Fotos emocionantes de refugiados chegando à Europa


Uma crise sem precedentes

São Paulo – Nunca antes o mundo observou um número tão grande de pessoas que, seja por guerras, pelapobreza ou perseguição política, foram forçadas a abandonarem os seus lares e buscarem refúgio em outros países. Estimativas recentes da Agência da ONUpara Refugiados (ACNUR) revelam que há hoje no planeta 60 milhões de pessoas nestas condições.

Só no ano passado, informa a agência, 20 milhões tornaram-se refugiadas. Deste total registrado em 2014, pouco mais da metade são crianças. A Síria, país que vive uma dura, confusa e violenta guerra civil, é o local que produz o maior número de refugiados e deslocados internos: 11,5 milhões.

Não faltam alertas de entidades internacionais quanto ao agravamento da situação. “Para uma era de deslocamentos em massa sem precedentes, precisamos de resposta humanitária também sem precedentes” considera a Acnur. Para a Anistia Internacional, a mobilização dos líderes globais para lidar com este problema é “um vergonhoso fracasso”.

A Europa é o destino mais procurado por refugiados da África e do Oriente Médio. A forma como a maioria tenta chegar lá, contudo, não poderia ser mais perigosa: navegando pelo Mediterrâneo em embarcações precárias e muitas vezes operadas por traficantes, milhares arriscam suas vidas diariamente.

Muitos morrem durante a viagem. Outros conseguem pisar em terra firme desembarcando, por exemplo, na Itália, na Espanha ou na Grécia. Ao chegar, entretanto, a situação tampouco melhora. Sem ter para onde ir e com a roupa do corpo, a maioria destas pessoas passa a viver nas ruas, esperando conseguir algum trabalho para finalmente se reerguer.

No mês em que se comemora o Dia Internacional dos Refugiados, EXAME.com compilou fotos que mostram o drama diário enfrentado por estas pessoas ao desembarcarem na Europa. Confira nas imagens. 

Itália
Em Lampedusa, um refugiado do norte da África caminha por uma praia, enquanto uma turista toma sol.

Itália
Um grupo de refugiados se protege com cobertores de emergência durante uma tempestade. Estas pessoas são de diferentes lugares, como Eritreia e Sudão, e haviam tentado atravessar da Itália para a França, mas não conseguiram.

Itália
Refugiados são fotografados nas pedras em uma praia italiana que fica na fronteira com a França. Neste local, explica a Reuters, há cerca de 200 pessoas de locais como Líbia, Sudão e Eritreia que tentavam entrar em território francês, mas tiveram sua passagem negada pelas autoridades do país. 

Itália
Um refugiado se cobre com uma bandeira do Reino Unido em Saint Ludovic, fronteira entre a Itália e a França.

Itália
Um caixão de uma criança refugiada é fotografado dentro do carro que o transportaria ao cemitério. A criança, conta a Reuters, morreu durante um naufrágio de uma embarcação com mais de 200 pessoas que terminou com a morte de outras 16.

Espanha
Nas Ilhas Canárias, um casal de turistas observa um grupo de imigrantes na praia.

Espanha
No enclave espanhol de Melilha, norte da África, uma autoridade da fronteira ajuda um homem desidratado que tentava atravessar deixar o Marrocos. Todos os dias, dezenas de africanos tentam pular esta cerca divisória em busca de melhores condições de vida.

Espanha
Golfistas observam refugiados africanos que tentavam pular a cerca entre o enclave espanhol de Melilha e o Marrocos. 

Espanha
Nas Ilhas Canárias, um refugiado rasteja na praia e é observado por um grupo de turistas ao fundo.

Grécia
Uma turista observa a chegada de homens na praia da Ilha de Kos.

Grécia
Dezenas de refugiados se misturam aos turistas na Ilha de Kos, Grécia. A maioria destes refugiados chega ao país pela Turquia.

Grécia
Refugiados paquistaneses chegam na Ilha de Kos depois de deixarem a Turquia. Apenas em 2015, 30 mil pessoas desembarcaram no país. 

Grécia
Refugiados paquistaneses chegam na Ilha de Kos depois de deixarem a Turquia. Apenas em 2015, 30 mil pessoas desembarcaram no país. 

Grécia
Refugiados são fotografados em uma fila do lado de fora de uma delegacia na esperança de conseguir documentação que permitam que sigam viagem na Europa. De acordo com a Reuters, a Ilha de Kos, um dos locais que mais recebeu imigrantes, registrou uma queda no número de turistas por conta desta crise.

Grécia
Imigrantes sírios caminham nos trilhos entre a Macedônia e a Grécia.

Hungria
Uma menina afegã é fotografada no meio de uma estrada entre a Hungria e a Sérvia. Apenas em 2015, o território húngaro recebeu mais de 60 mil refugiados, que entraram no país ilegalmente. Para conter esta onda, país planeja construir um muro de 4 metros de altura em toda a sua fronteira.


Postar um comentário

DÊ SUA OPINIÃO, COMENTE ESSA MATÉRIA.

[facebook][blogger]

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget