04/15/15

A publicidade tem força o suficiente de fazer as pessoas mudarem seus hábitos, e muitas vezes pra melhor. Desde sempre sabemos que uma publicidade bem feita, consegue mudar o mundo, e isso é muito importante na missão dessas campanhas atuais.

Muitas pessoas têm o costume de reclamar sobre as agências de publicidade, que estas só estão produzindo anúncios para gerar empresas de lucro, mas isso não é só para isso. Os anúncios deste post, por exemplo, mostram uma outra proposta de publicidade, com viés de conscientização social.

Confira abaixo:

#01. Vítimas também são pessoas, igual eu e você 

public-awareness-social-issue-ads-01
Advertising Agency: Advico Y&R, Zurich, Switzerland 


#02. Pare com a violência, não beba e dirija. 

public-awareness-social-issue-ads-02
Advertising Agency: Terremoto Propaganda, Curitiba, Brazil 


#03. A cor da sua pele não deveria decidir o seu futuro 


public-awareness-social-issue-ads-05-b
Advertising Agency: Publicis Conseil, Paris, France


#04. Mais devagar é melhor


Advertising Agency: Cramer-Krasselt, Milwaukee, USA 
Tradução: 46 dias na cama do hospital 


#05. Salve papel – Salve o planeta 


public-awareness-social-issue-ads-09
Advertising Agency: Saatchi & Saatchi, Copenhagen, Denmark 


#06. Poluição de ar mata 60.000 pessoas por ano 

public-awareness-social-issue-ads-10
Advertising Agency: unknown 


#07. Dar um like não é ajudar. Seja um voluntário. Mude uma vida. 

public-awareness-social-issue-ads-11
Advertising Agency: Publicis, Singapore 


#08. Liga de Anti-Crueldade de Animal. Pare o abuso. 

public-awareness-social-issue-ads-14
Advertising Agency: Lowe Bull, Cape Town, South Africa


#09. Não converse enquanto dirige.

public-awareness-social-issue-ads-15
Advertising Agency: Mudra Group, India 


#10. Não está acontecendo aqui. Mas está acontecendo agora. 

public-awareness-social-issue-ads-16
Creative/Art director Pius Walker, Amnesty International, Switzerland. 


#11. Censura conta a história errada. 

public-awareness-social-issue-ads-17
Advertising Agency: Memac Ogilvy & Mather Dubai, UAE 



#12. A cada 60 segundos uma espécie morre. Cada minuto conta. 

public-awareness-social-issue-ads-19
Advertising Agency: Scholz & Friends, Berlin, Germany 


#13. Onde está o Pedófilo? 

public-awareness-social-issue-ads-20-b
Art Director: Michael Arguello, Copywriter: Bassam Tariq, Additional credits: Jason Musante 



#14. Abusadores sexuais podem se esconder no smartphone dos seus filhos. 


public-awareness-social-issue-ads-21
Advertising Agency: Herezie, Paris, France 


#15. Fumar causa velhice precoce. 

public-awareness-social-issue-ads-22
Advertising Agency: Euro RSCG Australia


A Claro anunciou, nesta quarta-feira (15), a renovação de seus planos de telefonia para oferecer mais internet móvel aos seus clientes. O ganho de megabytes para navegação é automático, não acarretará custos adicionais e esse aumento de franquia de dados já está valendo para quem tem plano pré ou pós-pago da operadora.
Com a promoção chamada "Internet Turbinada", clientes de planos pré-pagos de planos diários ganham 5 MB a mais para usar aplicativos, como WhatsApp, ou simplesmente navegar na web. Quem contrata uma franquia de dados mensal ganhará até 150 MB sem precisar pagar nada por isso.
Com as mudanças, os planos pré-pagos ficam da seguinte forma:

Pacote diário antiga Preço Novo pacote
10 MB R$ 0,75 15 MB
20 MB R$ 0,99 25 MB
40 MB R$ 1,75 45 MB
Pacote mensal antigo Preço Novo pacote
225 MB R$ 41,90 300 MB
450 MB R$ 51,90 600 MB
Já os planos Claro Controle ficam assim:
Pacote diário antiga Preço Novo Pacote
20 MB R$ 0,99 25 MB
40MB R$ 1,75 45 MB
Pacote mensal antiga Preço Novo Pacote
300 MB R$ 10 400 MB
600 MB R$ 20 700 MB

Apesar do aumento sem custo para os clientes de planos pré-pagos, a navegação gratuita no Twitter e no Facebook foi abolida, segundo a Reuters. A decisão nada teve a ver com as críticas a essa prática, que feriria o princípio de neutralidade de rede do Marco Civil da Internet. A empresa argumenta preferir dar mais liberdade aos consumidores na hora de navegar, oferecendo maior franquia de dados, em vez de restringir a experiência a essas redes sociais.
Pós - Em planos pós-pagos, a assinatura chamada Claro Online Max aumentará a quantidade de megabytes de navegação disponíveis mensalmente de 500 MB para 1 GB. Já o plano mais caro, que oferecia 5 GB de internet por mês, passa a ter 7 GB. No entanto, a renovação não é automática como nos planos pré, em razão da existência de um contrato. Quem quiser aproveitar as novas modalidades de assinaturas precisará entrar em contato com a Claro e pedir a alteração.
Internet reduzida - Segundo a operadora, a renovação dos planos de dados é, de certa forma, uma resposta ao fim da internet reduzida, medida que corta o acesso à internet após o consumo total da franquia contratada mensalmente. “Os clientes reclamaram bastante da internet reduzida, a qualidade é ruim. Por isso, decidimos colocar um pacote de internet mais robusto para que as pessoas possam usar a internet móvel da Claro em sua totalidade”, disse a INFO Rodrigo Vidigal, diretor executivo de marketing da Claro.
A empresa investiu 6,3 bilhões de reais em infraestrutura, entre 2012 e 2014, para conseguir oferecer mais velocidade de internet aos seus clientes com planos como esses. A meta da companhia é oferecer a melhor internet móvel do Brasil, posto que ocupa há dois anos consecutivos, segundo a Open Signal.
A empresa garante velocidade média de conexão móvel 4G de 5 Mbps.
Como um todo, o grupo America Móvil, detentor da Claro, da Embratel e da NET, investiu 10 bilhões de reais em infraestrutura ao longo do ano de 2014.
WhatsApp - Perguntado sobre o impacto das chamadas de voz do WhatsApp no serviço oferecido aos clientes, Vidigal disse que a quantidade de pessoas que usa esse tipo de recurso ainda é pequena. “Vemos um crescimento na utilização de dados em geral. As chamadas de voz via internet ainda representam uma parcela muito pequena do consumo. Mas isso varia de forma muito particular”, declarou o diretor de marketing.
“O usuário, quando troca o celular básico pelo smartphone, começa a ter a experiência de usar os planos de dados. No começo, há um período de adaptação, mas, a partir do momento que começa a usar o aparelho de forma familiar, o consumo de dados aumenta porque ele identifica formas de tornar o smartphone mais útil no dia a dia. “

Rocha gigante pode atingir o planeta em 2017


Um asteroide gigantesco pode estar próximo de atingir o planeta, segundo o astronômo do Observatório McDonald, da Universidade do Texas, Judit Györgyey-Ries. Saiba mais sobre o impacto que uma colisão como essa pode causar na Terra
Foto: Reprodução/DailyStar 


De acordo com Györgyey-Ries, a rocha gigante deve criar um impacto quando chegar ao planeta, por volta do mês de outubro de 2017
Foto: Reprodução/Jornal Ciência 


Em entrevista ao site astrowatch.net, o astrônomo declarou que o asteroide pode causar danos pequenos.

