Atirador do Colorado disse que era 'Coringa' em tiroteio, diz polícia

DE SÃO PAULO
DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

O suspeito de ser o atirador que matou 12 pessoas em um cinema em Aurora, no Estado do Colorado, nos EUA, na madrugada desta sexta-feira, disse que era o "Coringa" antes de começar o tiroteio na sessão de estreia do filme "Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge".

Membro da comissão de polícia de Nova York, Ray Kelly disse que "era claramente um indivíduo transtornado". "Ele tinha o cabelo pintado de vermelho, disse que era o Coringa, obviamente o inimigo do Batman".
Reuters

Retrato de James Holmes, 24, o suspeito de ser o atirador que matou 12 pessoas e feriu dezenas em um cinema nos EUA

A polícia do Colorado diz que James Holmes, 24, estava vestido com uma roupa protetora e detonou dois explosivos antes de disparar com um fuzil AR-15, uma escopeta calibre 12 e pelo menos duas pistolas. Os agentes acreditam que o crime foi premeditado.

O atirador foi detido. Os argumentos para fundamentar a hipótese são que o atirador usava máscara de gás, colete a prova de balas, capacete e estava vestido todo de negro. De acordo com os policiais, ele levava um carregador com mais de 100 balas, que foram compradas de forma legal nos últimos seis meses.

As autoridades e as testemunhas do tiroteio afirmam que a cena do crime era de caos, com a sala de cinema coberta de fumaça e tiros por todos os lados. Chris Ramos, que presenciou a ação, disse que era "exatamente como um filme de terror".

SOZINHO

Mais cedo, a polícia do Colorado afirmou que o suspeito agiu sozinho. "Estamos confiantes que ele agiu sozinho, mas faremos uma investigação para termos absoluta certeza disso", disse à imprensa o chefe de polícia de Aurora Dan Oates.

Segundo ele, o suspeito, identificado como James Holmes, 24, não tem histórico criminal além de uma multa por velocidade. De acordo com Oates, 71 pessoas foram atingidas-- 12 morreram e 59 ficaram feridas, algumas delas em estado crítico.

A policia encontrou três armas no carro do suspeito e uma no cinema. Não foi possível saber de imediato quantos tiros foram disparados pelo atirador. As vítimas foram levadas a seis hospitais da região, e ao menos 200 pessoas que estavam no cinema durante o ataque serão interrogadas.

"Não especularemos sobre o motivo do suspeito para o ataque, não é algo que discutiremos agora. Da primeira ligação até o local foi um minuto, um minuto e meio. A resposta foi rápida, e
ficaremos no local por um bom tempo analisando a cena do crime", disse Oates.

Ainda segundo o chefe de polícia, o shopping onde fica o cinema permanecerá fechado hoje.

Na casa de Holmes, foram encontrados explosivos sofisticados. Forças especiais da polícia entraram pelas janelas do apartamento de James, e esvaziaram o prédio, depois que Holmes disse à polícia que teria bombas em sua residência.

ATAQUE

O ataque teve início durante uma cena de tiroteio do filme, o que aumentou a confusão e o pânico geral, de acordo com testemunhas entrevistadas pela imprensa.



Reuters
Foto sem data definida de James Holmes, 24, que matou 12 pessoas e feriu mais de 30 a tiros em cinema no Colorado, nos EUA

"Nós continuamos a assistir o filme por um momento", disse à ABC uma testemunha, identificada apenas como Jack. Em seguida, após se darem conta que os tiros eram reais, "todos entraram em pânico".

As pessoas começaram a correr em direção a saída do cinema enquanto os policiais chegavam ao local e mandavam todos se abaixar, segundo uma outra testemunha, Banjamin Fernandez, de 30 anos, citado pelo Denver Post.

A presença de muitos fãs fantasiados pode ter facilitado a fuga do atirador para o estacionamento em meio à confusão, e algumas informações indicam que ele também utilizava uma máscara de gás.

"Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge" 

Divulgação
Com Christian Bale como o "homem-morcego", "Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge" estreia em 27 de julho no Brasil


Diretor de novo Batman diz que chacina em cinema foi "insuportavelmente selvagem"


O diretor de "Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge", Christopher Nolan, durante a pré-estreia do filme em Nova York (16/7/12)

O diretor de “Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge”, Christopher Nolan, disse em um comunicado divulgado nesta sexta (20) que a chacina durante a estreia do filme foi um ato “insuportavelmente selvagem”.

"Falando em nome da equipe e do elenco, eu gostaria de expressar nosso profundo pesar sobre a tragédia sem sentido que se abateu sobre a comunidade de Aurora, " falou o diretor. "Eu não me atreveria a dizer que sei algo sobre as vítimas do tiroteio além de que eles estavam lá ontem à noite para assistir a um filme. Acredito que filmes são uma das grandes formas de arte americanas e a experiência de assistir a uma história se desenrolar na tela é um passatempo importante e feliz."

"O cinema é a minha casa, e a idéia de alguém violar esse lugar inocente e esperançoso de uma forma tão insuportavelmente selvagem é devastador para mim", prosseguiu o diretor. "Nenhum de nós pode dizer que jamais poderia adequadamente expressar nossos sentimentos para com as vítimas inocentes deste terrível crime, mas nossos pensamentos estão com eles e sua famílias".
Assunto Da Matéria >>
Sua Opinião:

Postar um comentário

DÊ SUA OPINIÃO, COMENTE ESSA MATÉRIA.

[facebook][blogger]

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget