07/02/15

Os dias de se divertir estourando o plástico bolha estão contados
Gabriel Garcia, de INFO Online

 Má notícia para estressados e entusiastas em geral da arte do estouro de plástico bolha: os inventores da embalagem estão lançando uma nova versão do produto que ... não pode ser estourada.

A Sealed Air Corp, que desenvolveu o plástico bolha nos anos 1950, afirma que a nova versão será chamada iBubble, e que a impossibilidade de estourar as bolhas não será a única mudança.

A iBubble ocupa apenas 2% do espaço de um rolo de plástico bolha convencional. Isto porque ela é vendida sem ar.

Os consumidores e varejstas terão de usar um bomba para inflar as bolhas. Os fabricantes da embalagem afirmam que eles precisavam encolher o plástico bolha para que pudessem atrair novos clientes.

As bolhas da nova versão da embalagem são dispostas em bolsas de ar conectadas entre si.

Assim, quando elas são pressionadas, o ar simplesmente é empurrado para as bolhas do lado. Até agora, cada bolha era independente. Assim, bastava apertar os dois lados ao mesmo tempo para estourá-la.

O plástico bolha foi criado em 1957 pelos fundadores da Sealed Air, que buscavam um novo tipo de papel de parede. O protótipo consistia em duas cortinas de chuveiro que eram grudadas, criando uma camada de bolhas.

Alfred Fielding e Marc Chavannes perceberam que a invenção poderia ser usada como embalagem, protegendo entregas, por exemplo.

Quase 60 anos depois, pelos motivos originais ou não, o plástico bolha se tornou tão popular que ele gera 92 bilhões de reais em vendas e tem seu próprio dia, 26 de janeiro, considerado o Dia Mundial de Apreciação do Plástico Bolha.

Vista geral da Casa Branca: Michelle Obama, por meio de um vídeo nas redes sociais, anunciou que a Casa Branca se abre para fotos -- mas o pau de selfie está proibido
Da EFE

Washington - Após mais de 40 anos de proibição, os visitantes finalmente puderam nesta quarta-feira tirar fotografias na Casa Branca, a residência presidencial dos Estados Unidos, que, no entanto, manteve a proibição sobre o popular pau de selfie, seguindo uma tendência adotada por museus e pontos turísticos ao redor do mundo.

A primeira-dama Michelle Obama se encarregou de comunicar a novidade através de um vídeo nas redes sociais, um anúncio que pegou de surpresa os cidadãos que, vindos de todas as partes do país, hoje mesmo faziam a tradicional visita.

A diretora do Escritório de Visitantes da residência presidencial, Ellie Schafer, deu mais detalhes sobre a novidade, explicou que as fotografias podem ser tiradas ao longo de toda a visita e convidou os visitantes a compartilharem sua experiência nas redes sociais com a hashtag #WhiteHouseTour.

No entanto, o fim da proibição das fotos não incluiu o popular pau de selfie, assim como também não se permite o uso de tripés, tablets, câmeras com lentes desmontáveis e filmadoras, e também o uso do flash e a transmissão ao vivo pelainternet.

Assim, para que possam fotografar o interior da Casa Branca, os visitantes deverão usar seus telefones celulares - como fizeram a maioria dos presentes hoje - ou câmeras compactas cuja lente não tenha mais que 7,62 centímetros de comprimento.

A decisão de eliminar a proibição das fotografias responde à vontade de Barack e Michelle Obama, que já manifestaram em diversas ocasiões que desejam que os cidadãos se sintam mais próximos da residência presidencial.

Um dos visitantes que esteve hoje na Casa Branca e a que foi pego de surpresa pelo anúncio, Michael Labrecque, da Flórida, disse que está "encantado" com a nova política, e assegurou que tiraria quantas fotos pudesse, enquanto seus filhos de 9 e 11 anos posavam para os retratos.

Já Lisa Ananager, da Virgínia, aproveitou para tirar várias fotos com seu telefone celular do jardim da residência presidencial com o monumento a George Washington no fundo, enquanto outros visitantes retratavam os dois cachorros da família presidencial, Bo e Sunny.

As visitas à Casa Branca acontecem de terça-feira a sábado e são gratuitas para todos, mas o processo de solicitação para os estrangeiros é diferente.

Os americanos devem fazer a reserva com o escritório do representante de seu distrito no Congresso, enquanto os estrangeiros devem entrar em contato com a embaixada de seu país em Washington para fazer a solicitação.

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget