03/23/13

Confira alguns dos avanços tecnológicos que nos fizeram começar a exercitar menos o nosso cérebro.


A tecnologia facilita a vida das pessoas, não há dúvidas disso. Mas será que todas as facilidades são 100% benéficas para nós? Há muitos estudos que dizem que os equipamentos e sistemas — criados para eliminar a necessidade de trabalho por parte de quem os está utilizando — podem fazer com que o cérebro humano deixe de raciocinar com tanta eficiência como fazia em outros tempos.

E não estamos falando de funções extremamente complicadas, mas de alguns itens cotidianos que realmente podem interferir em nossas vidas. Você deve conhecer alguns exemplos bem comuns disso, não é mesmo? Pois confira agora uma lista com os cinco maiores casos de tecnologias que nos desestimulam a pensar e veja se as suas apostas foram concretizadas. A escolha foi feita com base em um artigo publicado pelo Discovery News.


1. GPS

Se você precisa chegar em algum lugar, qual é a solução mais viável? Alguns podem pegar mapas, outros calculam as rotas automaticamente pelo Google Maps e um terceiro tipo de pessoa prefere utilizar os aparelhos de navegação por GPS. Qual dos perfis descritos tem menos trabalho para chegar até onde desejam? Acertou quem escolheu os donos de GPS.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Sem precisar de cálculos prévios, tudo o que o motorista precisa fazer é dirigir seu carro e seguir as instruções do pequeno aparelho. Toda a “Memória de Navegação Espacial” fica adormecida nesse caso, fazendo com que um setor cerebral que trabalharia no momento seja completamente inutilizado por algum tempo.

Tudo isso é relacionado ao hipocampo, que ao ser atrofiado também pode influenciar na aparição do Mal de Alzheimer. Um estudo realizado no início dos anos 2000 ainda mostra mais um fator relacionado a isso. Analisando o cérebro de várias pessoas da Inglaterra, chegou-se à conclusão de que os taxistas londrinos tinham o hipocampo maior que o de outras pessoas.

2. Calculadora

Calcule: (4x + 12).(4 + 3x). É uma conta relativamente simples que exige poucos passos para ser resolvida, mas há muitas pessoas que preferem utilizar uma calculadora para chegar aos resultados. Em operações matemáticas mais complexas é aceitável a utilização de artifícios que tornem o processo mais simples, mas o problema é que isso tem se tornado um hábito ruim.

(Fonte da imagem: iStock)

É comum vermos pessoas utilizando as calculadoras para somas muito simples, somente pelo fato de que é mais cômodo. Quando se torna necessário fazer alguma conta de cabeça — ou mesmo com papel e caneta —, a dúvida chega bem antes da solução.

3. Smartphones

Tudo o que precisamos para nossas vidas está nos smartphones. Compromissos podem ser marcados e anotações criadas sem que precisemos escrevê-las — basta copiar e colar os dados desejados. Distrações, então, existem às dúzias. Tudo isso fica ao alcance dos dedos e não demanda qualquer esforço para ser acessado. (Fonte da imagem: ThinkStock)

E toda a demanda que levamos aos eletrônicos é deixada de lado em nosso próprio cérebro. Por isso, estudos apontam que a utilização dos smartphones faz com que memória e velocidade de processamento das informações acabem sendo prejudicadas. Por isso, se você já está demorando muito para se lembrar de um ou outro item, é bom ficar atento.

4. Corretor automático

Você acha que utiliza muito do seu cérebro quando está escrevendo? E prefere escrever à mão ou digitar? Segundo um estudo publicado pela BBC, se a sua opção for a segunda, é melhor desligar o corretor automático de seu computador ou portátil. Há claras evidências de que os corretores fazem com que as pessoas escrevam com menos preocupação quanto à grafia, pois, se houver algum erro, ele será corrigido.



Depois de serem analisadas 2 mil pessoas no estudo, chegou-se à conclusão de que a correção automática pode causar prejuízos visíveis à capacidade de soletração e grafia. Como o Discovery News lembra, o lado bom é que 96% dos entrevistados afirmaram reconhecer a importância de grafias corretas.

5. Multitasking

O Instituto de Psiquiatria da Universidade de Londres publicou, em 2010, um estudo revelando que a constância em multitarefas pode ser mais prejudicial ao QI humano do que o consumo de algumas drogas, como a Cannabis sativa. O mesmo estudo ainda foi utilizado para revelar que as pessoas com muitas tarefas simultâneas podem acabar com desempenho inferior ao de pessoas com privação do sono.

O cérebro travou? (Fonte da imagem: ThinkStock)

A conclusão a que chegamos nesse ponto é de que é mais indicado fazer uma tarefa de cada vez do que tentar fazer muitas ao mesmo tempo. Isso pode ser benéfico não apenas ao seu cérebro em longo prazo, mas também aos resultados imediatos, pois a atenção redobrada a uma única função pode ser realmente um ponto positivo.

.....

Você já havia pensado que esses avanços tecnológicos poderiam ser prejudiciais ao cérebro humano? E você consegue pensar em outro item da atual tecnologia que possa fazer com que as pessoas fiquem menos inteligentes?

As duas empresas vêm trabalhando em conjunto para entregar uma experiência personalizada, rápida e com maior eficiência de energia.

Por Lucas Karasinski

Apresentação da arquitetura Haswell (Fonte da imagem: Reprodução/Venture Beat)

A nova arquitetura Haswell desenvolvida pela Intel para a sua próxima família de processadores deve contar com um reforço de peso já em seu lançamento: o também novíssimo Windows Blue, versão otimizada do Windows 8. Ambos devem chegar juntos ao mercado já no próximo mês de junho – e ambas as empresas prometem boas novidades.

Segundo apurou o CNet, as duas gigantes da tecnologia estão trabalhando juntas para trazer na metade do ano alguns produtos com os dois lançamentos. Tanto o Windows blue quanto os Haswell devem aparecer em diversas novas linhas de ultrabooks e aparelhos híbridos que misturem tablets e notebooks.

Mais rápido, mas com menor consumo

Um dos principais objetivos da nova arquitetura desenvolvida pela Intel é diminuir gasto energético do processador. Segundo o CEO da Intel, Paul Otellni, essa é a maior revolução de uma geração para a outra quando o assunto é a diminuição no consumo de energia. Isso, é claro, tratando somente dos produtos da empresa.

(Fonte da imagem: Reprodução/BGR)

Para aproveitar todo esse potencial, a Intel procurou a Microsoft, que deve otimizar o Windows Blue para os gadgets que vierem com o novo processador. A fonte do CNet “entregou” algumas informações sobre o desenvolvimento e cita que “você poderá comprar um ultrabook extremamente rápido, mais veloz que um computador com um processador Ivy Bridge – mas com bateria bem mais longa”.

Para isso, diversos fatores dentro do sistema operacional deverão colaborar. O CPU Haswell, junto com o Windows Blue, poderá proporcionar uma evolução do “standby”. Algo como se quando o computador entrasse em “Repouso”, ele continuasse conectado com ferramentas como o email e as redes sociais, mantendo tudo atualizado e sem a necessidade de você ter que explorar a internet atrás dessas informações, por exemplo.

Existem situações e doenças que geram dores insuportáveis, até mesmo após medicação.



As dores “convencionais”, como de cabeça, musculares e de estômago, podem ser eliminadas com remédios. Contudo, existem situações que nem mesmo os mais potentes analgésicos são capazes de resolver.

O site Discovery News entrou em contato com Allan Basbaum, responsável pelo Departamento de Anatomia da Universidade da Califórnia e editor da PAIN, periódico oficial da Associação Internacional de Estudos da Dor, para criar uma lista das condições físicas mais dolorosas para os seres humanos.

É válido mencionar que a ordem de apresentação das dores não representa que uma situação seja mais dolorida que a outra, pois a intensidade de dor pode variar de acordo com o organismo da pessoa e o estágio da doença.


1. Cefaleia em salvas

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

A cefaleia em salvas é considerada a dor de cabeça mais forte pela medicina atual. Ela se caracteriza por atingir apenas uma parte do crânio (geralmente na área ocular ou temporal), causa entupimento ou escorrimento nasal e deixa os olhos lacrimejantes. As crises podem durar de 15 minutos a 3 horas em ciclos de até oito vezes ao dia.

Esse tipo de dor é rara: apenas 0,1% da população dos EUA, por exemplo, sofre com ela — segundo dados do Centro de Dor de Cabeça da Universidade da Califórnia. Contudo, as mulheres que já a sentiram chegam a compará-la com a dor do parto sem anestesia.

2. Cálculo renal

O cálculo renal (popularmente conhecido como pedra no rim) consiste na constituição de massas sólidas a partir da cristalização de sais minerais nos rins ou canais urinários. Essas formações rígidas causam dores que se espalham pelo abdômen, costas, lateral do corpo e até na virilha, além de gerar náusea, vômito e urina fétida.

3. Neuralgia do trigêmeo

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

Também conhecida como doença de Fothergill ou síndrome da dor facial paroxística, a neuralgia do trigêmeo é um distúrbio que afeta um dos mais importantes nervos da nossa cabeça, o nervo trigêmeo. Ela causa intensas e constantes dores nos olhos, nariz, mandíbula, testa e até no couro cabeludo. Essa situação é mais comum entre as mulheres com mais de 40 anos.

4. Lesão medular

Além de correr o risco de ficar paralítica ou tetraplégica, a pessoa que sofre uma lesão na sua medula espinhal sente dores extremamente fortes. Allan Basbaum explica que “a experiência da dor é interpretada pelo cérebro. Só porque não há entrada, isso não significa que o cérebro não terá uma resposta”.

5. Queimadura

Queimaduras causam dor contínua, que piora quando a pele é esticada ou apenas levemente tocada, o que acontece devido aos nervos danificados. Além disso, o próprio tratamento de recuperação ocasiona dores adicionais, pois as limpezas e trocas de curativos regulares necessárias geralmente acabam gerando incômodos.

6. Pedra na vesícula

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Tendo como nome científico colelitíase, a pedra na vesícula é basicamente a formação de cálculos rígidos na vesícula biliar, os quais podem evoluir para uma inflamação desse órgão. O sintoma dessa doença é uma dor súbita que pode perdurar por 5 horas na região superior direita do abdômen e ser acompanhada de vômito, febre, alteração de fezes e amarelamento da pele e da parte branca dos olhos.

7. Parto

O nascimento de uma criança causa dores tão intensas na mãe que as dores do parto servem até como uma referência de comparação entre outras situações, como mencionamos acima na apresentação do cálculo renal.

Fonte  Discovery News

Muito chocolate para deixar qualquer um com água na boca.



A Páscoa está chegando e, antes que seja tarde demais para você fazer um pedido mais específico ao Coelhinho, selecionamos os três maiores ovos de chocolate do mundo. Prepare-se para a tortura.


3 – Bélgica

Em 2005, este lindo ovo de 8 m de altura foi produzido com nada mais nada menos que 1.950 kg de chocolate, ou, ainda, 50 mil barras. O tempo gasto para terminá-lo foi 525 horas.

Fonte da imagem: Reprodução/Inventors

2 – Argentina

Na Páscoa do ano passado, Bariloche apresentou ao público um ovo imenso, com 8,5 m de altura, pesando 4 toneladas. Para fazer esta delícia em tamanho gigante, foi preciso que 27 pessoas trabalhassem oito horas por dia durante duas semanas. A equipe responsável pela produção do ovo explicou que o processo foi feito em etapas, separando várias camadas de chocolate.

Fonte da imagem: Reprodução/DailyMail

1 – Itália

Presente no Livro dos Recordes, este ovo é considerado o maior do mundo. A delícia gigante foi feita em 2011, medindo mais de 10 m de altura, 19 m de circunferência e pesando 7,2 toneladas!

Fonte da imagem: Reprodução/GuinnessWorldRecords

Fonte  Guinness World Records Daily Mail Neatorama G1

As fontes de inspiração são as mais variadas: união de termos dos idiomas dos países de origem, redução das nomenclaturas originais, riachos e até animais.



Ao longo do dia temos contato com uma série de produtos e serviços de grandes e famosas empresas, algumas com nomes bem marcantes. Mas você já parou para pensar o que as nomenclaturas dessas companhias representam ou como elas surgiram? O site Today I Found Out fez um apanhado do histórico de diversas marcas e nós fizemos uma seleção das mais interessantes para você.


Lego

No ano de 1934, o carpinteiro dinamarquês Ol Kirk Kristiansen pediu para que seus funcionários o ajudassem a encontrar um bom nome para a empresa de brinquedos em crescimento. Uma das propostas foi “Lego”, uma contração das palavras “leg godt” — que em português significa “brincar bem”.

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Adidas

A companhia foi batizada com o apelido do seu fundador Adolf Adi Dassler, que era chamado por “Adi-Das”. Outro fato curioso é que Rudolf Rudi Dassler, seu irmão, fundou uma fábrica de tênis chamada Ruda, a qual mais tarde passou a se chamar Puma.

Sony

O nome desta empresa vem da palavra latina “sonus”, que significa “som”. Ele foi escolhido porque a pronúncia desse termo é o mesmo na maioria dos idiomas. Além disso, “sonny” é usado como um sinônimo para jovens inteligentes. Contudo, é válido salientar que a companhia surgiu com outra nomenclatura: Tokyo Telecommunications Engineering Corporation.

Nintendo

A japonesa foi batizada a partir da união de algumas palavras da língua do seu país de origem. “Nin” significa “confiado ou deixado” e “ten-dou” corresponde a “céu”. Assim, formou-se a “Nintendo”, ou “deixe a sorte para o céu”.

Starbucks

Fonte da imagem: Divulgação/Starbucks

Saindo do convencional, a cafeteria mais famosa do planeta teve o seu nome inspirado na literatura, mais especificamente o personagem Starbuck da obra Moby Dick — romance criado por Herman Melville em 1851.

Pepsi

Vendida originalmente como tônico digestivo, a fábrica adotou uma nomenclatura derivada da enzima pepsina, a qual é liberada pelas paredes do estômago para transformar as proteínas em peptídeos mais simples e fáceis de serem digeridos.

Reebok

Fonte da imagem: Reprodução/WildLifeSafari

Um rhebok (pelea capreolus) é uma espécie de antílope encontrado nas savanas africanas. O nome do animal inspirou o neto do fundador da J.W. Foster and Sons a rebatizar a empresa herdada 53 anos após a sua fundação. O termo foi encontrado em um dicionário fornecido para quem participava das aventuras pelos territórios da África do Sul. Lá, a grafia do mamífero é “Reebok”.

Adobe

John Warnock, um dos fundadores da companhia, morava em uma casa perto de um córrego de águas conhecido como Adobe Creek, nos EUA, e aproveitou a paisagem da sua vizinhança para escolher o nome da sua empresa.

eBay

O site de comércio eletrônico foi originado com o nome de Echo Bay Technology Group, mas o domínio “EchoBay.com” já estava sendo usado. Então, os donos da empresa resolveram encurtar a nomenclatura e adquirir o endereço “eBay.com”.

Sega

Fonte da imagem: Divulgação/Sega

“Sega”, na verdade, é meramente uma concatenação de “Service Games of Japan”. A primeira atividade da companhia era importar máquinas de pinball para as bases militares dos EUA no litoral do Oceano Pacífico.

Nokia

A empresa recebeu o nome da cidade em que estava sediada: o município de Nokia, na Finlândia. O ramo inicial da companhia era bem diferente dos eletrônicos que ela desenvolve e produz atualmente. Ela era uma fábrica de celulose de madeira.

Nabisco

Fundada como National Biscuit Company, a fábrica de biscoitos teve seu nome reduzido muitos anos depois da sua criação. Hoje, ela tem um portfólio de produtos muito mais variado e faz parte da companhia Kraft Foods.

FonteToday I Found Out

Stephen Elop prometeu substituir o aparelho danificado por um produto fabricado por sua própria companhia.




Durante uma entrevista concedida ao canal finlandês MTV3, o CEO da Nokia não teve vergonha de mostrar seu desprezo às concorrentes. Após o apresentador que o questionava exibir um iPhone, Stephen Elop jogou o aparelho no chão com força, prometendo substituí-lo por um dispositivo fabricado por sua própria companhia.

Ao que tudo indica, a situação mostrada na tela foi previamente combinada antes que a gravação fosse iniciada. Prova disso é a calma demonstrada pelo entrevistador e o fato de que o dispositivo da Apple não volta a aparecer em nenhum momento posterior.

Elop também se recusou a responder qualquer pergunta relacionada ao Lumia 928, novo smartphone que supostamente está sendo desenvolvido atualmente pela Nokia. Toda vez que uma questão do tipo surgia, ele logo mencionava o Lumia 620 na tentativa de dissuadir o entrevistador de seu intento.

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget