Dois anos após tremores, famílias de Alagoinha (PE) ganham casas à prova de terremotos

Depois de ser atingido por uma série de abalos sísmicos que danificou casas e um posto de saúde, 27 famílias de Alagoinha (225 km de Recife) estão de casa nova, com estrutura feita para resistir à atividade sísmica que marca a região do agreste de Pernambuco.














Em março de 2010, os intensos tremores de terra levaram a defesa civil a interditar as 27 casas, e os moradores viviam em abrigos ou residência de parentes. Segundo a Cehab (Companhia Estadual de Habitação e Obras), os novos imóveis foram construídos para suportar até terremotos.
Para prevenir possíveis novos tremores de terra, os novos imóveis –27 casas e o prédio do posto de saúde– foram construídos com reforço no alicerce, e as paredes, erguidas com concreto armado e ferro para aguentarem futuras movimentações dos terrenos ocasionadas por eventos sísmicos.
Cada imóvel e área tiveram um projeto específico com reforço especial na fundação. As obras custaram R$ 1,5 milhão e foi custeada com recursos do FNHIS (Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social) e do governo do Estado.
As casas, entregues no final de 2011, têm dois quartos, sala, banheiro, cozinha, além de uma área de serviço na parte externa e um conjunto de fossa. Os imóveis foram construídos no mesmo local em que as famílias beneficiadas viviam.
O novo posto de saúde contém dois consultórios, sala de primeiros socorros (curativos), banheiros, recepção, copa e área administrativa, com acessibilidade para deficientes físicos.
Mais 69 casas estão previstas para serem entregues este ano com a mesma tecnologia, e serão financiadas pelo Programa Operações Coletivas, do governo do Estado.

Abalos sísmicos

Em março de 2010, os 15 mil moradores de Alagoinha foram surpreendidos com tremores de terra e ficaram assustados. Sem estrutura para suportar os terremotos, 27 casas ficaram comprometidas e tiveram de ser demolidas.
Em apenas três dias, sismógrafos das estações de monitoramento do Departamento de Sismologia da UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte) registraram 47 tremores - com magnitude entre 1,8 grau e 3,2 graus na escala Richter (que vai de zero a nove).
Segundo o departamento de sismologia, o epicentro dos terremotos ocorreu no município de São Caitano (75 km de Alagoinha). Os moradores dos povoados de Carrapicho, Salambaia e São José, localizados na zona rural do município, foram os mais atingidos.
A cidade de Alagoinha é a quinta área de Pernambuco que vem registrando eventos sismológicos. O município fica localizado numa falha geológica chamada de Lineamento de Pernambuco, que contém placas que se movimentam constantemente e ocasionam tremores de terra.
Segundo o departamento de sismologia, a falha geológica de Pernambuco possui cerca de 700 km de extensão, que vai do litoral ao sertão do Estado, do Recife a Ouricuri. A falha faz parte de uma área do Nordeste que vive em constante atividade sísmica.
 Novos imóveis construídos em Alagoinha (PE) estão preparados para suportar abalos sísmicos; município teve 27 casas destruídas, além do posto de saúde, em uma sucessão de terremotos ocorrida em três dias em março de 2010; até então o município não tinha registrado ocorrência de evento sísmico Divulgação / Cehab 

janeiro 11, 2012
Assunto Da Matéria >>
Sua Opinião:

Postar um comentário

DÊ SUA OPINIÃO, COMENTE ESSA MATÉRIA.

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook

[facebook]

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget