Veja Nova York a 381 metros de altura do One World

Fotógrafo observa a vista de Manhattan, Nova York, a partir do One World Observatory 

O One World Observatory, o deck panorâmico do 1 World Trade Center, em Manhattan, abrirá na sexta-feira para oferecer aos visitantes vistas de Nova York que tinham sido perdidas com o atentado de 11 de setembro e ajudar a cobrir o custo do mais caro edifício jamais construído. 

Os operadores do observatório esperam pagar US$ 875 milhões durante os próximos 15 anos aos proprietários do arranha-céu. 

A quantia – uma estimativa do aluguel que será gerado com eventos, ingressos vendidos, souvenirs e outras iniciativas para ganhar dinheiro – representa cerca de 27 por cento dos US$ 3,3 bilhões da construção do edifício mais alto do Hemisfério Norte, de 541 metros. 

O observatório, a cerca de 381 metros acima da West Street, conta com mirantes no centésimo e no centésimo segundo andares e com três opções de restaurante. 

Os visitantes que entrarem nos elevadores, chamados Sky Pods, para a subida de 60 segundos até o topo serão envolvidos por uma imagem virtual que mostra a evolução dos edifícios de Manhattan ao longo de 500 anos. 

O mirante, administrado pela Legends Hospitality LLC, com sede em Nova York, vai gerar receita para o arranha-céu. Cerca de 36 por cento dos escritórios do edifício ainda não foram alugados. 

“Esperamos que ele seja uma atração que as pessoas buscam no primeiro dia delas em Nova York”, disse Dave Checketts, CEO e presidente do conselho da Legends. 

“Esperamos que mais da metade dos visitantes venha de fora do país. E esperamos que o observador gere receita suficiente para recompensar nosso investimento”. 

A Legends aluga o espaço da Autoridade Portuária de Nova York e Nova Jersey, que construiu a torre e é dona dela, e da Durst Organization, sócia acionária do órgão. 

Preço dos ingressos 
A receita do observatório vai derivar “quase completamente” da venda de ingressos – a entrada comum para adulto custa US$ 32 e mais US$ 15 se você quiser um tablet para obter orientações –, mas também haverá festas de casamento, bar e bat mitzvahs, formaturas “e até a reunião do conselho de uma empresa multinacional”, disse Checketts. 

Ele não quis dizer quanto dinheiro a Legends espera lucrar e mencionou que a empresa tem o capital fechado. 

A Legends, uma parceria que inclui o New York Yankees, o Dallas Cowboys e o Goldman Sachs Group Inc., espera de 3 milhões a 4 milhões de visitantes por ano. Até a semana passada, foram vendidos 350.000 ingressos, de acordo com a companhia. 

O World Trade Center original, destruído por terroristas no dia 11 de setembro de 2001, tinha um mirante no centésimo sétimo andar da torre sul. Desde o ataque e até a chegada do One World Observatory, os visitantes que queriam ver Nova York de cima se dividiam entre o Empire State Building e o Top of the Rock, uma galeria interna e externa perto do topo do edifício Rockefeller Plaza 30. 

Empire State e Top of the Rock 
Os dois mirantes do Empire State Building receberam 4,28 milhões de visitantes em 2014 e geraram US$ 82,5 milhões em lucros sobre uma receita de US$ 111,5 milhões. 

De acordo com uma análise realizada pela empresa de pesquisa Green Street Advisors LLC. Os lucros obtidos pelos observatórios do 86º e do 102º andares aumentaram 55 por cento desde 2009, mostram os dados. 

A receita líquida dos observatórios em 2014 foi cerca de 42 por cento maior do que os US$ 58,3 milhões que o One World vai gerar anualmente para os proprietários da torre, conforme estimativas. 

Tishman Speyer, que controla o Rockefeller Center, disse através da porta-voz Suzi Halpin que “saúda afetuosamente o One World Observatory”. 

A empresa de capital fechado não quis fornecer informações financeiras do Top of the Rock, que recebe cerca de 3 milhões de visitantes por ano, disse ela. 

“A renda do observatório do Empire State será pressionada e sofrerá quedas neste e no próximo ano” por causa do novo concorrente, disse Jed Reagan, analista da Green Street. 

“No entanto, a longo prazo, acho que o negócio vai se manter bem, e o Empire State vai conseguir conquistar uma grande fatia dos visitantes dos observatórios de Nova York”.

Vista de Manhattan a partir do One World Observatory, a cerca de 381 metros acima da West Street 

A ponte do Brooklyn, um dos pontos de Nova York que podem ser vistos do deck

Do One World Observatory, também é possível ver a Estátua da Liberdade

Visitantes no One World Observatory: o observatório conta com mirantes no centésimo e no centésimo segundo andares

Vista de avenida a partir do deck

Prédios de Manhattan: o mirante vai gerar receita para o 1 World Trade Center

Vista geral de Nova York: a entrada comum para adulto custa US$ 32 e mais US$ 15 se você quiser um tablet para obter orientações

O 1 World Trade Center: operadores do observatório esperam pagar US$ 875 milhões durante os próximos 15 anos aos proprietários do prédio

David M. Levitt e David Gura, da Bloomberg
maio 28, 2015
Sua Opinião:

Postar um comentário

DÊ SUA OPINIÃO, COMENTE ESSA MATÉRIA.

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

[facebook][blogger]

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget