01/05/13


Houve 89.815 adolescentes paulistas menores de 20 anos gestantes em 2011, contra 148.018 em 1998


Balanço da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo em parceria com a Fundação Seade aponta que o índice de gravidez na adolescência no Estado caiu 26,5% em 13 anos e atingiu, em 2011, seu menor nível em 13 anos.

Enquanto em 1998 os filhos das gestantes menores de 20 anos representaram 20% do total de nascidos vivos do Estado, em 2011 esse índice ficou em 14,7% do número de partos.

Em números absolutos houve 89.815 adolescentes paulistas menores de 20 anos gestantes em 2011 (último dado consolidado), contra 148.018 em 1998. Desde 1999 a porcentagem de partos de menores de 20 anos vem caindo em relação ao total de nascidos vivos em todo o Estado.

Em 1999, bebês de adolescentes representaram 19,8% do total de nascidos vivos no Estado. Em 2000, o índice ficou em 19,4%; em 2001, as adolescentes grávidas eram 19,1% do total e, em 2002, 18,4%.

Em 2003, a porcentagem de nascidos vivos de jovens mães foi de 17,5%. Já em 2004, o índice ficou em 17% do total de partos e, em 2005, as adolescentes grávidas representaram uma porcentagem de 16,9% do total do Estado.

O índice continuou caindo e, em 2006, as adolescentes representaram 16,6% dos partos de todo o Estado. Em 2007, a porcentagem de partos de jovens entre 10 e 19 anos ficou em 16,3%. Em 2008, as adolescentes representaram 15,7% do total do Estado e em 2009, 15,4%. Em 2010, o índice de adolescentes grávidas foi de 14,8% do total de nascidos vivos.

Para Albertina Duarte Takiuti, coordenadora do Programa Saúde do Adolescente da Secretaria, a queda é consistente. "É um resultado importante, que foi possível graças a ações integradas do Estado, em parceria com os municípios", afirma.

A médica também ressalta que a capacitação de profissionais de saúde e a distribuição gratuita de preservativos e contraceptivos em unidades de todo o Estado foi fundamental para a redução dos casos de gravidez na adolescência.

Para a faixa etária de 15 a 19 anos, a redução do índice de gravidez na adolescência foi ainda maior. As mães jovens entre 15 e 19 anos representaram, em 2011, 14,1% do total de partos em todo o Estado. Em 1998, a porcentagem de partos nesta faixa etária era de 20,7%. Em números absolutos houve 86.456 adolescentes grávidas entre 15 e 19 anos em 2011 contra 143.490 em 1998.


Kiyoshi Kimura segura atum gigante que será servido em seu restaurante, em Tóquio (Japão)

O mercado de pescados de Tsukiji, em Tóquio, o maior do mundo, vendeu neste sábado (5), em seu tradicional primeiro leilão do ano, um atum azul de 222 quilos pelo preço recorde de 155,4 milhões de ienes (US$ 1,76 milhão, na cotação do dia), ou R$ 3,58 milhões.

O exemplar, que foi capturado nas águas de Oma, na província de Aomori, quase triplicou o anterior recorde, obtido no ano passado, quando um atum de 269 quilos alcançou o valor de 56,49 milhões de ienes (US$ 653 mil),.

O comprador do valioso atum foi a mesma pessoa do ano passado, Kiyoshi Kimura, presidente da cadeia de restaurantes de sushi Kiyomura.

"Foi um pouco caro", assegurou à agência Kyodo o comprador, de 60 anos, que venderá o exemplar em seu estabelecimento, em Tsukiji, a preços entre 128 e 398 ienes (US$ 1,43 e US$ 4,44) por cada peça de sushi.

O quilo do prezado atum vendido neste sábado (5) em Tóquio ficou em torno de 700 mil (US$ 7.841), superando amplamente o anterior recorde de 210 mil ienes (US$ 2.352) alcançado no ano passado.


  • Murilo Góes/UOL
    Novo Hyundai i30 e outros dez hatches médios devem agitar a temporada de 2013
    Novo Hyundai i30 e outros dez hatches médios devem agitar a temporada de 2013
O ano de 2012 foi marcado por lançamentos importantes no Brasil -- alguns, inclusive, globais. Mesmo com estreias em categorias mais caras, o foco foi no segmento de compactos, que contou com a chegada de modelos como Hyundai HB20Chevrolet OnixToyota Etios, além das renovações do Volkswagen Gol e de novos pacotes do Nissan March e do Fiat Uno.
O ano de 2013, porém, deverá subir um degrau. O total de novos modelos e versões (diferenciando hatch de sedã, híbridos e carros com novos motores, mas sem contar eventuais séries especiais) chega a 91. Destes, 24 são veículos médios, e entre estes, 11 são hatches.

Veja uma lista com as principais estreias que as marcas preparam para este ano:
+ AUDI
A principal novidade da alemã é a chegada oficial do novo A3 no país, já anunciada pela fabricante. É um dos primeiros hatches médios a desembarcar no Brasil, com chance até de ser nacional. Outro que deve aparecer por aqui é o esportivo RS4 em suas versões sedã e perua.

+ BMW e MINI
Com a chegada das novas gerações de seus dois principais modelos (Série 1 e Série 3) em 2012, a marca bávara deve fazer de 2013 uma espécie de "intervalo" para preparar o lançamento de seus elétricos no Brasil, em 2014 -- os carros da linha "i", inclusive, já têm até site no país (www.bmw-i-brasil.com). As novidades devem ser o roadster Z4, a versão híbrida do Série 3 e o novo Série 1 com pacote M. A subsidiária Mini começa a vender o Paceman.

+ CHANGAN
Agora com um nome, digamos, mais ajustado ao português, a antiga Chana anunciou, no último Salão de São Paulo, a chegada de quatro novos modelos ao Brasil em 2013. Destes, um é utilitário destinado ao trabalho (não conta, portanto, em nossa lista) e outros três são compactos de passeio: Mini Benni, CX20 e Alsvin; os preços serão R$ 24.900 para o Benni e R$ 34.900 para os outros dois modelos.

+ CHERY
A maior novidade da chinesa chegaria uma semana antes do Natal de 2012, mas acabou ficando para este ano. Trata-se do Celer, um compacto (o quarto da marca em dois anos) que será vendido nas carrocerias hatch e sedã. O modelo começa a ser importado no primeiro semestre, mas ganha motor flex e produção nacional a partir de 2014, quando a fábrica da Chery em Jacareí, no interior de SP, inicia operações. Outro que chega é o Tiggo reestilizado.

+ CHEVROLET
2012 foi um dos anos mais importantes para a GM do Brasil nas duas últimas décadas. Isso porque a marca renovou praticamente toda sua linha de modelos, docompacto Onix ao SUV Trailblazer. As novidades, porém, não param por aí: logo conheceremos a versão sedã do Onix, o Agile reestilizado, a nova geração do Tracker (conhecida lá fora como Trax e Enjoy) e, possivelmente, o novo Malibu, que deve tomar o lugar do aposentado Omega com uma versão V6 (o Malibu quatro-cilindros deve desaparecer, graças ao sucesso do Cruze LTZ).
+ CHRYSLER
O grupo Chrysler (que agora inclui Dodge, Jeep, SRT e Ram) começa a trazer para o Brasil, no primeiro semestre, o Durango, um Grand Cherokee com logo da Dodge. Fora isso, a marca começa a importar o novo SRT Viper para o país. O Grand Cherokee ganha opção a diesel.

+ CITROËN
Após lançar em 2012 a nova geração do C3 e os requintados DS3 e DS5, a Citroën reservou a nova família C4 para 2013. Assim como no ano passado, em que o modelo "premium" veio antes do "civil", o DS4 deverá ser a primeira estreia da marca. Logo após deve acontecer o lançamento do novo C4 hatch e, pouco depois, do C4 L, que mata o Pallas (ambos já flagrados por UOL Carros em oficinas pelo Brasil).

+ FIAT
A marca italiana líder de mercado não reserva grandes lançamentos para 2013 -- já o fez nos últimos dois anos. A única novidade pode ser a nova geração do Fiorino, feito sobre a plataforma do novo Uno. O Viaggio, sedã médio que tomará o lugar do Linea, deve ser produzido no Brasil e, por isso, demora um pouco mais. Especula-se, também, o possível retorno da Alfa Romeo. Os modelos seriam vendidos nas poucas concessionárias Chrysler pelo país. A ver.
  • AFP
    Sem data certa, o novo Ford Fusion híbrido estréia sua segunda geração no Brasil em 2013
+ FORD
A Ford é outra que, como a Chevrolet, teve um 2012 cheio e deve ter em 2013 um ano ainda mais quente. A Ford deve lançar a versão Sport da nova Ranger; o Fusion com motor bicombustível e o híbrido; o novo New Fiesta, agora fabricado no Brasil (nas versões hatch e sedã); a nova geração do Focus (também hatch e sedã, sem perua), que deve estrear somente no segundo semestre, além do EcoSport 4x4, apresentado no final do ano, e o Everest, o SUV da Ranger (para combater diretamente o Trailblazer). O novo Ka deve ficar para o começo de 2014.
+ HAIMA
Como a Changan, a Haima, outra fabricante chinesa importada ao Brasil pelo grupo Districar, também deve lançar três carros no Brasil em 2013. Assim como a outra fabricante, os preços também já estão definidos: R$ 29.900 para o Haima 2 (hatch compacto), R$ 49.800 para o sedã Haima 3 e R$ 59.800 para o SUV Haima 7.

OS MÉDIOS DE 2013

Audi RS4
Audi RS4 Avant
Audi A3*
BMW Série 3 híbrido
Citroën C4*
Citroën DS4*
Citroën C4 L
Ford Focus*
Ford Focus Sedan
Honda Civic
Honda Civic Si
Hyundai Elantra flex
Hyundai i30*
Hyundai Veloster Turbo*
Kia Cerato
Mercedes-Benz Classe A*
Mitsubishi Lancer
Nissan Sentra
Subaru Impreza*
Subaru Impreza sedã
Toyota Prius*
Toyota RAV4
Volkswagen Golf*
Volvo V40*

*Hatchback
+ HONDA
O principal lançamento da marca será o novo Civic. Outra vez? Sim: o modelo ganhará motor 2.0 no país (já anunciado durante oSalão de São Paulo) e poderá mudar de cara para agradar a quem não gostou do desenho atual. De cara, não -- de bumbum: as principais alterações devem ser na traseira, assim como aconteceu nos EUA. O novo motor, flexível, também deve equipar o CR-V. Fora isso, a marca estuda reestrear no Brasil o Civic Si, desta vez como modelo importado, assim como a nova geração do Accord, ambos vindos do Japão.
+ HYUNDAI
Outra marca inquieta em 2012, a Hyundai mantém o ritmo acelerado de lançamentos em 2013. No primeiro semestre chegam o HB20 sedã, o HB20X (versão aventureira do hatch) e as novas gerações do i30 (agora flex) e do Santa Fe. Além disso, a sul-coreana estreia as versões flexíveis de Elantra e Tucson no primeiro semestre do ano e o Veloster Turbo, na segunda metade de 2013.
+ JAC
Após a estreia no final do ano do compacto J2, a JAC deve apenas "se manter" em 2013 e esperar por 2014, quando a fábrica da marca em Camaçari, na Bahia, inicia a produção nacional de seus modelos. Em 2013 as únicas novidades devem ser a chegada (no primeiro semestre) da versão Sport do J3 e a estreia da van Refine.

+ JAGUAR LAND ROVER
A marca britânica já havia dito, no final de 2012, que traria a nova geração do Range Rover Vogue ao Brasil em 2013. O que a marca não disse é que a versão Sport da mesma linha, que será apresentada no Salão de Genebra, poderia desembarcar por aqui no mesmo ano. Anote: será no final de 2013. A Jaguar começará a importar o F-Type.

+ KIA
As maiores novidades da Kia, que se diz prejudicada pelo novo programa do governo, é a estreia da nova geração do Cerato, sua principal estrela no Salão de São Paulo, e do novo Sorento, que chega no começo do ano. Além deles, a marca também estreia no país em 2013 o sedã Quoris, um Hyundai Equus com outro símbolo. O Optima híbrido é outro que pode pintar por aqui.

+ MAHINDRA
A indiana Mahindra também apresenta em 2013 três novidades ao Brasil: o SUV Quanto, equipado com motor 2.2 turbodiesel de 120 cv, a picape Genio (com versões com cabine simples e dupla) e o XUV500, um utilitário com tração integral e motor a diesel de 140 cv. Todos têm vasta lista de equipamentos de série. Os preços ainda não foram definidos.
  • Murilo Góes/UOL
    O novo Mercedes-Benz Classe A, agora um hatch, chega para encarar BMW Série 1 e Audi A3
+ MERCEDES-BENZ
O principal lançamento da marca alemã em 2013 será a nova geração do Classe A, que deixa de ser monovolume e passa a ser hatch para encarar diretamente BMW Série 1 e Audi A3. Fora ele, a marca começa a importar o SLS 2013, que ganhou leves modificações e nova nomenclatura, e o CLS Shooting Brake, versão perua do CLS. A subsidiária Smart não deve ter novidades.
+ MITSUBISHI
A japonesa avisou que quer dobrar suas vendas no Brasil até 2015. Para isso, os planos da marca incluem a nacionalização de alguns modelos -- estratégia anunciada ao expandir sua fábrica em Catalão (Goiás). Antes da chegada do Mirage (que pode ser em 2014), três dos atuais carros vendidos no país serão nacionais: Lancer, Outlander e ASX (este último ainda ganha um leve tapa no visual). Todos podem chegar este ano, sem data certa.

+ NISSAN
Claramente afetada pelo novo regime automotivo (que permite a importação de modelos mexicanos somente por sistema de cotas), a Nissan é outra que não vê a hora de sua fábrica (em Resende, interior do RJ) ficar pronta. 2013 deve ser para a marca somente "mais um ano", mesmo caso de outras fabricantes que aguardam por sede nacional. Suas duas principais novidades serão a nova geração do Sentra e a chegada do Altima, ambos importados do México.
  • Murilo Góes/UOL
    O novo Peugeot 208, estrela da marca em 2013, chega no primeiro semestre em várias versões
+ PEUGEOT
O principal lançamento da marca é o 208, que estreia exatos 208 dias após o anúncio de sua apresentação no Salão do Automóvel de São Paulo (em março, portanto). Além dele, a marca deve lançar no país o sedã emergente 301 até o final do ano e as reestilizações de RCZ e 3008, sem data prevista. O 2008, SUV compacto criado para combater EcoSport e o Duster, deve chegar somente em 2014.
+ PORSCHE
Até a Porsche tem importante programação este ano. Após lançar no Brasil, em 2012, a nova geração do 911 (o carro mais importante da história da marca), a empresa, agora parte do Grupo Volkswagen, deve inaugurar a nova geração do Cayman e as versões GTS dos modelos Cayenne e Panamera.

+ RENAULT
A francesa é outra que trabalhou bastante em 2012. Mas vai "descansar" em 2013. Isso porque a fabricante só deve lançar as novas gerações de Logan e Sandero, recém-modificados pela romena Dacia na Europa (ambos foram recentemente reajustados pela empresa), em 2014 (ao contrário do que se especula por aí). Versões especiais dos atuais modelos, como o Duster Tech Road, podem surgir.

+ SSANGYONG
A sul-coreana SsangYong deve lançar no Brasil em 2013 a nova geração de seu principal modelo: o utilitário Actyon, nas versões picape e SUV. Além dele, a marca começa a importar o sedã Chairman e o jipinho Rexton W, ambos apresentados no Salão de São Paulo.

+ SUBARU
A marca japonesa, sempre discreta em seus lançamentos, estreia em 2013 a nova geração do Impreza e o novo XV, ambos mostrados no Salão do Automóvel. O novo Forester, apresentado no Salão de Los Angeles de 2012, também pode desembarcar por aqui, mas as chances de ele chegar somente em 2014 são maiores.

+ SUZUKI
A marca deve ter apenas uma novidade em 2013: a estreia do jipinho Jimny nacional, feito na fábrica da Mitsubishi em Catalão (GO). A produção deve se transferir para Itumbiara, também em Goiás, quando a fábrica da montadora for finalizada.

TOYOTA
Após o importante ano de 2012, quando lançou seu primeiro modelo popular no Brasil (o Etios), a Toyota deve ter outro ano agitado. Três modelos têm estreia marcada: a nova geração do RAV4, o Prius e o Etios com roupagem aventureira. A nova geração do Corolla é esperada para 2014.

+ VIA ITALIA (Ferrari, Lamborghini e Maserati)
O grupo importador oficial das três grifes italianas no BRasil deve começar a trazer o novo Ferrari F12 Berlinetta e os Maserati Quattroporte (nova geração) e Gran Cabrio reestilizado -- este último apresentado ao público no estande da Fiat do último Salão do Automóvel.
  • Murilo Góes/UOL
    A nova geração do Golf, com chances de ser produzida no Brasil, é um dos destaques de 2013
+ VOLKSWAGEN
novo Golf deve ser o principal lançamento do ano. Ao menos para a Volkswagen. A sétima geração do hatch deve começar a ser importada para o país, mas também há chances de o modelo ser produzido por aqui. A Saveiro deve receber a reestilização implantada no Gol e no Voyage. O compacto Up, já flagrado por UOL Carros, e o novo Santana devem ficar para 2014.
+ VOLVO
A única novidade da marca para 2013 é a estreia do V40, hatch que substitui o C30. O modelo, eleito o mais seguro do Salão do Automóvel, inaugura no Brasil o airbag para pedestre (bolsa que infla de acordo com sensores externos). O V40 chega ao país no segundo semestre com preços entre R$ 100 mil e R$ 150 mil.


Gatinho levava material que seria usado em fugas


Na madrugada da virada de Ano-Novo (31), agentes do Presídio Desembargador Luiz de Oliveira Souza, em Arapiraca (AL), fizeram uma captura inusitada. Eles interceptaram um gato branco entrando na unidade prisional carregando duas serras, duas brocas para concreto, um fone de ouvido, um cartão de memória, um celular, três baterias e um carregador de celular.

A entrada do bichano foi notada pelo agente penitenciário que estava na portaria do presídio, que percebeu algo estranho amarrado com uma fita isolante ao corpo do animal.

O material levado involuntariamente pelo gato seria utilizado por presos para serrar grades e cavar túneis em possíveis fugas.

O animal capturado foi encaminhado para o Centro de Controle de Zoonoses.

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget