05/27/15

Europa: Nasa quer descobrir se água da lua de Júpiter pode abrir vida 



 A Nasa anunciou e detalhou uma missão importante nesta semana. A agência espacial americana irá enviar uma nave não tripulada para ver se é possível haver vida em Europa. 

Obviamente não estamos falando do velho continente. Europa é uma das 67 luas conhecidas do planeta Júpiter. A Nasa acredita que o satélite talvez possa suportar vida. 

A possibilidade é vaga, principalmente pela falta de dados concretos que existem sobre a lua. É para corrigir este problema que a agência irá enviar a espaçonave Europa Clipper em algum momento da próxima década. 

A Europa Clipper contará com nove instrumentos diferentes que farão medições enquanto a nave orbita a lua. Os instrumentos irão analisar a profundidade da camada de gelo sobre o planeta, composição química, temperaturas, entre outras informações.

“Nós acreditamos que Europa tem os ingredientes necessários para a vida”, disse Roberto Pappalardo, cientistas da equipe, ao site Vox. “Não apenas água líquida, mas provavelmente os elementos certos e energia química que permitiria a vida também.” 

Europa é uma lua curiosa. Ela é uma das quatro maiores do planeta Júpiter. Foi descoberta pro Galileu Galilei em 1610. Sua superfície é de gelo. Estima-se que a camada superficial de gelo seja de profundidade entre 1,5 km até 32 km. 

A temperatura do planeta é baixa. Por causa da distância do sol, a sua região equatorial (e mais quente) tem temperaturas de -162°C. As regiões polares têm temperaturas de -223°C. 

Cientistas acreditam, no entanto, que por causa da gravidade exercida por Júpiter, sob a camada de gelo exista um oceano de água líquida. A estimativa é que, mesmo com tamanho muito menor do que o da Terra, Europa tenha duas vezes mais água do que nosso planeta. 

Com as medições geradas pela Europa Clipper, a Nasa pretende descobrir se as águas da lua abrigam vida ou se seria ao menos possível que existisse vida por lá.

Pena de morte: Nebraska se transforma assim no 19ª estado americano a abolir a pena capital no país 

Da EFE

Austin - A assembleia legislativa do Nebraska (EUA) aprovou nesta quarta-feira a abolição da pena de morte no estado, com 30 votos a favor e 19 contra, o suficiente para derrubar o veto imposto pelo governador Pete Ricketts. 

O Nebraska se transforma assim no 19ª estado americano a abolir a pena capital no país, uma pena que continua sendo legal nos outros 31 estados dos EUA.

Antraz: não existe um risco público como consequência disto 

Da AFP

Washington - Militares americanos enviaram pelo menos uma amostra viva de antraz a um laboratório comercial de Maryland, mas não existe um risco público como consequência disto, afirmou nesta quarta-feira um funcionário do Departamento da Defesa. 

Um laboratório do Departamento de Defesa em Utah transferiu "inadvertidamente" a amostra de antraz para um laboratório comercial e as autoridades governamentais de saúde continuam examinando outras amostras que foram enviadas a laboratórios em outros nove estados, disse o funcionário aos jornalistas. 

"Não se conhece nenhum risco para o público em geral e não há suspeitos ou casos confirmados de infecção por antraz entre os trabalhadores potencialmente expostos em laboratório", disse em um comunicado o coronel Steven Warren, porta-voz do Pentágono. 

A amostra ativa de antraz foi descoberta pelo laboratório comercial em 22 de maio e outros laboratórios foram, então, informados, acrescentou a fonte.

O laboratório do Departamento de Defesa de Dugway Proving Grounds rotineiramente envia amostras "dead" (mortas) de antraz, inativadas por radiação, para pesquisas científicas, informaram autoridades da Defesa. 

O Pentágono colabora com o Centro para o Controle de Doenças americana, que investiga o incidente, acrescentaram. 

A doença letal, provocada por antraz, é transmitida por esporos, que foram usados em programas de armas biológicas nos Estados Unidos e em outros países. 

O Departamento da Defesa, acrescentou seu porta-voz, "deixou de enviar material deste tipo de seus laboratórios, enquanto durar a investigação", indicou.

Colegas caem na risada enquanto estudante até "passa a mão" na professora em Araçuaí

O vídeo de uma briga entre um aluno de 14 anos e uma professora na Escola Estadual Dom Jose de Haas, em Araçuaí, no norte de Minas, provocou revolta no Facebook. O estudante xinga a professora, joga os livros dela no chão, dá tapas e, não satisfeito, ainda passa a mão nas partes íntimas da educadora. Confira o vídeo
Foto: Facebook / Reprodução 

O jovem estuda na 6º série e, segundo a vice-diretora, esteve internado por decisão judicial em 2014 por ter agredido um jovem com um tijolo. Silvana da Cunha Melo reclama: 
— Ele nunca respeitou ninguém, não tem limite. A professora ficou tão constrangida que nem denunciou no dia. Quando fiquei sabendo, a levei na delegacia para fazer boletim de ocorrência. O vídeo não mostra, mas ele chegou a dar um chute nela


O caso aconteceu no dia 10 de abril deste ano, mas o vídeo só foi postado na internet nesta semana. Silvana explica que não permitiu a entrada do aluno na escola depois do episódio:

— No dia 23 de abril convocamos o colegiado e ficou decidido que ele não seria mais aceito até uma decisão judicial, que até hoje não ocorreu. Em protesto, ele veio até a porta da escola, ficou chutando o portão e ameaçou quebrar o meu carro

Segundo a vice-diretora, o jovem tem estrutura familiar "complicada".

— O irmão mais velho já foi preso, o lugar em que mora é difícil, tudo contribui. Quando os pais não ajudam na formação, não comparecem na escola, é complicado. Hoje em dia o aluno faz o que quer e o professor não é respeitado
Foto: Facebook / Reprodução 

As agressões são testemunhadas por outros alunos, que riem. "Você é feia, desconfia. Você tem homem?". Ele joga os livros no chão e dá ordens: "vai pegar, p..., vai pegar agora". Ele ainda toca as partes íntimas da educadora. "Está com medo de se sentir ofendida? nao vai falar nada? Você está tremendo, querida? E se eu pegar nos seus p...? Vagabunda". Diante das agressões, a professora também perde o controle, xinga e chega a dar um tapa no aluno

Em nota, a Secretaria de Educação afirma que uma superintendente e uma coordenadora vão a Araçuaí nesta quarta-feira (27) para apurar o caso e têm reunião marcada com a direção da escola, professores pais e o colegiado. A secretaria afirma que " a primeira providência será identificar os antecedentes sem perder de vista os dois sujeitos envolvidos na situação" e que "sabe da importância de desenvolver ações com foco na prevenção e enfrentamento da violência física e psicológica no ambiente escolar"

A professora F.L.L. não foi encontrada na escola nesta terça-feira (26) para dar entrevista

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget