratamento.

A Libéria ainda informou que vai reabrir hoje um bairro pobre onde 75 mil pessoas foram isoladas para conter o avanço da epidemia. O ministro das Informações, Lewis Brown, afirmou que a suspensão da quarentena não significa que não exista risco de contaminação, só que há dúvidas sobre o método - houve até confronto com o Exército, com um morto. Brown disse que agora espera apoio da população para conter o surto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Garotas entre 11 e 13 anos que já tomaram a primeira dose podem procurar um posto de saúde

Lígia Formenti, do



Vacina: vírus HPV está associado ao aparecimento do câncer de colo de útero

             A segunda etapa da vacinação contra HPV começa na segunda-feira em todo o País. Meninas entre 11 e 13 anos que já tomaram a primeira dose podem procurar um posto de saúde mais próximo.

Assim como ocorreu na primeira fase, o Ministério da Saúde recomenda que municípios organizem a vacinação também nas escolas públicas e particulares.

A segunda dose, aplicada seis meses depois da primeira, é essencial para garantir a proteção contra o HPV, vírus que está associado ao aparecimento do câncer de colo de útero. "Sem a segunda dose não há proteção", afirmou o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

A meta é garantir cobertura de 80% entre a população alvo. Na primeira etapa, 87,3% das meninas entre 11 e 13 anos foram imunizadas. "Foi um ótimo resultado. Só a Austrália teve cobertura semelhante", disse o secretário de Vigilância em Saúde, Jardas Barbosa.

A vacina faz parte do calendário vacinal. Meninas que completaram agora 11 anos podem ir ao posto tomar a primeira dose. A inclusão do imunizante no programa nacional ocorreu neste ano. Em 2015, a vacina passa a ser oferecida para adolescentes de 9 a 11 anos.

Para população indígena, a faixa etária para vacinação, desde já é entre 9 e 11 anos.

A vacina protege contra quatro tipos de vírus. Dois deles são responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer de colo de útero. Barbosa afirma, no entanto, que, mesmo vacinadas, mulheres devem realizar a partir de 25 anos o exame papanicolau. O câncer de colo de útero é o terceiro mais frequente na população feminina, atrás do câncer de mama e colorretal. É a terceira causa de morte de mulheres por câncer.

Uma terceira dose da vacina, para reforço, deve ser dada 5 anos depois da aplicação da primeira dose.Cerca de 942 mil meninas, com 11, 12 e 13 anos de idade, que já receberam a primeira dose da vacina no primeiro semestre deste ano, devem procurar o posto de vacinação mais próximo para a aplicação da segunda dose, no Estado de São Paulo. Ao todo serão 4,7 mil postos com horário de funcionamento entre 8 e 17 horas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Diretor está nos "primeiros passos" do novo filme sobre a banda punk Ramones



Roberta Bayley/Arquivo Hulton/Getty Images

Ramones: da esquerda para a direita Johnny Ramone, Tommy Ramone, Joey Ramone e Dee Dee Ramone




Los Angeles - O cineasta Martin Scorsese entrará na história do rock em seu próximo projeto, um filme sobre a banda punk Ramones, disse sua porta-voz.

O diretor de 71 anos, que ganhou o Oscar de melhor direção em 2007 com o filme "Os Infiltrados" está nos "primeiros passos" do novo projeto, segundo sua representantes, Michelle Margolis.

Não é a primeira vez que o diretor produz um documentário musical. Em 2008, ele dirigiu o filme "Shine a Light", sobre os Rolling Stones.

Fundada em Nova York, em 1974, por Johnny Ramone, Joey Ramone, Dee Dee Ramone e Tommy Ramone, os Ramones lideraram o movimento punk-rock.

Um estudo diz que a ilha do Pacífico pode sofrer vários efeitos do aquecimento global em breve


Priscila Zuini, de

Wikimedia Commons

Oahu, Havaí: erosão nas praias já é realidade


Um estudo feito pela Universidade Hawaii's Sea Grant sugere que o aquecimento global e as mudanças climáticas podem fazer o Havaí praticamente desaparecer do mapa.

Segundo os pesquisadores, a ilha no Pacífico pode ficar irreconhecível em alguns anos, além de mais quente, com mais tempestades e até epidemias.

A pesquisa, segundo noticiou o Huffington Post, diz que as temperaturas cada vez mais altas podem afetar a fauna e a flora local e aumentar a incidência de doenças, como dengue.

A mudança climática afeta ainda os ventos, o que pode quebrar o padrão de chuvas atual, causando períodos muito secos e outros de inundações.

Águas mais quentes e ácidas nos oceanos podem ainda destruir corais e afetar a migração de animais marinhos. Além disso, o nível do mar deve subir consideravelmente.

Os cientistas afirmam que não há uma previsão certa de quando essas mudanças devem acontecer. Algumas delas, como a erosão das praias, já são realidade no local e outras podem se manifestar em algumas décadas, forçando o centro turístico local a se locomover.

Uma das principais causas desse impacto é a emissão de gases do efeito estufa.

Para retardar esses efeitos, a população está sendo orientada a economizar água, preservar os corais e as florestas e utilizar a terra de maneira correta.

Segundo presidente da estatal, expansão faz parte do plano para diversificar suas receitas

Aluísio Alves, da

Dado Galdieri/Bloomberg

Funcionário do Correio durante a entrega de encomendas no Rio de Janeiro

                 A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos se prepara para ser uma multinacional e estrear nos Estados Unidos e na China até 2015, como parte do plano para diversificar receitas, disse o presidente da estatal federal, Wagner Pinheiro.

De olho no avanço de concorrentes no mercado doméstico de encomendas, a maior empresa de logística da América Latina está perto de estrear projetos que incluem forte ampliação de serviços financeiros e de telefonia e expansão para fora do país.

"Vamos colocar empresa no cenário mundial", disse à Reuters o executivo.

O primeiro resultado dessa estratégia deve vir dos Estados Unidos, para onde a companhia destacou três executivos para prospectar oportunidades. O objetivo é comprar um negócio local, inicialmente para atender a comunidade de brasileiros no país.

"Devemos comprar uma empresa de encomendas lá", disse.

Enquanto isso, prepara para 2015 o início das operações de seu centro da distribuição na China. A unidade vai servir para ampliar o comércio eletrônico sino-brasileiro, em parceria com a gigante chinesa do setor Alibaba Group.

Em ambos os casos, a ligação, tanto geográfica quanto no plano de negócios, vai envolver outro projeto recente do Correios: a compra de 49,99 por cento da empresa de carga aérea Rio Linhas Aéreas, recentemente aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Inicialmente, o objetivo é ter maior controle do processo de entregas de encomendas, serviço hoje feito por meio de 13 linhas aéreas terceirizadas. Segundo Pinheiro, o Correios já negocia a renovação da frota, atualmente de nove aeronaves.

A troca deve envolver a chegada de jatos novos da Embraer, disse o executivo, sem mencionar números, mas revelando que a transação deve ter financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e envolver aviões capazes de trajetos intercontinentais.

Em outra frente, o Correios está intensificando a oferta de serviços no Banco Postal, parceria com o Banco do Brasil para produtos financeiros. A joint venture lançou recentemente um projeto piloto em 80 de suas mais de 6,5 mil unidades para venda de financiamentos e cartões de crédito, entre outros produtos.

Segundo Pinheiro, o Correios aguarda para até novembro a aprovação da Superintendência de Seguros Privados (Susep) para que o Banco Postal possa também vender seguros.

Para lastrear os investimentos que estão sendo tocados simultaneamente, a estatal de 127 mil funcionários já se prepara para buscar recursos no mercado de capitais.

"Estamos preparados para acessar o mercado financeiro."

Pinheiro prevê que, juntos, os segmentos de logística e de serviços, incluindo financeiros e de telefonia, tenham uma participação crescente na receita bruta da empresa, que somou 16,3 bilhões de reais em 2013. A expectativa do executivo é que esse faturamento cresça até 8 por cento neste ano.

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget