+MMS
Carregando Notícias Mundo MS...

Tweetar Post/Página

Hubble detecta aglomerado de estrelas-monstro milhões de vezes mais brilhante que o Sol

 © VEJA.com

FOTO DE WESTERLUND 2,UM AGLOMERADO DE CERCA DE 3 000 ESTRELAS LOCALIZADA A 20 000 ANOS-LUZ DA TERRA

Um time de especialistas da Nasa e da ESA (agência espacial europeia) revelaram com a ajuda do Telescópio Espacial Hubble novas imagens do aglomerado de estrelas R136, na Nebulosa de Tarântula. O conjunto de estrelas está localizado há 170.000 anos-luz da Terra e abriga nove estrelas enormes, apelidadas de "estrelas-monstro", que juntas são 30 milhões de vezes mais brilhantes que o Sol. O estudo, que foi publicado recentemente noMonthly Notices of the Royal Astronomical Society, deve auxiliar pesquisadores a compreender o desenvolvimento e funcionamento de estrelas massivas, sendo também uma prova da capacidade de Hubble.

De acordo com os pesquisadores, liderados por Paul Crowther, da Universidade de Sheffield, na Grã-Bretanha, as nove estrelas massivas possuem 100 vezes a massa do Sol e emitem gás e poeira em quantidade equivalente à massa da Terra todo mês, o que garante que elas não terão vida longa. Para realizar as observações os especialistas dissecaram a radiação ultravioleta do aglomerado de estrelas utilizando dois equipamentos a bordo do Hubble. "Novamente nosso trabalho demonstra que, mesmo em órbita por mais de 25 anos, ainda existem algumas áreas da ciência nas quais o Hubble se mostra unicamente capaz", afirmou Crowther.

É possível que algumas dessas estrelas massivas muito próximas se tornem buracos negros no futuro, que podem se fundir eventualmente, assim como o movimento visto na primeira vez que as ondas gravitacionais foram detectadas. A equipe de pesquisadores vai continuar a analisar os dados recolhidos pelo Telescópio Espacial para identificar qual a origem desse aglomerado de "estrelas-monstro" e calcular as possibilidades da formação de novas ondas gravitacionais.

(Da redação)

© HubbleSite
FOTOS DO TELESCÓPIO HUBBLE

SLIDES © HubbleSite
FOTOS DO TELESCÓPIO HUBBLE

© HubbleSite
FOTOS DO TELESCÓPIO HUBBLE

© HubbleSite
FOTOS DO TELESCÓPIO HUBBLE

© HubbleSite
FOTOS DO TELESCÓPIO HUBBLE

© HubbleSite
FOTOS DO TELESCÓPIO HUBBLE

© HubbleSite
FOTOS DO TELESCÓPIO HUBBLE

© Divulgação/NASA, ESA, Hubble SM4 ERO Team

REVELADA PELO HUBBLE, A NEBULOSA DA BORBOLETA É UM VERDADEIRO 'CALDEIRÃO' DE GASES COM TEMPERATURAS QUE PODEM ULTRAPASSAR OS 250.000 GRAUS CELSIUS. O CENTRO DO AGLOMERADO DE GÁS E POEIRA É MUITO QUENTE, BRILHANDO EM LUZ ULTRAVIOLETA. ESTÁ LOCALIZADA A CERCA DE 4.000 ANOS-LUZ DA TERRA, NA CONSTELAÇÃO DE ESCORPIÃO

© HubbleSite
FOTOS DO TELESCÓPIO HUBBLE

© HubbleSite
FOTOS DO TELESCÓPIO HUBBLE

© Divulgação

DOCUMENTÁRIO MOSTRA MISSÃO DA NASA EM 2009, EM QUE SETE ASTRONAUTAS DO ÔNIBUS ESPACIAL ATLANTIS CONSERTARAM TELESCÓPIO HUBBLE

© Divulgação/ M. Meixner (STScl) e T.A Rector/Nasa-Noao-ESA-Hubble Helix Nebula Team

OBSERVATÓRIO HUBBLE FLAGRA EM DETALHES A HELIX, UMA DAS MAIS PRÓXIMAS NEBULOSAS DA TERRA, A APENAS 650 ANOS-LUZ DE DISTÂNCIA. A IMAGEM MOSTRA UMA FINA REDE DE FILAMENTOS 'MERGULHADA' NOS GASES (EM VERMELHO E AZUL) AO REDOR DE UMA ESTRELA QUE ESTÁ MORRENDO

© Divulgação

LANÇADO EM 1990, O HUBBLE REVELA O UNIVERSO COMO NENHUM OUTRO EQUIPAMENTO, FORNECENDO IMAGENS MUITO DETALHADAS DO ESPAÇO

© Divulgação

CONSTRUÍDO PELA AGÊNCIA ESPACIAL AMERICANA (NASA), O O OBSERVATÓRIO ESPACIAL HUBBLE É UM DOS MAIS CONHECIDOS EQUIPAMENTOS DE PESQUISA DA CIÊNCIA MODERNA

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.