— Nós poderíamos ver um rajada de ar e muitas janelas quebradas talvez, dependendo de onde o asteroide bater. Foto: Reprodução/DailyStar 


Como medida de comparação, os cientistas estimam que o asteroide 2012 TC4 teria 40 metros de diâmetro e poderia causar mais caos do que o incidente que hospitalizou mais de 1.200 pessoas na Rússia, em fevereiro de 2013
Foto: Reprodução/DailyStar 


O chefe do departamento de objetos próximos da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), Detlef Koschny, afirma que há pouca chance de sermos atingidos

— Há uma chance em um milhão de um asteroide nos atingir Foto: Reprodução/DailyStar 


Koschny acrescenta que o tamanho da rocha é estimada de acordo com seu brilho

— O tamanho foi estimado de acordo com seu brilho, mas nós não sabemos sobre sua refletividade. Então, pode ser maior ou menor, consideramos [um objeto] de 10 até 40 metros Foto: Reprodução/DailyStar 


O cientista ainda informa que há uma diferença de impacto dependendo do tamanho e da composição do asteroide.

— Um objeto de ferro com 40 metros entraria na atmosfera e faria uma cratera, um objeto de pedra com 10 metros seria dificilmente notado Foto: Reprodução/theworldgeography 


De acordo com os cientistas, ainda não é possível prever o quanto de dano pode ser causado por esta ameaça. Seu tamanho é comparado ao da Estátua da Liberdade, ponto turístico dos Estados Unidos
Foto: Alamy 


No caso do asteroide que atingiu a Rússia, os pesquisadores encontraram uma área de dano que se estende por 80 km

Foto: AP 


Em 2012, um asteroide gigante "passou raspando" pela Terra Foto: Reprodução/DailyStar

Pagar contas pela internet, dispositivos eletrônicos conectado à internet que cabem no nosso bolso, recomendações de hotéis em lugares para os quais você comprou passagem de avião e serviços de comparação de preços online são coisas comuns hoje, mas não eram em 1999. 

Nesse ano, porém, Bill Gates lançou seu livro Business @ The Speed of Though ("Negócios na velocidade do pensamento"), no qual ele já previa todos esses desenvolvimentos da tecnologia, além de diversos outros, de maneira bastante exata.

Quem percebeu as semelhanças foi o finlandês Markus Kirjonen, estudante de administração e negócios na Universidade de Aalto. Kirjonen escreveu recentemente em seu blog que, após ler o livro, seu "respeito por Bill Gates aumentou exponencialmente".

Outras previsões que o fundador da Microsoft fez naquela época (e acertou) são: sites de busca de empregos, prospecção de negócios online, sugestões de comunidade com base em interesses (e não em localização), propagandas inteligentes que se baseiam em seu histórico de compras para oferecer outros produtos, serviços que permitem discutir ao vivo a programação de esportes da televisão e sites pessoais privados por meio dos quais as pessoas podem conversar com os amigos.

No livro, Gates compara o surgimento da internet á implementação da rede de energia elétrica: inicialmente, a eletricidade servia para ligar lâmpadas, mas com o tempo outros produtos foram desenvolvidos para se aproveitar da infraestrutura de energia elétrica já existente. Com a infraestrutura de internet, o processo é o mesmo, segundo ele.

Gates identificou também quatro áreas essenciais no desenvolvimento de qualquer negócio: planejamento, atendimento aos clientes, treinamento e trabalho em equipe. Segundo Kirjonen, soluções corporativas que mirem nessas áreas representam oportunidades interessantes de investimento para empreendedores.


A partir de hoje, a Oi será obrigada a permitir que os cidadãos de 15 Estados usem seus orelhões gratuitamente para fazer ligações locais a telefones fixos, de acordo com determinação da Anatel. A punição se deve ao fato de que a operadora não cumpriu com os patamares mínimos de disponibilidade de telefones públicos em suas áreas de atuação.

Era necessário ter ao menos 90% de orelhões disponíveis em todas as Unidades da Federação e 95% nas localidades atendidas somente por orelhões (acesso coletivo). Onde essa exigência não foi atendida a operadora será punida: Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe.

A Oi foi avisada da possibilidade de punição em 2 de fevereiro, mas até 31 de março, quando a Anatel realizou a medição mais recente, a situação não tinha se resolvido. Agora os orelhões serão liberados até que a operadora atinja as metas.

Segundo a Anatel, novas medições estão previstas para 30 de agosto de 2015, 29 de fevereiro de 2016 e 30 de agosto de 2016 e a cada seis meses.

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget