Tortura e morte: 'diamantes de sangue' voltam à tona na África

Famosos no mundo inteiro por terem sido usados para financiar guerras e conflitos na África, os diamantes de sangue continuam sendo causa do sofrimento de muitas pessoas no continente
Foto: Reprodução/dailymail.co.uk 

Nos anos 90, o lucro das vendas dos diamantes de sangue foi usado para financiar a guerra civil em Angola. O conflito terminou em 2002 contabilizando cerca de 500 mil mortes 
Foto: Reprodução/dailymail.co.uk 

Apesar de o país ter assinado um tratado em que se comprometia a comprovar que as pedras vendidas estariam “livres de violência”, os abusos nos campos de extração continuam até hoje
Foto: Reprodução/dailymail.co.uk 

Um vídeo vazado no ano passado mostra um homem agredindo um extrator com a parte não cortante de um facão. 

Denúncias de maus-tratos com cabos de fuzil, machados e outras armas são comuns, e muitas vezes acabam resultando em mortes Foto: Reprodução/dailymail.co.uk 

Os motivos para os espancamentos é a recusa dos camponeses em pagar propinas para soldados e capatazes
Foto: Reprodução/dailymail.co.uk 

O jornalista angolano Rafael Marques publicou um livro em 2011 em que detalha mais de 600 casos de tortura em apenas duas regiões do país
Foto: Reprodução/dailymail.co.uk 

Em entrevista ao Daily Mail, ele disse que os membros das comunidades temem os soldados. 

— Muitas pessoas são mortas, e outras são agredidas tanto física quanto psicologicamente Foto: Reprodução/dailymail.co.uk 

Após a publicação de seu livro, Marques foi acusado de difamação pelos generais donos das minas de diamantes da região. Ele está enfrentando processo e pode ser condenado a pagar cerca de R$ 4.800 em indenizações se for condenado
Foto: Reprodução/dailymail.co.uk 

Marques recolheu depoimentos de diversos torturados angolanos. Um homem relatou ao jornalista ter sido forçado a ficar de joelhos em cima de pedras e olhar diretamente para o sol por duas horas. Outras vítimas relataram ter presenciado assassinatos bárbaros
Foto: Reprodução/dailymail.co.uk 

Os diamantes de sangue africanos ficaram conhecidos mundialmente depois do filme homônimo de 2006, produzido pela Warner Brothers. O ator norte-americano Leonardo DiCaprio interpretou o papel principal 

Foto: Reprodução/dailymail.co.uk 

Diamantes de sangue também foram manchete de jornais em 2010, quando a modelo britânica Naomi Campbell participou como testemunha do julgamento do ex-presidente da Libéria, Charles Taylor
Foto: Reprodução/dailymail.co.uk 

Ela teria recebido uma bolsa com diamantes de sangue, supostamente a mando de Taylor, após um jantar na casa do ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela, em 1997 
Foto: Reprodução/dailymail.co.uk 

Campbell relatou ter doado os diamantes para instituições de caridade. Já Charles Taylor foi condenado a 50 anos de prisão no Tribunal de Haia por crimes contra a humanidade Foto: Reprodução/dailymail.co.uk

Postar um comentário

DÊ SUA OPINIÃO, COMENTE ESSA MATÉRIA.

[facebook][blogger]

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget