12/26/12


Cantora ao lado do ex-marido, em 2004. É possível que ele não seja pai de Sean Preston
Foto: Getty Images
Christopher Federline, irmão do segundo marido de Britney Spears, Kevin, tem uma bomba nas mãos. De acordo com documentos de um processo aberto por ele contra a cantora, obtidos pelo jornal norte-americano National Enquirer, o ex-cunhado da estrela revela ter feito sexo com ela quando era casada com o dançarino e garante: é o verdadeiro pai de Sean Preston, atualmente com 7 anos.

No dia 18 de dezembro, Christopher pediu uma ordem de afastamento de Spears, na Corte Distrital de Tampa, na Flórida, alegando que a cantora o roubou, chantageou e assediou. "Ela está fora de controle. É uma maníaca", escreveu nos documentos, nos quais alega ter tido o cartão de crédito furtado por ela quando foi à sua mansão buscar os supostos filhos do irmão para passear.

"Britney riu de mim, me disse que Kevin arruinou sua vida e fez graça, me dizendo que tenho um pênis pequeno", prossegue nas páginas, garantindo ter sofrido prejuízo de US$ 4.500 com o furto. "Ela também me chantageou e disse que, se eu fosse à polícia para falar sobre o cartão de crédito, contaria ao mundo que sou o verdadeiro pai de Sean Preston, e não Kevin."

Nos documentos, Christopher confessa ter dormido com Spears e que sabia ser o verdadeiro pai da criança, "mas o público não precisa saber disso". Segundo uma fonte próxima a ele, o ex-cunhado da cantora sempre se sentiu mal com o caso, pois temia que a notícia chegasse à sua mulher na ocasião, Alisha.

Segundo o profissional, a cantora devia muito dinheiro a um traficante de drogas



Um investigador particular garante que Whitney Houston foi assassinada, e não vítima de uma parada cardíaca seguida de afogamento acidental, como atesta seu laudo pericial.

De acordo com o site RadarOnline, Paul Huebl contou à revista Nationa Enquirer que há provas do crime ocorrido no quarto de hotel no qual a cantora estava hospedada, localizado em Beverly Hills, Los Angeles. Segundo ele, uma câmera gravou a presença de duas pessoas que circulam pelo local e que se misturam com os membros da equipe de Houston. Eles seriam agentes que ligavam a cantora ao traficante, seja levando drogas, seja recebendo o dinheiro do pagamento. E sobre dinheiro, Huebl afirma que Whitney devia cerca de U$1,5 milhão (mais de R$3 milhões) ao chefão do esquema, referente a compras passadas.

Quando a artista foi deixada sozinha em seu quarto, segundo o investigador, esses homens entraram no local e cobraram a tal dívida . Pouco tempo depois, o corpo da cantora estaria na banheira, com o rosto submerso.

“O corpo de Whitney mostra marcas clássicas de autodefesa que foram feitas enquanto ela lutava por sua vida”, diz Huebl.

Resta saber se a polícia reabrirá ou não o caso baseado nas supostas provas do investigador. Whitney Houston morreu no dia 11 de fevereiro, aos 48 anos.

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget