08/01/12

É na casa da amiga e colega de telonas Reese Witherspoon que o ator Robert Pattinson está refugiado para colocar a cabeça no lugar após descobrir que foi traído pela namorada Kristen Stewart

Reese Witherspoon e Robert Pattinson

Depois de sair da casa onde vivia com a namorada Kristen Stewart (22) em Los Angeles para colocara cabeça no lugar diante da novela que sua vida se tornou nos últimos dias, o ator Robert Pattinson (26) encontrou abrigo na casa de sua amiga e parceira de elenco no filme Água para Elefantes, Reese Witherspoon.

Enquanto Rob está inseguro quanto a que decisão tomar sobre o relacionamento, uma fonte próxima ao casal contou à revista Us Weekly que Kristen “está se matando para salvar a relação. É a única coisa em que ela se preocupa ultimamente”.

Robert Pattinson e Kristen Stwart estão separados há cerca de uma semana após a própria Us Weekly estampar em sua capa as imagens da atriz traindo o namorado com Rupert Sanders (41), diretor do filme Branca de Neve e o Caçador, protagonizado por Kristen.

O concurso 1.411 da Mega-Sena teve dois bilhetes premiados nesta quarta-feira (1º). Cada aposta certa levará um prêmio de mais de R$ 21,5 milhões. 
Confira os números sorteados: 08- 12 - 32 - 44 - 46 - 48.

O sorteio foi realizado em Guanambi, na Bahia. A Mega-Sena estava acumulada havia cinco concursos. Para o próximo concurso, que terá sorteio no sábado (4), a estimativa de prêmio é de R$ 3 milhões.As apostas certas foram feitas em Araucária (PR) e São Bernardo do Campo (SP). A quina teve 360 bilhetes premiados, com quase R$ 13 mil para cada um. Na quadra, o número de acertadores chegou a 21.016. O prêmio é de R$ 313,11 para cada um.

A aposta mínima custa R$ 2 e pode ser feita até às 19h do dia do sorteio.

José Bonato
Do UOL, em Ribeirão Preto (SP)

Uma professora aposentada de 73 anos foi presa em flagrante na manhã desta quarta-feira (1º) depois de entrar armada em uma agência bancária de São José do Rio Preto (438 km de São Paulo) para cobrar R$ 50.

Segundo o delegado Marcelo Goulart da Silva, a mulher passou sem problemas pela porta giratória e, já dentro da agência, apontou o revólver calibre 22 para o alto e perguntou quem lhe pagaria os R$ 50 que teriam faltado em saque realizado por ela direto no caixa, na véspera.

“Quando alguém falou em chamar a polícia, ela deixou o banco, mas alguns funcionários anotaram a placa do carro dela e chamaram a Polícia Militar. Ela foi seguida e detida ainda no elevador do prédio onde mora”, disse o delegado.

Para localizar a mulher, a Polícia Militar contou até mesmo com a ajuda de um helicóptero. À polícia, a professora teria admitido a ameaça mas disse que não pretendia fazer disparo. Segundo o delegado, ela demonstrou arrependimento depois de ter sido presa. Foi liberada depois de pagar fiança no valor de um salário mínimo (R$ 622).


Formada em letras e filosofia, com especialização em literatura portuguesa, Janet disse que defende o porte de arma para a população. "Toda mulher que se preze tem de usar uma arma para a segurança dela. Sou a favor do porte de arma. A polícia tem de tirar a arma dos bandidos e não das pessoas de bem. Se os bandidos podem usar arma, porque não podemos?", comentou a professora, enquanto esperava atendimento no plantão policial.

De acordo com a Polícia Civil, a pistola está registrada no nome da mulher, mas ela não poderia usá-la fora de casa. O crime para porte ilegal de arma prevê pena de dois a quatro anos de prisão.

A assessoria de imprensa do banco Itaú foi procurada pela reportagem do UOL para comentar se houve falha no detector de metais da porta giratória. Por meio de nota, a assessoria disse que a instituição “lamenta o ocorrido”. “Estamos apurando rigorosamente este fato e tomaremos as providências necessárias”, diz o texto.

(Com Agência Estado)


Cuba Gooding Jr. é acusado de empurrar garçonete

O ator americano vencedor do Oscar Cuba Gooding Jr. se entregou nesta quarta-feira (1) à polícia de Nova Orleans, no sul dos Estados Unidos, sob acusações de ter empurrado uma garçonete duas vezes durante uma briga em um bar, informaram as autoridades.

O ator "se reuniu com policiais nesta manhã", indicou a porta-voz da polícia Hillal Williams à AFP.

"Uma intimação por agressão foi emitida. Agora (sua ficha) entra no sistema judicial", acrescentou.

A garçonete disse à polícia que Gooding Jr. chegou ao bar, em Bourbon Street, às 3h, com um grupo de pessoas. Os clientes não demoraram a reconhecer a estrela de "Jerry McGuire", e começaram a pedir para tirar fotos com ele.

"A garçonete disse que Gooding Jr. logo se irritou com eles", segundo um comunicado da polícia. A garçonete contou que se aproximou de Gooding Jr. e pediu que se acalmasse, e foi então que ele "supostamente, a empurrou com a mão aberta".

Um colega de trabalho chamou a polícia, e a garçonete disse a Gooding Jr. que ele teria que deixar o local. "Gooding Jr. supostamente a empurrou de novo, e saiu do bar", de acordo com o comunicado.

O representante do ator afirma que ele está "agindo com rapidez para resolver o mal entendido".



Cena de "Um Corpo que Cai", de Alfred Hitchcock

O filme "Um Corpo que Cai", de Alfred Hitchcock, é eleito o melhor filme de todos os tempos, em pesquisa organizada pela revista do British Film Institute, a "Sight & Sound". Ele pegou o lugar que, até então, era ocupado, há 50 anos, por "Cidadão Kane", de Orson Welles.

Para chegar ao resultado, a publicação entrevistou 846 críticos de cinema, acadêmicos, distribuidores, roteiristas e programadores de todo o mundo --número bem maior do que as 144 pessoas que escolhiam o melhor trabalho, há dez anos. "Um Corpo que Cai" (1958), entrou pela primeira vez na pesquisa em 1982 --dois anos depois da morte de seu diretor-- e ficou na sétima posição. Durante sua carreira, Hitchcock foi ignorado pela maioria dos críticos. Sua reputação, no entanto, foi crescendo ao longo do tempo.

O longa de Hitchcock venceu "Cidadão Kane" com uma margem de 34 votos. Na história, James Stewart vive um detetive que investiga as estranhas atividades da mulher de seu amigo, interpretada por Kim Novak.

"Kane" também ficou em segundo lugar em outra enquete da publicação, que fez a mesma pergunta a 358 diretores, tais como Martin Scorsese, Quentin Tarantino, Francis Ford Coppola, Woody Allen e Mike Leigh. Na seleção deles, o filme vencedor foi "Era Uma Vez em Tóquio", de Yasujiro Ozu.

De acordo com os pesquisadores, o aumento no número de participantes "reflete o impacto da internet e a proliferação e aumento da influência dos comentaristas de filmes no novo meio".

"O encouraçado Potemkin", de Sergei Eisenstein, que esteve na lista por 50 anos, saiu do ranking neste ano. Dos três filmes mudos que estão entre os dez melhores, "O Homem da Câmera", de Dziga Vertov, é novato; "Aurora", de F. W. Murnau, passou para o 5º lugar e "A Paixão de Joana d'Arc", de Carl Theodor Dreyer, volta à lista.

De acordo com os organizadores, as mudanças na lista também podem ser explicadas pela facilidade em encontrar filmes antigos em DVD e pelo aumento de exibições de filmes com acompanhamentos musicais ao vivo.

Confira os dez melhores filmes de todos os tempos eleitos por críticos em enquete da "Sight & Sound":

"Um Corpo que Cai",(Hitchcock, 1958);
"Cidadão Kane", (Welles, 1941);
"Era Uma Vez em Tóquio", (Ozu, 1953);
"A Regra do Jogo", (Renoir, 1939);
"Aurora", (F. W. Murnau, 1927);
"2001 - Uma Odisséia no Espaço", (Kubrick, 1968);
"Rastros de Ódio", (Ford, 1956);
"O Homem da Câmera", (Dziga Vertov, 1929);
"A Paixão de Joana d'Arc", (Dreyer, 1927);
"8 ½" (Fellini, 1963).

Veja os dez melhores de todos os tempos eleitos por diretores de cinema:

"Era Uma Vez em Tóquio", (Ozu, 1953);
"2001 - Uma Odisséia no Espaço", (Kubrick, 1968), e "Cidadão Kane", (Welles, 1941);
"8 ½" (Fellini, 1963);
"Taxi Driver", (Scorsese, 1980);
"Apocalypse Now", (Coppola, 1979);
"O Poderoso Chefão", (Coppola, 1972) e "Um Corpo que Cai", (Hitchcock, 1958);
"O Espelho", (Tarkovsky, 1974);
"Ladrões de Bicicleta", (De Sica, 1948).

Estudo mostra que ingerir pelo menos três xícaras por dia pode evitar carcinoma de células basais

por Anna Azvolinsky e MyHealthNewsDaily

©Subbotina Anna/ Shutterstock



De acordo com um novo estudo, proteção contra o câncer de pele já pode ser adicionada à lista de benefícios que beber café traz à saúde. A pesquisa mostrou que mulheres que beberam mais de três xícaras de café por dia apresentaram uma tendência 21% menor de desenvolver carcinoma de células basais (CCB, o tipo mais comum de câncer de pele), quando comparadas a mulheres que beberam menos de uma xícara por mês. Em homens a redução de risco foi de 10%.

“O mais provável é que o efeito protetor venha da cafeína, já que os voluntários que ingeriram a bebida descafeinada não mostraram diminuição de riscos”, suspeita Jiali Han, principal autor do estudo e professor associado da Escola de Medicina de Harvard e da Escola de Saúde Pública de Harvard,em Boston. Apesarde a redução do risco de desenvolver CCB ter sido observada também em quem consumiu quantidades semelhantes de cafeína proveniente de outras fontes como chá, chocolate e refrigerantes, o café foi a maior fonte de cafeína entre a população do estudo, representando 78,5% de toda a ingestão da substância.

Durante a pesquisa, que durou 20 anos, os participantes completaram questionários sobre dieta alimentar e forneceram informações a respeito de seus fatores de risco para o câncer, incluindo histórico familiar de melanoma, reações a queimaduras solares, cor da pele e exposição à luz direta do Sol. Além disso, os voluntários passaram por exames que verificavam sinais de câncer de pele. Por fim, os cientistas concluíram que 22.786 participantes desenvolveram carcinoma de células basais, 1.953 carcinoma de células escamosas (CCE) e 741 melanoma.

Como o número de pacientes diagnosticados com melanoma ou CCE foi pequeno, não está claro se a cafeína realmente não tem efeito sobre esses tipos de câncer ou se seria necessário mais tempo de estudo, ressaltou Han. “Dentro de aproximadamente uma década pode ficar mais claro se a cafeína ajuda a combater outros tipos de câncer de pele”, reforçou o pesquisador.

Han alerta, porém, que o estudo não é conclusivo: ele mostrou uma associação, não uma relação direta de causa e efeito entre café e risco de câncer de pele. Ele enfatizou também que apesar de parecer provável que o benefício venha da cafeína, isso ainda é uma hipótese: “Há vários compostos no café, incluindo antioxidantes. O processo de descafeinização pode remover outros compostos, então não podemos garantir que a cafeína seja o único fator responsável pelo efeito”, ponderou Han.

Já Lorelei Mucci, professora associada de epidemiologia da Escola de Saúde Pública de Harvard, que não se envolveu na pesquisa, levanta outro receio: “Espero que as pessoas não passem mais tempo ao Sol só porque bebem café”, reforça. “Ainda precisamos entender muitas coisas sobre o CCB”.

O estudo foi publicado em 2 de julho na Cancer Reserch; alguns dos resultados foram apresentados em um encontro de pesquisas sobre o câncer, em 2011.

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget