02/26/12

DE SÃO PAULO

O físico Stephen Hawking, 70, é frequentador assíduo de um clube de suíngue na Califórnia.

É o que garante o site "Radar Online", que diz ter ouvido a história de uma fonte que está sempre no local.

Segundo essa pessoa, o cientista costuma chegar com uma equipe de enfermeiras e assistentes.

Ele também teria a companhia constante de uma moça que dança pelada para ele.

"A última vez que o vi ele estava deitado em uma cama, todo vestido, com duas moças peladas ao redor dele", contou.

"Eu já falei com ele várias vezes", afirmou. "Uma vez ele tomou drinques com todo mundo."

Hawking anda em uma cadeira de rodas devido a sua longa batalha contra a esclerose lateral amiotrófica, que provoca a degeneração dos neurônios motores.

Sarah Lee/Associated Press

Stephen Hawking, que seria assíduo frequentador de clube de suíngue, em sala na Universidade de Cambridge

De crateras a arquipélagos inabitáveis: destinos terrestres que você nem suspeitava!





Não são apenas nos filmes que conseguimos ver cenários que parecem de outro mundo, sejam formações naturais ou criações humanas. Confira, logo abaixo, uma lista com alguns dos mais incríveis (e estranhos) locais existentes na realidade.

Caverna de cristais de Naica

 (Fonte da imagem: Terra Média)

Descoberta acidentalmente em uma mina no norte do México, esta caverna é uma das mais incríveis formações naturais da Terra. Dentro dela, é como estar em um mundo completamente diferente do nosso: cristais com vários metros de altura recobrem cada canto do ambiente.

É uma pena que, o que tem de belo na caverna de Naica, também há de perigoso. Isso porque a alta temperatura e a umidade do local permitem que os cientistas permaneçam na área por apenas alguns minutos, mesmo com trajes especiais.

Neft Daslari

(Fonte da imagem: TUTA)

 Acredite se quiser, mas a imagem acima é de uma plataforma petrolífera. Localizada a mais de 50 quilômetros de terra firme, a Neft Daslari começou pequena, mas logo cresceu, transformando-se em uma verdadeira cidade flutuante.

Uma vez que viajar até a vila mais próxima para fazer compras é algo inviável, a plataforma ganhou várias estruturas, para tornar o dia a dia no local mais agradável. Condomínios, escolas, padarias e até mesmo um cinema podem ser atualmente encontrados na Neft Daslari.


Chamarel
(Fonte da imagem: Los Angeles Times)

A vila de Chamarel mais parece um pedaço de Marte que caiu na Terra. Suas dunas, em tons de vermelho, amarelo, laranja, marrom, verde e até mesmo azul, fazem qualquer um pensar que elas simplesmente não vêm deste mundo.

Mas, por mais bizarro que possa parecer, essa terra colorida é um efeito natural: os diferentes tons foram causados pelo resfriamento das rochas vulcânicas a diferentes temperaturas. Mesmo assim, a beleza do local não deixa de impressionar, principalmente pelo enorme contraste que as dunas têm com a floresta próxima.

Pedregulhos de Moeraki




Não, esses não são ovos de aliens no meio da praia, mas outra bizarrice natural. As pedras, que chegam a ter até três metros de diâmetro e pesar sete toneladas, são formadas por sedimentos do fundo do mar. O processo acontece de forma semelhante ao de uma pérola.

A cada ano que passa, mais e mais dessas pedras aparecem na praia de Moeraki, na Nova Zelândia, devido à erosão dos penhascos próximos, em que várias dessas rochas estão presas. Por isso, aqueles que visitam o local podem ver os pedregulhos na metade do processo de “fuga”.

Os pedregulhos de Moeraki também têm uma característica um tanto quanto estranha: com o passar dos anos, muitos deles simplesmente se quebraram, revelando que as formações são na verdade ocas. Pensando bem, será que elas não são ovos mesmo...?


A porta para o Inferno
(Fonte da imagem: English Russia)

Se há algum lugar na Terra que possa ser uma ligação com o mundo dos mortos, esta enorme cratera no meio do deserto de Karakum é o ponto mais provável.

A “Porta para o Inferno”, como é chamada, foi, na verdade, uma criação humana completamente acidental: quase 40 anos atrás, um grupo de geólogos soviéticos iniciou uma escavação no local. Foi então que eles encontraram uma caverna gigantesca cheia de metano.

Uma vez que as pessoas correriam sérios riscos de vida para adentrar a área, a solução encontrada pelos soviéticos foi queimar todo o gás, para que a escavação pudesse prosseguir. O que ninguém imaginava era que, mesmo depois de quase quatro décadas, a cratera continuaria em chamas, sem uma pausa sequer.

Não se sabe quanto metano ainda há no bolsão, mas, ao que tudo indica, ele não deve acabar tão cedo.


Gate Tower Building
(Fonte da imagem: Muza-chans Gate to Japan)

Uma briga, envolvendo uma empresa que não queria mudar o projeto de um edifício de lugar e uma construtora de estradas que não tinha intenção de fazer um desvio em sua rota, “gerou” um prédio um tanto diferente em meio à paisagem de Osaka, no Japão.

Para solucionar o problema de sobreposição nos dois projetos, as construtoras fizeram algumas alterações nas estruturas. Dessa forma, a estrada suspensa pôde literalmente passar por dentro do prédio, que ganhou um enorme vão em seu centro. A visão do edifício parece saída diretamente das séries de super-heróis japoneses.


Vale da Lua
(Fonte da imagem: Mochilone)

Único local da lista em terras brasileiras, o Vale da Lua, como seu nome entrega, possui rochas com formas que lembram muito a paisagem do satélite que rodeia nosso planeta. Localizado no Vale dos Veadeiros, em Goiás, o aspecto das rochas foi formado graças à corredeira do Rio São Miguel. Se não fossem as águas e a floresta ao redor do lugar, seria fácil pensar que aquela área é uma parte da Lua.


A cidade murada de Kowloon
 (Fonte da imagem: Sometimes Interesting)

O que começou como um refúgio de guerra chinês tornou-se uma cidade separada de todo o resto do mundo. O local era formado por dezenas de prédios, todos tão próximos que tornavam quase impossível dizer onde acabava um e começava outro.

Essa bizarra massa de edifícios era de difícil acesso para pessoas comuns, o que fez dela um lugar perfeito para gangues. Nem mesmo o governo da China tinha poder sobre a área.

A cidade murada de Kowloon continuou como o paraíso dos crimes por décadas, até que foi demolida, em 1994.


Ilhas Izu
 
(Fonte da imagem: Atlas Obscura)

A presença de uma série de vulcões nesse arquipélago da costa do Japão tornou o local quase inabitável para humanos, devido à enorme quantidade de enxofre no ar. Assim, a área foi completamente evacuada em 2000.

Mas as ilhas Izu não continuaram vazias por muito tempo. Em 2005, cientistas, com permissão do governo japonês, ofereceram uma pensão para aqueles que aceitassem morar no local. Estes serviriam de cobaias para estudos sobre os efeitos debilitantes do ambiente nas pessoas.

É claro que houve uma quantia enorme de candidatos, entre os interessados pelo dinheiro e as pessoas que queriam voltar para suas casas. Os selecionados passaram a morar no local, sendo então obrigados a usar máscaras de oxigênio 24 horas por dia.


Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget