01/31/15

Divulgação / TripAdvisor 
Resort Velassaru Maldives 

Enquanto as temperaturas do verão brasileiro batem recorde, o desejo de muita gente se resume a sombra e água fresca. As imagens desta galeria vão além. Elas trazem piscinas de hotéis que fazem cenários paradisíacos. 

A seleção foi feita pelo site de viagens TripAdvisor e inclui a do resort Velassaru Maldives, nas Maldivas. Lá, a piscina se confunde com o mar. Enquanto se refresca, o visitante pode observar as lindas cores do oceano Índico com todo conforto.

The Sarojin 

No hotel The Sarojin, em Khao Lak, na Tailândia, a bela piscina abriga ilhas com espreguiçadeiras, guarda-sol e cortinas, para garantir o clima romântico e intimista do ambiente.

InterContinental Dubai Festival City 

A piscina do InterContinental Dubai Festival City tem 25 metros, fica ao ar livre e se estende para uma varanda. De lá, é possível ver a Marina de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. 

Boscolo Milano 

A piscina do hotel Boscolo Milano, na Itália, parece ter saído de um filme futurista de ficção científica ou de algum sonho. Localizada na área interna do hotel, ela possui uma decoração inusitada e a água aquecida. 

Delamore Lodge 

A pousada de luxo Delamore Lodge fica em Oneroa (Waiheke Island), na Nova Zelândia, e sua piscina externa possui borda infinita e tem uma belíssima vista para o mar. Como não relaxar em um lugar como este?

Al Bustan Palace, da rede Ritz-Carlton 

O resort de 5 estrelas Al Bustan Palace faz parte da rede Rotz-Carlton e fica em Omã. Lá há cinco piscinas, sendo que a principal delas possui borda infinita, com vista para o mar, e ostenta “ilhas” com palmeiras.

Grand Wailea, da rede Waldorf Astoria 

Pertencente à rede Waldorf Astoria, o resort Grand Wailea está localizado no Havaí, nos Estados Unidos. Lá dentro há um parque aquático com nada menos do que 9 piscinas ao ar livre ligadas por uma piscina com correnteza, além de uma piscina infantil e outra exclusiva para adultos.

Grand Hotel Tremezzo 

Em Tremezzo, na Itália, o Grand Hotel Tremezzo fica de frente para o Lago di Como. A piscina que aparece na imagem flutua sobre o lago, para dar aos hóspedes a sensação de estarem nadando no Di Como. 

LeCrans Hotel & Spa 

Com montanhas nevadas no entorno, a piscina ao ar livre do LeCrans Hotel & Spa garante momentos de relaxamento aos turistas que vão à Suíça para esquiar. A água, claro, é aquecida o suficiente para que o hóspede não se importe com o gelo à sua volta. 

Four Seasons Shanghai Pudong 

Ambiente agradável e uma bela vista de Xangai é o que oferece a piscina coberta do hotel chinês Four Seasons Shanghai Pudong. Para os banhistas que gostam de paisagens urbanas, o horário da noite é especialmente belo, devido às luzes da cidade.

The Springs Resort and Spa 

Esta piscina não é exatamente como as outras. Isso porque o Springs Resort and Spa, localizado no Arenal Volcano National Park, na Costa Rica, canaliza as águas termais do lugar para as piscinas do hotel, proporcionando uma experiência relaxante e natural.

Perivolas 

Na piscina do hotel Perivolas, em Oiã, na Grécia, fica difícil para o banhista delimitar onde começa o mar e onde termina a piscina, em uma bela confusão de tons de azul.

The Cambrian 

Em Adelboden, na Suíça, a piscina do hotel The Cambrian permite que os hóspedes tenham uma bela vista de montanhas nevadas. Apesar de ser ao ar livre, os banhistas não sofrem, já que a água é aquecida.

Hotel Hacienda na Xamena 

As piscinas do Hacienda na Xamena, em Ibiza, na Espanha, têm forma de cascata à beira do penhasco sobre o qual o hotel se ergueu. A vista para o mar dá o toque final ao lugar paradisíaco.

Reprodução/YouTube

Dois clientes se abraçam em comercial do McDonald's

Diogo Max, de EXAME.com

 O McDonald's vai aceitar uma nova forma de pagamento em seus restaurantes nos Estados Unidos.

A partir da próxima segunda-feira, a rede de fast food vai selecionar um determinado horário em que os clientes poderão pagar as refeições expressando o amor – que faz parte do slogan "Amo muito tudo isso".

E essa expressão vai desde selfies e abraços a até uma declaração para mãe. "Temos um monte de formas divertidas para expressar o nosso amor", contou um representante da marca ao site da rede de televisão ABC News.

O McDonald's, inclusive, já liberou um comercial (que será veiculado amanhã, durante o Super Bowl), avisando que a promoção só vai durar até o dia 14 de fevereiro.

Este é o primeiro comercial da rede de fast food no Super Bowl após oito anos.




Troca de comando


Na última quarta-feira, o McDonald's mostrou um outro tipo de amor.

A empresa divulgou a renúncia do presidente Don Thompson, que vai se aposentar após trabalhar na rede por 25 anos.

Sua saída está ligada aos maus resultados no último ano. O McDonald's viu suas vendas e lucros caírem pela primeira vez em 12 anos.

No dia 1º de março, o britânico Steve Easterbrook irá assumir o comando da rede de fast food.

DA BBC BRASIL

A gata Masha é a mais nova heroína da cidade russa de Obninsk, depois de ter sido encontrada ao lado de um bebê abandonado.
O menino, que agora está recebendo cuidados médicos em um hospital local, foi encontrado junto a uma sacola contendo uma muda de roupas, fraldas, e uma garrafa de leite materno.

Segundo os moradores, a gata teria mantido o recém-nascido aquecido em meio às baixas temperaturas do inverno russo.

Gata russa 'salva' bebê abandonado em escadaria de prédio
Gata russa 'salva' bebê abandonado em escadaria de prédio

Veja o Video >>



LUIS GUILHERME BARRUCHO
RICARDO SENRA
DA BBC BRASIL, EM SÃO PAULO


Em 27 de janeiro de 1945, Auschwitz, o maior campo de concentração nazista, foi libertado por tropas soviéticas

Um projeto coordenado por uma pesquisadora brasileira pretende colher depoimentos, grande parte deles inéditos, de mais de 250 sobreviventes do Holocausto - o assassinato em massa perpetrado pelos nazistas contra os judeus durante a 2ª Guerra Mundial - que vivem no Brasil.

À frente da iniciativa está Maria Luiza Tucci Carneiro, professora de História da USP e uma das maiores estudiosas sobre o tema no país. Segundo Carneiro, que também dirige o Laboratório de Estudos sobre Etnicidade, Racismo e Discriminação (LEER) da universidade, o objetivo é gravar os testemunhos em vídeo até o fim de 2016.

Intitulado 'Vozes do Holocausto', o projeto ocorre em meio ao desafio de manter viva a memória de um dos maiores genocídios do século 21 uma vez que grande parte dos sobreviventes morreu e os poucos vivos possuem idade avançada.

"É uma corrida contra o tempo", diz Tucci Carneiro à BBC Brasil. "Nosso objetivo é registrar em vídeo o máximo de depoimentos possível, já que, nos próximos dez anos, possivelmente não haverá mais sobreviventes para contar a história de uma das maiores atrocidades que já ocorreu no mundo", acrescenta.

"É uma memória que corre perigo de ser esquecida, especialmente porque, sem os sobreviventes, abre-se espaço para os que insistem em negar a existência do Holocausto."

TESTEMUNHOS

A primeira fase do projeto terá início em fevereiro e durará seis meses, período em que Tucci Carneiro espera gravar testemunhos de 90 dos 284 sobreviventes do Holocausto que vivem no Brasil.

Desse total, revela a pesquisadora, grande parte mora em São Paulo e chegou ao país vinda da Alemanha, Áustria, Polônia e Romênia durante a 2ª Guerra Mundial.

Os recursos para custear esta etapa, diz Tucci Carneiro, virão do Instituto Samuel Klein, criado após a morte do empresário em novembro do ano passado. Judeu nascido na Polônia e naturalizado brasileiro, o fundador da rede de lojas de departamento Casas Bahia sobreviveu a dois campos de concentração, o de Majdanek e o de Auschwitz-Birkenau, este último o maior do regime nazista.

Segundo Tucci Carneiro, dos 90 depoimentos gravados, serão escolhidos os dez melhores, que vão se tornar cada um, um DVD. O registro será acompanhado de material paradidático e distribuído em escolas públicas, inicialmente da cidade de São Paulo.

"O projeto tem caráter multidisciplinar e pedagógico. O objetivo é propor uma reflexão sobre todas as formas de intolerância a partir do Holocausto. Normalmente, as escolas não dão a esse tema a sua devida importância", diz a pesquisadora.

"Em outras palavras, queremos mostrar para os mais jovens que quando se investe contra uma etnia ou um grupo específico, também se lapidam a memória e a cultura de um povo. Com isso, chamamos atenção para o perigo do racismo e ensinamos esses alunos a conviver com a diferença", acrescenta.

IMPORTÂNCIA HISTÓRICA

Tucci Carneiro conta que obteve a lista dos nomes dos mais de 250 sobreviventes por intermédio da Claims Conference, instituição sediada nos Estados Unidos que zela pelo bem-estar de sobreviventes do Holocausto no mundo.

Segundo ela, alguns sobreviventes costumam relutar inicialmente em contar a história de como escaparam da máquina de morte criada e executada pelos nazistas.

"Alguns deles não querem passar pelo trauma de ter de relembrar um período difícil. Muitos perderam a família inteira e vieram ao Brasil sem um único centavo", assinala Tucci Carneiro.

"Nossa abordagem é sempre feita com muito cuidado e sempre ressaltamos a importância histórica do depoimento para as gerações futuras", complementa.

A pesquisadora, que também coordena o Arquivo Virtual do Holocausto (ArqShoah) da USP, diz ainda que muitos dos entrevistados possuem documentos de "inestimável valor histórico".

"Eles acabam nos cedendo cópias e registros importantes da época, que nos permitem remontar com maior verossimilhança os horrores do Holocausto", afirma.

"Também sensibilizamos as famílias no sentido de resguardar esse material", acrescenta.

PROJETO MAIOR

Estima-se que apenas em Auschwitz 1,6 milhão de pessoas - a imensa maioria judeus - tenha morrido

A iniciativa de Tucci Carneiro é parte de um projeto maior, chamado 'Travessias: Narrativas e Representações dos Sobreviventes e Refugiados do Nazismo no Brasil'.

Segundo a pesquisadora, a intenção é reunir o maior número de informações possível sobre os judeus que, forçados a deixar seus países de origem em meio à ascensão da Alemanha nazista, passaram pelo Brasil durante a 2ª Guerra Mundial.

"Temos um número expressivo de artistas e intelectuais judeus, entre refugiados e sobreviventes, que aportaram no país antes, durante ou depois do confronto", diz Tucci Carneiro.

"Um dos exemplos foi a pianista polonesa Felicja Blumental, posteriormente naturalizada brasileira. Grande colaboradora de Villa-Lobos e uma das maiores intérpretes de Chopin, ela tornou-se uma das principais promotoras da música clássica brasileira."

"O Brasil precisa dessa memória - que nunca pode ser esquecida", diz Tucci Carneiro.



              Quando Mina nasceu, os médicos disseram que ela tinha apenas 50% de chance de sobreviver. A garota britânica, hoje com dois anos, foi diagnosticada com uma doença grave no coração ainda antes de vir ao mundo e, após seu nascimento, sofria com o cansaço excessivo - resultado de um coração que não funcionava 100%.
Mina tinha um buraco entre duas cavidades de seu coração e precisava passar por uma operação para corrigir o problema. A cirurgia, no entanto, era bastante delicada e o uso de um coração impresso em 3D foi fundamental para o seu sucesso.
Com fotos reais do órgão de Mina, o médico Tariq Hussain conseguiu reproduzir um coração artificial muito parecido usando softwares modernos no computador.
"Médicos de Manchester fizeram um trabalho excelente e conseguiram tirar fotos do coração de Mina. Eu segmentei o material e o deixei nesse formato especial usando um software especial que nos permitia imprimir o novo 'coração'. E aí eu poderia mostrá-lo para o cirurgião", explicou Hussain à BBC.
Tariq Hussain conseguiu "desenhar" o problema do coração de Mina com detalhes minuciosos do que precisava ser corrigido.
Com uma impressora 3D, os médicos imprimiram o coração "fabricado" no computador e puderam ter uma reprodução fiel do órgão de Mina para auxiliar os médicos na hora da cirurgia.
"Dá para ver o buraco que ele tinha que consertar. E quando o cirurgião está com isso na mão, ele consegue analisar e ver exatamente o que tem que fazer e tem mais confiança para a cirurgia. Ele pensa: 'eu sei o que é, sei o que estou procurando e realmente, eu consigo fazer isso'", prosseguiu o médico.

Problema

Hoje, Mina está bem melhor e já não sente os mesmos sintomas que a atrapalhavam antes. 


Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget