03/07/15

Indignada com uma maldade da internet, uma mulher resolveu ser solidária a Sean, um homem obeso que estava sendo ridicularizado apenas por dançar em uma festa.

No site "4chan", um post anônimo tirava sarro do homem, que aparecia tentando dançar na primeira foto e cabisbaixo na outra.

"Vi este espécime tentando dançar outro dia. Ele parou quando viu que estávamos rindo", dizia o autor da postagem.

Reprodução/Twitter/CassandraRules

Homem obeso é ridicularizado por dançar :(

A postagem chegou a outro site, o Imgur, onde um usuário reclamou da atitude dos outros internautas.

"Acho esse comportamento absolutamente desprezível. Se você está aí, cara grande, deixa esse pessoal pra lá. Continue dançando", dizia a mensagem, que recebeu mais de 17 mil curtidas.

O drama chegou a Cassandra Fairbanks, uma californiana que se solidarizou com a história. Ela teve a ideia de organizar uma festa e chamar o homem para dançar à vontade.

Com a ajuda de suas amigas, Cassandra espalhou a hashtag #FindDancingMan (encontrem o homem dançante) por meio das redes sociais.

Em alguns dias, o homem foi encontrado e Cassandra comemorou no Twitter: "Obrigado, internet, por ajudar a restaurar a fé na humanidade! Ele vai ficar feliz com o que estamos preparando", escreveu ela, antes de anunciar seu convite.

O convite de Cassandra, publicado por ela nas redes, é uma festa com quase 2.000 mulheres só para que Sean possa dançar em paz.




"Homem dançante, não sabemos muito sobre você, mas uma foto na internet sugere que você queria dançar e foi levado a se sentir como se não devesse. Queremos te ver dançando livremente e, se você quiser, queremos nos juntar a você. Estamos preparadas para dar uma festona para você! Somos 1.727. Todas mulheres. Se você não se empolgar, tudo bem. Aceitamos um não como resposta. Mas gostaríamos de saber: nos conceda essa dança? Com sinceridade: um grupo ocasional de mulheres entusiasmadas na Califórnia."

E quem diria: ele não só foi encontrado, como respondeu a mensagem e aceitou participar da festa!

Não importando a localidade, cultura ou situação social e econômica, as crianças sempre estão à procura de brincadeiras e diversão.

As 32 imagens abaixo mostram que nossas crianças gostam mesmo é de brincar, não importa onde estejam.

Muitos dizem que a tecnologia está estragando a criatividade, assim como esse tipo de interação com a natureza. Mas parece que não para todas.



Indonésia









Rússia




Burkina Faso



Myanmar


Tajiquistão


Índia




Vietnã

Gana


Estônia



Tailândia





África do Sul



Peru


Etiópia


Itália


Israel


Estados Unidos


Uganda


Romênia


Dor: caracterizada pela degeneração da cartilagem, osteoartrose causa dor que pode atingir joelhos, quadril e mãos


Beto Coura, da AGÊNCIA BRASIL

Estudo do Instituto de Física de São Carlos associou duas técnicas, o ultrassom e o laser, em um aparelho capaz de acelerar a reparação dos tecidos e apresentar efeito anti-inflamatório e analgésico.

Pesquisadores orientados por Alessandra Rossi Paolillo provocaram dor em camundongos e ratos. Houve tratamento com laser, outro apenas com ultrassom e um terceiro com a união dos dois. O grupo tratado com a associação das duas técnicas apresentou o melhor resultado tanto no alívio da dor quanto no relaxamento muscular.

O aparelho, desenvolvido por Vanderlei Salvador Bagnato, pode ser usado na reabilitação de lesões decorrentes do trabalho e do esporte, além de doenças articulares e nos tendões.

O foco da pesquisa foi reduzir a dor da osteoartrose, que é uma doença das articulações, caracterizada pela degeneração da cartilagem, podendo atingir a região dos joelhos, quadril, coluna vertebral, tornozelos, pés, ombros, cotovelos e mãos.

Os sintomas da osteoatrose incluem deformidades ósseas, processo inflamatório, edema, rigidez e instabilidade articular, diminuição da amplitude de movimento, fraqueza muscular, entre outros. A doença causa dor nos pacientes e dificuldades em atividades do dia a dia.

Para proporcionar melhor qualidade de vida a mulheres da terceira idade, o grupo fez testes clínicos nas mãos e nos joelhos das pacientes. “Os principais resultados foram o alívio da dor e o aumento da funcionalidade da mão e dos membros inferiores. Constatamos os benefícios usando um equipamento, chamado algômetro, que avalia o limiar de dor, além de testes de função de mão e de joelho”, explicou a pesquisadora Fernanda Rossi Paolillo, irmã de Alessandra, a coordenadora.

Em um dos casos, uma paciente reabilitou a mão e passou a praticar remo com o marido. Fernanda lembra que outras mulheres conquistaram maior independência nas atividades do dia a dia, como cozinhar, cuidar da casa e até bordar, além de fazer caminhadas e exercícios físicos.

Francisca Aparecida Milaré, de 61 anos, participou dos testes com o novo aparelho. Ela contou que sentia muita dor nos joelhos e chegou a ficar com a perna travada no meio da rua, sem conseguir se locomover. “Não dava mais para subir uma escada, apesar de eu fazer exercício, mas tinha que tomar anti-inflamatório forte, os mais fracos não resolviam mais”, disse.

Outra dificuldade que ela enfrentava era conseguir dormir, por não encontrar uma posição confortável, que não lhe causasse dor. “Tinha que deitar e a perna não descansava, tinha aquela dor que incomoda, põe travesseiro, muda de posição… não dormia”, relatou.

Depois do tratamento com laser e ultrassom, ela se diz muito satisfeita. “Muito bom, eu tomava muito remédio e agora não tomo mais anti-inflamatório. Nossa, você não imagina como é bom, viu! Melhorou muito meu joelho”, finalizou.

Durante os testes, observou-se que o efeito do tratamento pode ser percebido nas primeiras aplicações da técnica. Mas alguns começam a sentir uma melhora entre três e cinco sessões, cada uma com duração de 15 a 30 minutos.

O aparelho é de fácil manuseio e pode ser transportado por uma só pessoa. “A simplicidade na aplicação e sua portabilidade permitem que os atendimentos não sejam somente feitos em clínicas, mas também em domicílio”, disse a pesquisadora.

Além da reabilitação, o equipamento é apropriado ao tratamento estético e atende pessoas com flacidez cutânea e gordura localizada, acrescentou Fernanda.

Os pesquisadores Herbert João, Jéssica João e Daniele Fernandes Frascá integraram o grupo que desenvolveu o novo aparelho.


Leon Neal/AFP Photo

O trabalho humanitário é marca registrada da atriz americana Angelina Jolie. Embaixadora da ONU e com três filhos adotados após missões no Sudeste Asiático e na África ela já foi ganhadora do Jean Hersholt Humanitarian Award, premiação do Oscar que reconhece ações sociais de destaque.

No começo de fevereiro Jolie anunciou mais um projeto para somar às suas ações pela igualdade. Junto com o ex-ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, William Hague, ela fundou o Centro sobre Mulheres, Paz e Segurança, na London School of Economics (LSE), que tem como objetivo dar poder ao sexo feminino.

A partir de 2016, o novo centro vai oferecer um mestrado sobre a questão de gênero e também dará apoio ao Preventing Sexual Violence Initiative (PSVI), programa que a atriz co-fundou em Haia em 2012 e que chama atenção para a violência sexual em áreas de conflito. Além dessas ações, Angelina também financiou a construção de uma escola para meninas no Afeganistão, numa região onde há inúmeros refugiados e que os homens têm educação privilegiada.

Go, Angie!


Quantidade máxima de açúcar recomendada pela OMS é de menos de duas colheres de sopa


Luciana Carvalho, de EXAME.com

        A inocente sobremesa depois do almoço já não é mais tão inocente assim. Diante dos comprovados prejuízos que o excesso de açúcar tem provocado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estabeleceu uma nova diretriz: incentivar os países a reduzirem o consumo de açúcar para até 5% da dieta diária da população.

Na vida prática, isso significa consumir no máximo 25 gramas do doce por dia, algo em torno de 6 colheres de chá ou um pouco menos do que duas colheres de sopa. Pareceria uma quantidade razoável se o órgão considerasse apenas a adição de açúcar que fazemos no dia a dia, como no cafezinho.

Mas a indicação da OMS engloba também o açúcar “escondido” nos alimentos industrializados e feitos em casa, como biscoitos, bebidas, bolos, e, ainda, naqueles açúcares naturais presentes no mel, em xaropes, sucos de fruta e concentrados de fruta. Uma latinha de 350 ml refrigerante, por exemplo, chega a ter quase 40g.

Os únicos açúcares que ficaram de fora da mira da organização (e, portanto, não entram na conta dos 25g) são aqueles presentes em frutas e vegetais frescos e integrais, já que não há indícios de que sejam prejudiciais à saúde.

No ano de 2014, a OMS já havia levantado essa ideia de reduzir pela metade a quantidade de açúcar da rotina, cujo teto estabelecido era de 10% da ingestão de alimentos por dia. Agora, a instituição oficializou o novo parâmetro e está empenhada em espalhar a mensagem pelo mundo.

A nova diretriz tem base em diversos estudos que mostram que tanto adultos quanto crianças que consomem menos açúcar têm menos chances de sofrer com obesidade e cáries dentárias do que aqueles que abusam do ingrediente.

As recomendações da OMS aos países incluem a criação de guias alimentares de acordo com os costumes e comidas disponíveis nos locais, assim como novas políticas de rótulos de produtos e educação. Outra indicação é regular o mercado de comidas e bebidas não alcoólicas ricas em açúcares e novas políticas fiscais sobre esses alimentos.

Na esfera individual, a sugestão é, claro, reduzir ao máximo a ingestão dessa substância, que, apesar de muito saborosa, pode causar problemas sérios à saúde.

Harrison Ford: o ator, um piloto experiente, caiu com uma pequena aeronave da Segunda Guerra Mundial 

Da EFE

Los Angeles - O ator Harrison Ford, de 72 anos, está fora de perigo depois que se acidentou nesta quinta-feira com o pequeno avião que pilotava em um campo de golfe próximo do aeroporto de Santa Mónica, na Califórnia, nos Estados Unidos.

"Sofreu algumas pancadas e está sendo atendido no hospital. No entanto, os ferimentos que apresenta não colocam sua vida em perigo e espera-se que se recupere completamente", explicou sua representante, Ina Treciokas, em comunicado.

Ford, um piloto experiente, caiu com uma pequena aeronave da Segunda Guerra Mundial e se chocou contra uma árvore no campo de golfe de Penmar, na cidade de Venice, muito perto do aeroporto de Santa Mónica, de onde tinha decolado minutos antes.

O motor da aeronave, um modelo que era utilizado para o treinamento de pilotos na Segunda Guerra Mundial, falhou após a decolagem e o ator foi obrigado a fazer uma aterrissagem de emergência.

Ford, que estava "alerta, consciente, e respirando" durante a chegada das equipes de emergência, se recupera agora no hospital Cedars-Sinai.

No centro médico, seu filho Ben Ford escreveu no Twitter uma mensagem na qual explica que o ator está bem, apesar dos machucados.

"Meu pai está bem. Machucado, mas bem. Ele é exatamente o homem que você imagina que é. Ele é um homem incrivelmente forte", disse.

Anteriormente, em entrevista coletiva realizada no local do acidente, as autoridades explicaram que os ferimentos do piloto, cuja identidade não foi revelada por respeito às leis de privacidade, eram de "leve a moderado".

Ford estava sangrando e apresentava cortes na cabeça ao ser atendido no campo de golfe após o acidente, que aconteceu por volta das 14h24 locais (16h24 de Brasília).

"Cheguei quando já tinham transportado Ford, mas sei que sofreu ferimentos na cabeça e que dois médicos que estavam no campo de golfe foram os primeiros a prestar atendimento", disse o comissário da cidade de Santa Mónica, Phil Brock.

O acidente de Ford com o pequeno avião aconteceu poucos instantes após a decolagem, afirmou um porta-voz da Administração Federal de Aviação (FAA) à emissora "NBC".

Esta não é a primeira vez que Harrison Ford sofre um acidente aéreo. No ano 2000, um pequeno avião pilotado pelo ator caiu em Lincoln, no estado de Nebraska, mas o intérprete de Indiana Jones não sofreu ferimentos.

Também se envolveu em outro acidente em outubro de 1999, quando participava de um voo de treinamento com um helicóptero e teve que fazer um pouso de emergência. A aeronave acabou virando ao tocar o solo, mas Ford e seu instrutor saíram ilesos desse incidente. EFE

Ele estava desorientado e ferido quando socorrido



Avião que era pilotado pelo ator Harrison Ford após queda em campo de golfe na Califórnia, EUA

Da EFE

Los Angeles - O ator Harrison Ford, de 72 anos, que sofreu um acidente de aviação ontem em Los Angeles, foi resgatado dos destroços da aeronave por alguns golfistas, que o encontraram ensanguentado e desorientado após o impacto, informou nesta sexta-feira o jornal 'Los Angeles Times'.

Ford, que está fora de perigo, decolou do aeroporto de Santa Mónica minutos antes de realizar um pouso de emergência em um campo de golfe próximo por causa de uma falha mecânica, segundo as primeiras informações.

Sua manobra de aproximação foi gravada por algumas testemunhas que estavam próximas do local do impacto e circularam hoje pela internet.

A menos de 50 metros do local da aterrissagem, próximo do buraco 7 do campo, estava o cirurgião Sanjay Khurana, que passava a tarde jogando golfe.

Khurana foi uma das primeiras pessoas a chegar ao local do acidente, onde encontrou Ford coberto de sangue e desorientado, sem saber onde estava.

O médico e outras quatro pessoas se encarregaram de prevenir um possível incêndio, já que havia óleo escapando do pequeno avião, e retiraram o ator, depois que imobilizaram seu pescoço e soltaram o cinto de segurança.

Ford não demorou a se lembrar do que tinha acontecido, segundo as testemunhas, e posteriormente foi transferido com urgência para o hospital Ronald Reagan UCLA Medical Center.

Ford estava 'alerta, consciente, e respirando' quando as equipes de emergência chegaram.

No hospital, seu filho Ben Ford escreveu no Twitter uma mensagem na qual explicava que o ator estava bem, apesar das lesões.

'Meu pai está bem. Machucado, mas bem. Ele é exatamente o homem que você imagina que é. Ele é um homem incrivelmente forte', disse.

Em entrevista coletiva no local do acidente, as autoridades explicaram que os ferimentos do piloto, cuja identidade não foi revelada por respeito às leis de privacidade, eram de 'leve a moderado'.

Esta não é a primeira vez que Harrison Ford sofre um acidente aéreo. No ano 2000, um pequeno avião pilotado pelo ator caiu em Lincoln, no estado de Nebraska, mas o intérprete de Indiana Jones não sofreu ferimentos.

Também se envolveu em outro acidente em outubro de 1999, quando participava de um voo de treinamento com um helicóptero e teve que fazer um pouso de emergência. A aeronave acabou virando ao tocar o solo, mas Ford e seu instrutor saíram ilesos desse incidente. EFE


Imagem de estudo da NASA que sugere que Marte já teve mais água do que o Oceano Ártico

Karen Carneti, de INFO Online

Um novo estudo da NASA sugere que um oceano primitivo em Marte já teve mais água do que o Oceano Ártico.

Para chegar a essa conclusão, cientistas usaram observatórios terrestres para medir sinais de água na atmosfera do planeta vermelho.

O que os pesquisadores ainda não sabem é por que toda essa quantidade de água sumiu da superfície de Marte.

"Nosso estudo fornece uma estimativa sólida de quanta água Marte já teve ao determinar a quantidade de água perdida para o espaço", disse Geronimo Villanueva, um cientista do Goddard Space Flight Center da NASA em Greenbelt, Maryland, e principal autor do novo estudo.

Os cientistas acreditam que, cerca de 4,3 bilhões de anos atrás, Marte tinha água suficiente para cobrir toda sua superfície com uma camada líquida de cerca de 140 metros de profundidade.

O mais provável é que a água tenha formado um oceano ocupando quase metade do hemisfério norte de Marte – atingindo, em algumas regiões, profundidades superiores a 1,6 km.

Com um grande telescópio e outro com raios infravermelhos, os pesquisadores perceberam duas formas ligeiramente diferentes de água na atmosfera de Marte.

Uma delas é a conhecida H2O e, a outra, é a HDO – uma variação que ocorre naturalmente, em que um átomo de hidrogênio é substituído por uma forma mais pesada, o deutério.

A equipe mapeou níveis de H2O e HDO várias vezes ao longo de quase seis anos, e os dados resultantes produziram fotografias globais de cada um dos compostos, bem como suas proporções.

Estes mapas revelam variações regionais chamados de microclimas e mudanças sazonais, apesar de Marte ser essencialmente um deserto.

Os cientistas estavam particularmente interessados em regiões próximas ao pólos norte e sul de Marte, porque as calotas polares possuem o maior reservatório de água conhecido no planeta.

Ao medir a água atmosférica na região próxima à polar, eles determinaram o enriquecimento ou quantidades relativas dos dois tipos de água em calotas polares permanentes no planeta.

O enriquecimento das calotas mostrou o quanto Marte deve ter perdido de água: um volume 6,5 vezes maior que o volume nas calotas polares agora. Isso significa que o volume do oceano de Marte antigamente deve ter sido pelo menos de 20 milhões de quilômetros cúbicos.

"Com Marte perdendo essa quantidade de água, o planeta muito provável foi úmido por um período de tempo maior do que se pensava anteriormente, sugerindo que poderia ter sido habitável por mais tempo", disse Michael Mumma, cientista sênior do Goddard e o segundo autor do estudo.

Assista abaixo ao vídeo, em inglês, sobre a descoberta:

Fatos e fotos
       Um dos vulcões mais ativos da América do Sul, o Villarica entrou em erupção no início desta semana na região de Pucón, sul do Chile. Na madrugada de terça-feira, autoridades do país emitiram um alerta vermelho e evacuaram mais de três mil pessoas que estavam nas cercanias do vulcão.

Enquanto isso, no Japão, Misao Okawa, a mulher mais velha do mundo, celebrou seus 117 anos na cidade de Osaka e, no Nepal, os passageiros de um avião da companhia Turkish Airways levaram um susto ao pousarem no aeroporto de Katmandu (Nepal).

Acompanhe aqui alguns dos fatos de maior destaque e veja as imagens que marcaram a semana por todo o mundo.

Tailândia
Foto de longa exposição mostra pessoas carregando velas durante uma cerimônia religiosa em Bangcoc, na qual são acesas mais de 100 mil lanternas.

Coreia do Sul

Centenas de pessoas se reúnem em um casamento em massa que foi celebrado nesta semana em Gapyeong-un. Segundo a Reuters, aproximadamente 3.800 casais de diversas partes do mundo participaram da cerimônia. O evento se tornou um dos maiores já realizados pela Igreja da Unificação.

Rússia

A Rússia está de luto após o assassinato de Boris Nemtsov, um político opositor e notório crítico do regime de Vladimir Putin. A investigação está apurando diferentes pistas e considera que o crime pode ter caráter político e até religioso, visto o apoio de Nemtsov aos caricaturistas franceses do Charlie Hebdo.

Inglaterra

Um cachorro desembarca de um ônibus ao chegar ao local de uma feira de cães na cidade de Birmingham.

China

Funcionárias servem água aos delegados que participaram da abertura dos trabalhos no Parlamento chinês.

África do Sul

A região da Cidade do Cabo enfrentou nesta semana o seu dia mais quente em 100 anos. A imagem mostra um helicóptero tentando diminuir a proporção dos incêndios que atingem o parque no qual está a floresta Tokai. As altas temperaturas e ventos fortes atrapalham o trabalho das equipes de resgate.

Estados Unidos

Em Nova York, o ator Danny DeVito realizou uma irreverente participação no programa “The Tonight Show Starring Jimmy Fallon”, do comediante americano Jimmy Fallon.

Ucrânia

Separatistas brincam em um carrinho de bagagem no estacionamento do aeroporto de Donetsk, na Ucrânia. O local que está praticamente destruído por conta dos confrontos entre combatentes pró-Rússia e tropas do governo que se iniciaram no ano passado.

Japão

Gatos se aglomeram em um porto na ilha de Aoshima, no Japão. O local é uma pequena vila de pescadores e é dominado por um exército de bichanos. Eles vivem em casas abandonadas e representam a maioria dos “habitantes” na ilha: para cada humano, existem seis gatos.

Hong Kong

Uma mulher arruma joias em uma vitrine durante o Hong Kong International Jewelry Show. Segundo a Reuters, mais de quatro mil expositores de 52 países participam deste evento que terminará no próximo dia 8.

Inglaterra

A mais nova escultura na Trafalgar Square, em Londres, é do artista alemão Hans Haacke. O trabalho mostra o esqueleto de um cavalo com uma espécie de painel, como aqueles usados na bolsa de valores londrina, em sua perna. Segundo a Reuters, a obra representa a relação entre a cidade, o dinheiro e o poder.

Japão

Imagem registra o momento em que a mulher mais velha do mundo, Misao Okawa, come um pedacinho do seu bolo de aniversário. Ela celebrou nesta semana 117 anos de vida em uma clínica de repouso na cidade de Osaka.

Espanha

No último domingo, a Samsung anunciou a sexta geração do seu smartphone topo de linha Galaxy S durante a Mobile World Congress, consagrada feira de tecnologia que acontece anualmente em Barcelona.

Nepal

Foto registra o instante em que os passageiros deixaram a aeronave da Turkish Airlines após ela ter derrapado durante o pouso no aeroporto de Katmandu e acabar com o nariz na pista. De acordo a Reuters, eram transportadas 224 pessoas e ninguém se feriu.



Gabriela Ruic, de EXAME.com

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget