Escolas em Oklahoma não contavam com proteção

As duas escolas atingidas pelo tornado que passou por Moore, cidade vizinha a Oklahoma City, anteontem, não possuíam abrigos especiais para emergências do gênero.

Além de não contarem com porão, elas também não tinham cômodos reforçados que comportassem os alunos e funcionários durante tornados, apesar de o governo do Estado de Oklahoma afirmar ter construído "mais de cem" abrigos em escolas públicas.

A verba havia sido repassada pelo governo federal, mas os locais atingidos não haviam sido contemplados pelo programa.

Fotomontagem

Montagem mostra escola Plaza Towers, em Moore, antes e após ser atingida por tornado

Segundo o chefe do departamento de gerenciamento de emergências de Oklahoma, Albert Ashwood, os abrigos "não necessariamente" salvariam mais vidas.

Ao menos nove crianças morreram no desastre, entre as quais sete que estavam na escola básica Plaza Towers.

O governo federal também havia cancelado um programa de financiamento de construção de abrigos para tornados em residências, que reembolsaria parte dos custos de construção.

No total, as autoridades afirmaram que ao menos 24 pessoas morreram. Inicialmente, o instituto médico legal informou mais de 50 mortes, mas o número foi revisado para baixo. A explicação oficial é que, no caos, corpos foram contados várias vezes.

Equipes de salvamento retiraram mais de cem pessoas dos destroços, e não havia sido divulgado um número oficial de desaparecidos. Os trabalhos de busca prosseguem.

Segundo a governadora de Oklahoma, Mary Fallin, o número de mortes pode aumentar, já que "pode haver corpos que tenham sido levados a funerárias locais".

Em cerca de 20 minutos, o tornado levou abaixo bairros inteiros numa faixa de 32 km ao sul do centro de Oklahoma City, incluindo, além das escolas, um hospital.

Segundo o serviço meteorológico dos EUA, algumas áreas enfrentaram ventos de mais de 320 km/h, o que enquadra o tornado na categoria EF-5, a mais alta possível.

Um funcionário do governo afirmou que os pedidos por danos do desastre devem ultrapassar US$ 1 bilhão. A quantia é superior ao prejuízo causado em 1999 por um tornado na mesma região, que matou 36 pessoas.
Alex Argozino/Editoria de Arte/Folhapress

Postar um comentário

DÊ SUA OPINIÃO, COMENTE ESSA MATÉRIA.

[facebook][blogger]

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget