Agosto 2015

(Foto: Reprodução)

A Câmara dos Deputados prepara um projeto de lei que pretende punir quem ofender e difamar políticos na internet. A proposta, elaborada pelo deputado Cláudio Cajado (DEM-BA), também quer responsabilizar criminalmente as redes sociais, portais e provedores que hospedarem os sites e deve ser apresentada em setembro.

De acordo com o relator do projeto, o objetivo é obrigar empresas de internet e provedores a analisarem denúncias de ofensas contra parlamentares e outros usuários. O conteúdo considerado ofensivo deverá ser retirado do ar o mais rápido possível. Se, por exemplo, alguém criar um perfil falso no Facebook que ironize um deputado, tanto o criador da página como a própria rede social poderão seracusados de injúria e difamação, caso a página não saia do ar imediatamente.

"Às vezes, a pessoa faz um 'fake' ofensivo à honra de qualquer pessoa e essas empresas não têm nenhum tipo de controle sobre esses atos criminosos e permitem que eles sejam divulgados. A nossa tese é que quem pratica o crime tem de responder. E quem ajuda a divulgar esse crime tem de ser corresponsável", afirma o deputado.

Segundo ele, a proposta, que pode ser votada nos próximos meses em caráter de urgência, também pode beneficiar o usuário comum, facilitando a identificação de quem promover ódio e a injúria na internet.

Outro projeto de lei, apresentado em junho pelo deputado Silvio Costa (PSC-PE), quer obrigar provedores e sites a coletar dados pessoais de usuários que comentarem em matérias, fóruns e atualizações de redes sociais insitucionais. "Esta vedação [do anonimato na internet] é fundamental para que se possa punir aqueles que, por exemplo, se utilizem da liberdade de expressão para incitar o ódio, para caluniar pessoas ou para fazer apologia ao crime", explica Costa. 

Coração gigante: o órgão da baleia-azul pesa 180 kg e tem 1,5 metro

 Cientistas do Museu Real de Ontario, no Canadá, dissecaram uma baleia-azul e revelaram imagens de como é o maior coração do mundo.

É esperado que um animal com 23,3 metros de comprimento e pesando cerca de 180 toneladas tenha órgãos gigantescos. No entanto, o tamanho de seu coração surpreende.

Ele tem 180 quilos, 1,5 metro de comprimento e, quando estava em ação, bombeava cerca de 60 galões de sangue (220 litros) por batimento cardíaco. Para vias de comparação, o coração humano tem, em média, 12 cm e pesa cerca de 340 gramas.

“Este é o primeiro coração de baleia-azul a ser anatomicamente preservado para exposição e estudo”, disse Jacqueline Miller, uma das pesquisadoras do museu, em um vídeo veiculado pela rede de televisão americana PBS.

O animal foi encontrado morto em Newfoundland, no Canadá. Os cientistas o dissecaram e precisaram de quatro pessoas para retirar o coração de sua cavidade torácica.

Depois disso, eles congelaram o coração em um armazém durante um ano. No mês passado, o coração foi removida da câmara gelada e, agora, Miller e seus colegas estão tampando as numerosas artérias e bombeando cerca de mil litros de formol -- substância que preserva restos mortais -- no órgão.

Após uma semana de “banho de formol”, o coração vai ser desidratado com acetona e cheio com silicone. Quando o silicone endurecer, o órgão estará totalmente preservado. Ele será exibido no museu junto com o esqueleto da baleia.

A baleia-azul é uma espécie em perigo. Não mais do que 12 mil delas habitam os oceanos. Quando elas morrem, seus corpos chegam ao fundo do mar e proporcionam um grande banquete para os outros animais. 

Veja o vídeo abaixo (em inglês) com as imagens da baleia-azul e de seu coração:

Viajar de navio é uma tradição antiga, mas cada vez mais fortalecida com o passar do tempo. As empresas marítimas investem excessivamente em modernidade e os cruzeiros, com serviços impecáveis, acabam se tornando irresistíveis. Outro fator impactante é o tamanho e a capacidade de hóspedes do navio.

Será que você sabe quais são os maiores navios do mundo? O maior que percorre em águas brasileiras é o MSC Splendida, com 333 metros de comprimento. Ele perde por pouco para outros da lista, mas muitos navios estão nessa faixa de tamanho. Poucos centímetros podem fazer a diferença.

O Allure of the Seas vai curtir o posto de maior do mundo por pouco tempo. A empresa Royal Caribbean já anunciou a inauguração do Harmony of the Seas para maio de 2016. A nova aposta da empresa vai superar o atual em poucos centímetros de comprimento e será o maior em altura, superando até a torre Eiffell. A empresa domina a lista.

O Guia da Semana listou os 7 maiores navios de cruzeiro do mundo. Confira a seleção:

1) Allure of the Seas

O navio da companhia Royal Caribbean é atualmente o maior do mundo, com 362 metros de comprimento. O cruzeiro também tem a capacidade para acolher 6.296 hóspedes. A temporada do navio será pelo Mar Mediterrâneo, Caribe e Estados Unidos.

2) OASIS OF THE SEAS

Também da companhia Royal Caribbean, o Oasis of the Seas fica com o segundo lugar por questões de centímetros, já que conta com 362 metros e a mesma capacidade de passageiros do Allure. O navio foi inaugurado em 2009 e realiza cruzeiros pelo Caribe.

3) ANTHEM OF THE SEAS

Inaugurado em 2015, o navio é de classe Quantum, e uma das apostas de experiência única da frota de 23 navios da Royal Caribbean. O cruzeiro tem 348 metros de comprimento e capacidade para 4.905 passageiros. Percorre o Bahamas e o Caribe, saindo de New Jersey, Estados Unidos.

4) QUANTUM OF THE SEAS

O navio é quase um irmão do Anthem, também da Royal Caribbean. Possui o mesmo comprimento, 348 metros, e conta com a mesma capacidade, 4.905 passageiros. A diferença é que o navio faz viagens pela Ásia, em 2015.

5) QUEEN MARY 2

O navio da Cunard Line é o intruso da lista. O Queen Mary 2 foi inaugurado em 2003 e ficou por três anos com o posto de maior navio do mundo. Possui 345 metros de comprimento e tem capacidade para 2.592 passageiros. Ele foi construído como uma homenagem ao navio Queen Mary, de 1936.

6) LIBERTY OF THE SEAS

Inaugurado em 2007, possui 339 metros de comprimento e capacidade para 4.375 hóspedes. Os próximos cruzeiros marcados do navio serão entre América Central e América do Norte.

7) INDEPENDENCE OF THE SEAS

Lançado em 2008, faz parte da classe Freedom, sendo um dos irmãos do Liberty of the Seas. Acomoda 4.370 passageiros e tem 338 metros de comprimento.

Logo da Nike: trabalho de algumas horas e custo de 35 dólares 



Imagine que você criou um dos logos mais famosos e bem-sucedidos do mundo. Você deve ter se

imaginado imediatamente milionário, certo?

Mas não foi o caso da designer americana Carolyn Davidson, responsável por criar o icônico logo da Nike.

Inicialmente, ela só recebeu 35 dólares pelo trabalho. A fama e o reconhecimento só vieram tempos depois.

E a Nike não gastou milhões de dólares e muitos meses pensando no logo perfeito. Tudo foi trabalho de uma única pessoa e algumas horas. 

Em 1971, Carolyn era uma estudante de design gráfico da Portland State University. 

Ela conheceu, então, Phil Knight, um professor assistente da universidade que estava criando uma nova companhia de tênis esportivos e precisava do seu logo. Essa empresa viria a ser a Nike. 

Phil pagou dois dólares por hora para a jovem estudante desenhar a marca do seu negócio. 

Carolyn veio com a ideia do Nike Swoosh, a marca de "checado" ou "correto" que indicava movimento e velocidade. Também parecia uma asa, que remetia à deusa grega Nike, a deusa da vitória. 
Como ela gastou apenas 17 horas e meia no projeto, recebeu 35 dólares. 

Ainda demoraria alguns anos para que todos percebessem o quanto aquele simples símbolo representaria para a história do design e do marketing. 

Carolyn trabalhou com a Nike até 1975, quando decidiu ser freelancer. 

Mais tarde, em 1983, a sua contribuição essencial para a Nike foi reconhecida: ganhou uma festa surpresa em sua homenagem. 

Ela ainda recebeu 500 ações da empresa e ainda foi presenteada com um anel de ouro e diamantes que trazia, claro, o Nike Swoosh. 

Essas ações, hoje, valem cerca de um milhão de dólares.


© Foto: Fornecido por BBC

A chilena Maritza Soto diz que não esperava fazer uma descoberta notável tão cedo.

Aos 25 anos de idade, a doutoranda chilena Maritza Soto realizou o sonho de todo astrônomo: descobrir um novo planeta.

O HD 110014c, que orbita a estrela HD 110014, está a 293 anos-luz da Terra e tem uma massa pelo menos três vezes maior que a de Júpiter.

A descoberta foi publicada na revista científica da Royal Astronomical Society (Real Sociedade Astronômica) em Londres, após uma pesquisa de oito meses.

"Normalmente, para descobrir um planeta temos que usar métodos indiretos, porque não é como olhar para o céu e, de repente, reparar numa pequena mudança e, pronto, lá está um planeta", disse Soto à BBC Mundo.

Ela diz que, em geral, esses planetas são difíceis de se enxergar, dada a proximidade com a estrela que orbitam.

© Foto: Fornecido por BBC A massa do novo planeta é 'no mínimo' três vezes maior do que a de Júpiter (acima).

"Para poder realmente enxergá-los, têm que ser planetas que sejam muito grandes e que estejam muito longe da estrela, ou seja, é muito difícil", disse. "O que fazemos é medir a estrela e ver as mudanças que acontecem quando há um planeta. "
Velocidade radial

Soto empregou o método da velocidade radial, que consiste em medir o movimento da estrela para poder concluir se há algum objeto ao redor dela.

Foi assim que Soto e a sua equipe, integrada por James Jenkins e Matías Jones, da Universidade do Chile, descobriram o novo planeta, o segundo daquele Sistema Solar.

© Copyright British Broadcasting Corporation 2015 A jovem chilena diz que sabia que queria ser astrônoma desde os 11 anos de idade

O objeto tem pelo menos três vezes a massa de Júpiter, mas Soto diz que este é "um valor mínimo", já que não é possível calcular a massa real.

A jovem estudante destacou que o planeta está muito próximo da estrela que orbita – bem mais que a Terra do Sol.


"É um planeta gasoso gigante que está muito quente, porque está muito perto de sua estrela", afirmou.
'Sucesso'

O planeta, segundo a astrônoma, corre grande risco de ser engolido pelo seu sol, por causa da proximidade e da enormidade daquela estrela vermelha.

Soto, que desde os 11 anos sabia que queria seguir carreira na astronomia, diz que não esperava alcançar um sucesso tão grande tão cedo.

© Copyright British Broadcasting Corporation 2015 O Chile é chamado de 'olhos do mundo' por concentrar 40% da observação astronômica mundial

"Sempre estudei astronomia com a ideia de que 'talvez... alguma vez... pode ser... encontre algo novo'. Mas nunca pensei que fosse conseguir tão cedo", disse.

Veja mais: Os incríveis finalistas de concurso 'fotógrafo de astronomia do ano'

O grupo de Soto vai continuar a investigar o novo planeta para tentar entender a dinâmica entre ele e os outros planetas que orbitam aquele sol.

A equipe também tenta detectar novos planetas ao redor de outros tipos de estrelas que não são muito estudadas.

"Tomara que isso leve a descobertas ainda maiores", afirmou Soto, que comemora o fato de cientistas da América Latina hoje dividirem descobertas com astrônomos de países desenvolvidos.

O governo polonês alertou os caçadores de tesouros nesta quinta-feira (27) que o suposto "trem nazista", recentemente descoberto no sudoeste do país, provavelmente está minado. A localização exata do veículo, sobre o qual há boatos de que estaria carregado de ouro, permanece secreta.

"Neste trem, cuja existência estou convencido, pode haver materiais perigosos da Segunda Guerra Mundial. É provável que o trem esteja minado", escreveu em um comunicado o curador geral de monumentos, Piotr Zuchowski, secretário de Estado do ministério da Cultura e Patrimônio da Polônia.

Zuchowski também indicou que, após divulgação sobre a descoberta do "trem de ouro" na região da cidade de Walbrzych, um grande número de caçadores de tesouros frequentam a região. "Peço a todos que parem de procurar o veículo até o final do procedimento formal para garantir a segurança da descoberta", acrescentou.

O assessor jurídico dos descobridores, um polonês e um alemão que desejam permanecer anônimos, Jaroslaw Chmielewski, afirmou que seus clientes informaram oficialmente as autoridades do achado. Segundo Chmielewski, eles descreveram os detalhes da descoberta, que seria um trem blindado de 120 a 150 metros.

Lenda dos trens de ouro e joias
© Fournis par RFI

Ontem (26), o vice-prefeito de Walbrzych, Zygmunt Nowaczyk, declarou à imprensa que o trem está nesta cidade no sudoeste da Polônia. O anúncio da descoberta reacendeu a lenda de trens carregados de joias e objetos de valor, roubados dos judeus pelos nazistas.


Muitas lendas sobre túneis subterrâneos secretos próximos de Walbrzych, onde haveria tesouros escondidos do Terceiro Reich, baseiam-se na história de um enorme edifício nazista, com ramificações subterrâneas, conhecido pelo nome de Riese.


Essas instalações deveriam acomodar também arsenais estratégicos dos alemães, protegidos dos bombardeios aliados. Parte destas galerias subterrâneas estão abertas aos turistas, mas os caçadores de tesouros acreditam na existência de muitas outras.


(Com informações da AFP)

A história do miojo instantâneo por meio de personagens que viveram as décadas de 60, 70, 80, 90 e hoje
Do AdNews

São Paulo - Nessa semana, estrou o filme que celebra os 50 anos do Miojo Nissin Lámen no Brasil. A produção, intitulada "Paródia", relembra a história domacarrão instantâneo por meio de personagens que viveram as décadas de 60, 70, 80, 90 e hoje.

A melodia de "biquíni de bolinha amarelinho" ganhou uma nova letra que amarra todos os personagens com as receitas que eles preparam, enquanto referências estéticas apontam o passar dos anos.

No total, 10 personagens formam o elenco da produção que contou com duas diárias, figurino especial para cada uma das décadas e produção de objetos para compor os cenários com elementos característicos, como walkman, patins, micro-ondas etc.

A direção de cena foi de Gustavo Gripe, da Santa Transmedia. A produtora de som é a Tesis.

Esta é terceira ação da campanha criada pela F/Nazca Saatchi & Saatchi para a Nissin-Ajinomoto em comemoração ao aniversário de Miojo.

Somam-se ao filme, com veiculação nacional, o redesign do site e a promoção Nissin Miojo Vale Ouro.

Para experimentar novas combinações de ingredientes e receitas como as que aparecem no comercial, basta acessar o site da marca.

As séries Chaves e Chapolin encantaram diversas pessoas por anos, levando risos e graça para várias casas. Por sinal, até hoje, tem muita gente que faz questão de assistir às atrações no SBT. Com isso, a emissora Ozono liberou fotos inéditas dos atores, tanto dando vida a seus personagens, quanto sendo eles mesmos. Confira essas imagens na galeria, a seguir, para matar as saudades desses personagens queridos!

O sucesso das séries era tão grande que a imagem acima demonstra exatamente o tanto de fãs que os atores tinham. Eles aparecem em cima de uma caminhão e cercado de pessoas!

Já na foto acima, Roberto Bolanõs, o intérprete de Chaves e Chapolin, aparece retocando a maquiagem antes de começar as gravações.

Já nesta, ele está prestes a colocar a sua fantasia de Chapolin. Um clique bastante raro!

Tá bom, mas não se irrite, quem não se lembra dessa frase para lá de marcante que o personagem Chaves vivia dizendo, não é mesmo?

E não era só durante as gravações que rolavam bom-humor! Eles também se fantasiavam nos intervalos e proporcionavam risadas a todos.

Vale lembrar também que os atores Roberto Bolaños e Florinda Meza foram casados por anos, até a morte do criador de Chaves, em 2014. Acima, Florinda prova que sempre teve um corpo de dar inveja!

Ao se lembrar das atrapalhadas deles, é impossível não soltar um sorriso, não é mesmo? Acima, Roberto Bolaños posa ao lado de Florinda Meza e Maria Antonieta de las Nieves, a intérprete da eterna Chiquinha.

As duas séries contavam até mesmo com efeitos especiais avançados da época, sabia? Acima, eles aparecem bem descontraídos durante uma episódio em que Chapolin aparece em Chaves!

Que bonita sua roupa, era uma das músicas que mais marcaram os fãs de Chaves! Eles já tiraram muitas fotos nos estúdios de gravações, como podemos ver na imagem acima.

No Brasil, as séries entraram no ar por meio da emissora SBT. Ramón Valdés, que deu vida a Seu Madruga, morreu em 1988, mas aparece com uma aparência boa na imagem acima.

Roberto Bolaños morreu no fim de 2014 depois de passar por alguns problemas de saúde e estar com a situação bem frágil. Ele também mantinha um bom relacionamento com a equipe de produção.

A maior parte do elenco, como Carlos Villagrán, que vivia o Quico, Édgar Vivar, o intérprete do Seu Barriga e até Rubén Aguirre, o professor Girafales, também mantinham uma amizade foram das gravações.

O intérprete de Quico aparece acima em um momento divertido com um dos rapazes da equipe!

Angelines Fernández deu vida a eterna Bruxa do 71 e também se divertia muito com os amigos! Olha ela aí mexendo o seu caldeirão!

E quem nunca desejou o suco de tamarindo, com gosto de limão e groselha do Chaves? Ele também aparece bem feliz fazendo os seus deliciosos refrescos!

© Foto: EPA Polícia informou que estava prestes a direcionar as buscas para outra área quando viu o SOS. 

Um turista britânico que ficou perdido por dois dias em uma área remota no nordeste da Austrália contou como foi resgatado após escrever uma mensagem de SOS na areia.

Geoff Keys, de 63 anos, se perdeu em julho após tentar encontrar uma cachoeira no Parque Nacional Jardine, no Estado de Queensland.

Uma operação de busca com helicópteros foi organizada logo após amigos do britânico terem reportado seu desaparecimento.

Segundo o jornal local Brisbane Times, a polícia afirmou que a mensagem escrita na areia provavelmente salvou a vida do britânico.

Isso porque a equipe de resgate estava prestes a direcionar as buscas para outra área quando viu a mensagem.

Em seu blog, Keys explicou que ele estava tentando encontrar as cachoeiras Eliot Falls.

Segundo ele, o mapa mostrava que a cachoeira não era longe do lugar onde estava acampado, então ele decidiu percorrer um trecho do caminho e depois nadar por um riacho.

"Meu equipamento consistia em uma sunga, um shorts, uma camiseta e um boné." Ao perceber que não ia conseguir, Keys decidiu parar de nadar e voltar para o acampamento.

"Em vez de voltar nadando, decidi ir pela mata. Já estava meio à noite. Não sei o que eu estava pensando."

Ele caminhou até as 2 horas da manhã antes de decidir dormir. Seus amigos avisaram a polícia que ele estava desaparecido – e as buscas começaram no dia seguinte.

Keys decidiu voltar a caminhar e resolveu escreveu uma mensagem de SOS na areia: "Help 2807" (em referência à data, 28 de julho), com uma flecha.

Ele teve de passar outra noite na mata e voltou a nadar, antes de as equipes de resgate verem a mensagem.

Após ser resgatado, um paramédico no helicóptero verificou que seus sinais vitais estavam bem, mas ele foi levado ao hospital, onde foi medicado para evitar infecções nos cortes que tinha no pé.

Em seu blog, Keys fez muitos elogios ao profissionalismo da equipe de resgate. E terminou: "Me senti estúpido, mas sortudo. Sinto muito pela preocupação que causei aos meus amigos e minha família, mas acreditem em mim. Não farei isso de novo!"

'FAIRY FLY' | FOTO: RAYMOND SLOSS
Há um mundo não visível a olho nu que raramente temos a chance de observar. Com a tecnologia, agora podemos enxergar detalhes nunca antes vistos, como o desta mosca (Mymaridae), conhecida como "fairy fly" ("mosca fada", em tradução livre), captada por Raymond Sloss com ajuda de uma forma de coloração óptica utilizada em microscopia de luz.

'MIGHTY MITES' | FOTO: STEVE GSCHMEISSNER
A edição de 2015 da Scientific Imaging Competition (competição de imagens científicas), realizada a cada dois anos pela Sociedade Microscópica Royal no Reino Unido, revelou sua seleção de fotos vencedoras, incluindo essa colorida imagem de ácaros predadores obtida por Steve Gschmeissner com microscopia eletrônica de varredura (SEM).

'SIMIDUIA AGARIVORANS SA1T' | FOTO: YUAN-CHIH CHANG E SILK-YU LIN
Yuan-Chih Chang e Silk-Yu Lin, de Taiwan, registraram essas bactérias marinhas, as Simiduia agarivorans SA1T, tentando se comunicar.

'SUGAR DROP' | FOTO: BERNARDO CESARE / UNIVERSITDADE DE PÁDOVA
Esta imagem, de Bernardo Cesare, da Universidade de Pádova (Itália), mostra cristais irradiados de sacarose formados pela cristalização de uma gota de um famoso drinque alcoólico de seu país.

'PLANKTONIC PERFECTION' | FOTO: STEVE GSCHMEISSNER
Os Coccolithophores, plantas unicelulares que vivem em grupos nas camadas superiores do oceano, aparecem nesta imagem de Steve Gschmeissner.

'EUGLYPHA STRIGOSA' | FOTO: MAXENCE DELAINE / UNIVERSIDADE DE FRANCHE-COMTÉ
Esta ameba, a Euglypha strigosa, foi colorida artificialmente com microscopia eletrônica de varredura (SEM) por Maxence Delaine, da Universidade de Franche-Comté (França). O organismo constrói sua concha com placas de sílica e espinhos que ele mesmo produz.

'DROSOPHILA HEAD' | FOTO: JOHN RUNIONS / UNIVERSIDADE OXFORD BROOKES
Esta imagem da cabeça de uma mosca Drosophila, mais conhecida como mosca-das-frutas, foi feita por John Runions, da Universidade Oxford Brookes, do Reino Unido, a partir de um velho slide de aulas de 30 anos de idade.

'FORSYTHIA POLLEN' | FOTO: PETER BOND / UNIVERSIDADE DE PLYMOUTH
Com microscopia eletrônica de varredura, este pólen Forsythia teve a cor reforçada nesta imagem produzida por Peter Bond, da Universidade de Plymouth, no Reino Unido.

'PHANTON MIDGE LARVA' | DAVID LINSTEAD
Esta imagem mostra a uma larva de um mosquito, iluminada com luz polarizada por David Linstead, que uniu 54 imagens com um software de computador.

'HAPPY CYANOBACTERIA' | MARIONA HERNANDEZ
'Happy Cyanobacteria" ("Cyanobacteria Feliz) é, por motivos óbvios, o título desta imagem produzida por Mariona Hernandez com microscopia de transmissão eletrônica. A cyanobactéria foi encontrada em amostras de biofilme das Catacumbas de Santa Domitila, em Roma.

OVOS ECLODIDOS | FOTO: KEN PNG / ZEISS MICROSCOPIA
Essa imagem de Ken Png, Zeiss Microscopia, obtida com microscopia eletrônica de varredura, foi colorida artificialmente e fez um conjunto de ovos eclodidos de percevejo ficarem parecidos com os famosos personagens do game "Angry Birds".

PHOLCUS PHALANGIOIDES | FOTO: HAROLD TAYLOR
Essa imagem superdetalhada, feita por Harold Taylor, de uma aranha de pernas longas (Pholcus phalangioides), mostra porque ela também é conhecida como "aranha caveira".

© Fornecido por BBC Brasil

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget