Cão emociona o mundo ao permanecer 15 dias, sem comida, vigiando a sepultura de seu dono



Um cão leal na Índia se recusou a deixar a sepultura por duas semanas após a morte de seu proprietário adolescente.

Em uma exibição extraordinária de lealdade, Tommy, o cão, ficou sem comida e água por 15 dias, enfrentando noites frias em Chennai, no sul da Índia.

Ele estava guardava o local de enterro de seu dono, Shri Bhaskar, de 18 anos, que havia morrido em um acidente de carro no dia 02 de agosto.

O jovem era trabalhador da construção civil. Ele havia adotado o cão há 5 anos e os dois tornaram-se inseparáveis.

Após a notícia se espalhar, Dawn Williams, oficial de resgate de animais, que trabalha na Blue Cross, resolveu ir até a região alimentar o cão faminto.


“Eu vi, pela primeira vez, o cão sentado em um túmulo recente, durante a noite, quando eu passei por lá na primeira semana de agosto. Mas, em 13 de agosto, eu estava na região novamente em uma missão de resgate e o vi novamente. Ele estava sentado, exatamente no mesmo lugar, e na mesma posição. Parecia que não havia se mexido por semanas”, disse Williams comovido com a cena.

Williams ainda disse que viu nitidamente o cão derramando lágrimas quando ele começou a se aproximar dele.

"Eu podia ver que ele estava em uma condição perturbadora. Ele estava faminto e eu estou certo de que ele tinha lágrimas em seus olhos", disse ele.

Ele forneceu ao cachorro água e biscoitos, mas ele se recusava a sair do lugar: “Então, com meus companheiros, perguntei aos moradores locais se eles conheciam o cão. Muitos disseram que ele se chamava Tommy e que estava guardando o túmulo de seu dono”.

O socorrista conseguiu rastrear a mãe do jovem enterrado, Shrimati Sundari, que também trabalha na construção civil.

“Quando Tommy a viu, ele pulou em cima dela e começou a lamber descontroladamente e descansou a cabeça em seus pés. Era óbvio que ele sabia quem era ela”, disse Williams.


A mãe disse que o cão e o filho estavam sempre juntos, mesmo na hora de trabalhar na construção. Após o acidente de carro, Tommy havia desaparecido e ela pensou que ele tinha procurado outra casa.

“Ela disse que o levaria para casa de volta e o chamaria de amigo leal, sendo ele uma lembrança de seu filho”, comentou o socorrista.

Ele finalizou: “Foi muito triste vê-los caminhar juntos. Mas eu estava feliz. Tenho certeza de que Tommy vai ajudar Shrimati com sua dor. Os cães são surpreendentes em momentos de emoção".
agosto 30, 2014
Assunto Da Matéria >>
Sua Opinião:

Postar um comentário

DÊ SUA OPINIÃO, COMENTE ESSA MATÉRIA.

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

[facebook][blogger]

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget