01/22/15


Homem corre durante o nascer do Sol na praia Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro

Beatriz Souza, de EXAME.com

Recorde de calor

       O verão chegou com tudo este ano. São Paulo, por exemplo, vem vivendo seus dias mais quentes em anos. Nesta segunda, as temperaturas chegaram aos 36,5 graus, a temperatura mais alta desde 1999.

Mesmo com o recorde, as temperaturas registradas na capital paulista não chegam nem perto do calor experimentado pelas cidades que atingiram as mais altas temperaturas do Brasil neste ano.

Sobral, no interior do Ceará, ganhou o título de recorde de calor em 2015 ao marcar 43,9 graus nos termômetros na última quarta-feira.

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), entre o dia 1º e o dia 19 deste mês, por 5 vezes as temperaturas ultrapassaram os 40 graus na cidade cearense.

Veja nas fotos quais são as 10 cidades que registraram as temperaturas mais altas deste ano - até agora.


Divulgação/Prefeitura

Cidade de Sobral (CE)


1º - Sobral (CE)

Sobral - CE
Temperatura recorde 43,9 graus
Dia da temperatura máxima 14/01/2015
Quantas vezes a cidade esteve entre as 10 mais quentes do dia neste ano 8


 Divulgação/ Prefeitura de Três Lagoas


Rio Paraná em Três Lagoas (MS)


2º - Três Lagoas (MS)


Três Lagoas - MS
Temperatura recorde 41 graus
Dia da temperatura máxima 19/01/2015
Quantas vezes a cidade esteve entre as 10 mais quentes do dia neste ano 9


Mike Vondran / Flickr Commons

Praia de Ipanema, no Rio de Janeiro


3º - Rio de Janeiro (RJ)


Rio de Janeiro (Vila Militar) - RJ
Temperatura recorde 40,9 graus
Dia da temperatura máxima 02/01/2015
Quantas vezes a cidade esteve entre as 10 mais quentes do dia neste ano 10



Wikimedia Commons

Campus da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, em Seropédica (RJ)


4º - Seropédica (RJ)

Seropédica - RJ
Temperatura recorde 40,1 graus
Dia da temperatura máxima 11/01/2015
Quantas vezes a cidade esteve entre as 10 mais quentes do dia neste ano 8


Flickr/ Filipo Tardim

Centro de Duque de Caxias (RJ)


5º - Duque de Caxias (RJ)



Duque de Caxias (Xerém)- RJ
Temperatura recorde 39,7 graus
Dia da temperatura máxima 02/01/2015
Quantas vezes a cidade esteve entre as 10 mais quentes do dia 7



 Divulgação/ Facebook Prefeitura de Valparaíso

Valparaíso (SP)


6º - Valparaíso (SP)

Valparaíso - SP
Temperatura recorde 39,7 graus
Dia da temperatura máxima 19/01/2015
Quantas vezes a cidade esteve entre as 10 mais quentes do dia neste ano 3


 Divulgação/ Prefeitura de Alegre/ Thaiza de Paula

Igreja Matriz Nossa Senhora da Penha, em Alegre (ES)


7º - Alegre (ES)

Alegre - ES
Temperatura recorde 39,6 graus
Dia da temperatura máxima 02/01/2015
Quantas vezes a cidade esteve entre as 10 mais quentes do dia neste ano 11


Wikimedia Commons

Vista aérea da cidade de Itaperuna (RJ)


8º - Itaperuna (RJ)


Itaperuna - RJ
Temperatura recorde 39,6 graus
Dia da temperatura máxima 18/01/2015
Quantas vezes a cidade esteve entre as 10 mais quentes do dia neste ano 8


Divulgação/ Prefeitura de Porto Murtinho

Porto Murtinho (MS)



9º - Porto Murtinho (MS)



Porto Murtinho - MS
Temperatura recorde 39,3 graus
Dia da temperatura máxima 11/01/2015
Quantas vezes a cidade esteve entre as 10 mais quentes do dia neste ano 7


Wikimedia Commons

Vista aérea da cidade de Jaguaribe (CE)


10º - Jaguaribe (CE)


Jaguaribe - CE
Temperatura recorde 39,2 graus
Dia da temperatura máxima 17/01/2015
Quantas vezes a cidade esteve entre as 10 mais quentes do dia neste ano 7

AFP

Xavier posa com os pais e uma funcionária: menino recebeu o primeiro implante de pâncreas artificial

Da AFP

Sydney - Um menino australiano de quatro anos, Xavier Hames, recebeu um pâncreas artificial, o que foi classificado por especialistas como o primeiro caso no mundo no tratamento de diabetes do tipo 1, anunciou o Hospital Infantil Princess Margaret, de Perth.

O pâncreas artificial implantado, parecido com um reprodutor MP3, está conectado ao corpo através de vários tubos enxertados sob a pele.

"O aparelho reproduz a função biológica do pâncreas para prever os níveis baixos de glicose e deter a administração de insulina", indicou na quarta-feira um comunicado do departamento de Saúde da Austrália Ocidental.

"Isso, por sua vez, evita as consequências graves de baixo nível de glicose, como o coma, convulsões e uma possível morte", acrescentou o comunicado, que não indicou quando a operação ocorreu.

A Fundação de Pesquisa de Diabetes Juvenil (JDRF), uma organização sem fins lucrativos que financiou o projeto, indicou que a tecnologia monitora os níveis de glicose e interrompe o fornecimento de insulina até 30 minutos antes que ocorra um ataque hipoglicêmico.

"Este dispositivo pode prever hipoglicemia antes que aconteça e deter a administração de insulina antes de um evento previsto", disse Tim Jones, um dos médicos do hospital.

"Isso, unido ao fato de que a bomba retoma automaticamente o fornecimento de insulina quando os níveis de glicose se recuperam, é um avanço médico real", acrescentou.

Naomi Hames, a mãe de Xavier, declarou que o dispositivo já havia melhorado a vida de seu filho, afetado pela doença desde que tinha 22 meses.

"O sistema é impermeável, razão pela qual Xavier pode praticar esportes aquáticos", disse a mãe.

Além disso, "nos dá tranquilidade durante a noite", acrescentou.

O pâncreas artificial foi desenvolvido durante cinco anos no Hospital Infantil Princess Margareth, com a ajuda de outros estabelecimentos, indicou.

Cada aparelho tem um custo de 8.100 dólares.

Wikimedia Commons

Cocaína: a vacina contém uma proteína que faz com que o corpo combata a presença e anule os efeitos da droga


Saulo Pereira Guimarães, de EXAME.com

    Cientistas do Intituto de Pesquisa Scripps estão desenvolvendo uma vacina para combater a dependência de cocaína. A novidade foi tema de um estudo divulgado nesta semana em publicação da Sociedade Americana de Química (ACS, na sigla em inglês).

Testada em ratos, a vacina é à base de Flagelina. Essa proteína está presente no flagelo de diversas bactérias e foi modificada para disparar uma reação do sistema imunológico. De acordo com os cientistas, a Flagelina faz com que o corpo combata a presença da cocaína - o que anula os efeitos da droga.

"Apesar de normalmente serem associadas ao combate de infecções virais ou bacterianas, as vacinas podem ser desenvolvidas para ensinar o sistema imunológico a reconhecer substâncias não-microbianas como drogas", afirmou a ACS em nota sobre o estudo.

Realizada nos Estados Unidos, a Pesquisa Nacional sobre Uso de Drogas e Saúde apontou que cerca de 1,4 milhão de pessoas consomiam cocaína no país em 2011. No Brasil, dados da Organização das Nações Unidas indicam que, entre 2005 e 2011, o consumo da droga mais que dobrou entre pessoas com idade entre 12 e 65 anos.

"Uma vacina contra a cocaína seria uma alternativa promissora de opção terapêutica", afirmam os cientistas envolvidos no estudo.

Zoom Dosso/AFP

Profissionais de saúde usando roupa protetora são vistos no centro de atendimento ao ebola

Da REUTERS

Genebra - A epidemia de ebola na África Ocidental parece estar em declínio, com menos de 150 casos relatados na semana passada, mas devem ser mantidos os esforços para acabar com a doença, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quinta-feira.

A Serra Leoa continua a ser o país mais afetado, com 117 dos 145 novos casos confirmados, contra 184 na semana passada e 248 na retrasada, disse a OMS em sua última atualização.

"A incidência de casos continua a cair na Guiné, Libéria e Serra Leoa", disse a agência da Organização das Nações Unidas, acrescentando que a vigilância sobre a doença está sendo intensificada nos distritos de fronteira da Guiné-Bissau, Costa do Marfim, Mali e Senegal.

A cada 10 dias, o número de novos casos cai pela metade na Guiné. Com um total de 20, o número de casos na Guiné é o mais baixo desde o início de agosto, disse a entidade.

Na Libéria, onde os casos confirmados na semana passada caíram para 8 de um pico de mais de 300 por semana em agosto e setembro, a quantidade vem se reduzindo à metade a cada duas semanas, e em Serra Leoa, a cada 20 dias, aproximadamente.

De acordo com a OMS, ao todo houve 21.724 casos de ebola reportados em nove países no ano passado, desde o início da epidemia na Guiné, incluindo 8.641 mortes.

O vírus não foi mais identificado no Mali, Nigéria e Senegal, e não houve mais casos entre os trabalhadores estrangeiros da área de saúde que retornam à Grã-Bretanha, Espanha ou os Estados Unidos, apesar de uma enfermeira britânica ainda estar se recuperando em um hospital em Londres.

Até o momento, 828 profissionais de saúde foram infectados nos três países mais atingidos, incluindo 499 que morreram, disse a OMS.

Na quarta-feira, o chefe da ONU para o ebola, David Nabarro, estacou que as agências da ONU precisam de um total de 1 bilhão de dólares para combater a epidemia de ebola num momento em que os especialistas passam para uma nova fase que envolve uma operação maciça para rastrear casos remanescentes.

"Casos de resistência de comunidades a enterros seguros e à identificação de contatos continuam a ser relatados em todos os três países, embora sejam mais comuns na Guiné", disse a OMS.

O Comitê de Emergência da OMS para o ebola salientou na quarta-feira que os passageiros ainda devem ser rastreados ao deixar a Guiné, Libéria e Serra Leoa para alteração na temperatura ou outros sinais de infecção.

Ridofranz/Thinkstock

Casal pratica exercício: a OMS considera o sedentarismo o "novo cigarro"

Da EFE

Um estudo publicado no Amercian Journal Nutrition Clinical mostra que o sedentarismo é mais perigoso para a saúde do que a obesidade, apesar de serem fatores de risco associados.

Segundo a pesquisa, da Universidade de Cambridge, caminhar 20 minutos por dia pode reduzir a mortalidade em pessoas com menos de 65 anos, além de diminuir os riscos de doenças do coração e câncer.

"Cerca de 20 minutos é um bom tempo, mas a recomendação é realizar o exercício por cinco dias durante a semana. É necessário ter regularidade", explicou à Efe o educador físico Márcio Atalla.

"O que a gente sabe é que uma pessoa acima do peso fisicamente ativa tem muito menos chances de morrer do que um magro sedentário", contou Atalla.

Para o especialista, ter uma vida ativa é mais importante do que ser "magro" ou "gordo", "porque o nosso corpo foi moldado para isso".

De acordo com Atalla, a obesidade é considerada um dos problemas do século e pode estar diretamente associada ao sedentarismo por "conta das tecnologias", que causam uma diminuição do movimento e, consequente, ganho de peso e consumo de calorias.

O educador físico concorda com a Organização Mundial da Saúde (OMS) que considera o sedentarismo o "novo cigarro".

Segundo ele, hoje, a falta de atividade física é responsável por 13% das causas de morte no país, com relação direta com doenças como diabetes, problemas cardíacos, infecções e derrame, além de alguns tipos de câncer, como o de mama e intestino.

Atalla acrescenta que não é apenas para perder peso que as pessoas devem se exercitar, porque quem não tem problema com peso também se beneficia com a prática de atividade física.

"Qualquer pessoa pode ser beneficiada, de qualquer idade e qualquer peso, com a prática, mesmo se você não tiver aquele corpo de atriz global. Você vai ser mais saudável e seus sistemas de defesa ficam mais fortes", reforçou.

Incluir pequenas atividades física na rotina, como subir as escadas em vez de usar elevador e caminhar até a padaria, traz benefícios ao organismo.

"Seu corpo não sabe identificar se você está indo à academia ou indo à padaria", explicou Atalla, que também ressaltou a importância de fazer "quebras" no trabalho, como se levantar durante o dia para beber água. EFE

Jeff Bezos, CEO da Amazon, durante uma entrevista coletiva em 6 de setembro de 2012



As mais faladas no mundo

São Paulo - Um novo estudo mostra quais marcas foram mais faladas e comentadas no mundo no último ano.

O relatório de 2014 do YouGov BrandIndex Buzz engloba 15 países, incluindo o Brasil, e avalia a percepção de marcas através de pesquisas online diárias com milhões de consumidores.

Se o consumidor ouviu falar da marca nas últimas duas semanas (em redes sociais, televisão, boca a boca ou outras mídias), ela ganha mais pontos.

É levado em conta, também, se a pessoa ouviu falar bem ou mal.


1. Estados Unidos

Marca campeã: Amazon
Outras marcas percebidas pelos americanos: YouTube, Netflix, Subway, Samsung, Apple.





2. Reino Unido

Marca campeã: Aldi (rede alemã de supermercados)
Outras marcas percebidas pelos ingleses: John Lewis, BBC IPlayer, Netflix











4. China

Marca campeã: Hai Tian (marca da Haday, frabicante chinesa de temperos)
Outras marcas percebidas e comentadas pelos chineses: baidu, Apple, Samsung


5. Dinamarca

Marca campeã: Lego
Outras marcas percebidas e comentadas pelos dinamarqueses: Audi, Volkswagen, Netflix






6. Finlândia

Marca campeã: Lidl (empresa alemã de alimentos)
Outras marcas percebidas e comentadas pelos finlandeses: Arabia, Volkswagen, Prisma





7. França

Marca campeã: E.Leclerc (rede de supermercados)
Outras marcas lembradas pelos franceses: Samsung, Peugeot, Renault





8. Alemanha

Marca campeã: DHL
Outras marcas lembradas pelos alemães: Nivea, BMW






9. Japão

Marca campeã: Uniqlo (marca de roupa e varejo)
Outras marcas lembradas pelos japoneses: Amazon, Apple




Georges Gobet/AFP


10. México

Marca campeã: Google

Outras marcas lembradas pelos mexicanos: Michelin, Nissan, Samsung






11. Noruega

Marca campeã: Rema 1000 (rede de supermercados)
Outras marcas lembradas pelos noruegueses: IKEA, Toyota





12. Arábia Saudita

Marca campeã: Samsung
Outras marcas lembradas pelos sauditas: Visa, Sony






13. Suécia

Marca campeã: Volvo
Outras marcas lembradas pelos suecos: IKEA, Michelin






14. Países Baixos

Marca campeã: YouTube
Outras marcas lembradas pelos holandeses: Facebook, Chrome, Spotify





15. Emirados Árabes Unidos

Marca campeã: Samsung
Outras marcas lembradas: Emirates, Google, Apple






ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget