Com Criolo e Emicida, hip hop domina premiação do VMB 2011





PORTAL MTV
O hip hop dominou o VMB 2011, que aconteceu nesta quinta-feira (20), em São Paulo. Com três prêmios - Revelação, Melhor Disco e Melhor Música - o rapper Criolo se consolida de maneira definitiva no cenário nacional. O rapper paulistano Emicida levou os prêmios de Artista do Ano e Clipe do Ano, pelo vídeo da música 'Então Toma'. O hit do ano, decidido por votação da audiência da MTV, ficou para 'Me Acorde pra Vida', do grupo teen CW7. 
O troféu de Aposta da MTV para este ano ficou com a banda carioca Tono e o troféu de Melhor Capa foi para a cantora Tiê, pela ilustração do álbum 'A Coruja e o Coração' criada pela artista Rita Wainer. Nas categorias de voto popular, a Banda Uó levou o prêmio de Webclipe com o vídeo 'Shake de Amor', e os Avassaladores ficaram com o prêmio de Webhit pelo vídeo 'Sou foda'. A audiência da MTV escolheu ainda a cantora Lady Gaga como Artista Internacional. 

A música não para
Neste ano, o VMB foi diferente de todas as outras edições da história da MTV. Cerca de 40 artistas fizeram parcerias inusitadas em sete shows que misturaram gêneros, estilos e vozes em três palcos simultâneos. Miranda, o produtor musical do VMB, explicou que a logística para fazer os artistas tocarem ao mesmo tempo em três estúdios diferentes foi "quase um milagre". 
O primeiro show foi bombástico. No palco principal, Nação Zumbi e Seu Jorge. No palco B, Emicida e Macaco Bong. No palco C, Guizado e um grupo de metais. Eles tocaram, ao mesmo tempo, a música 'Você e eu, eu e você', do Tim Maia, enquanto o rapper Emicida percorria os três palcos fazendo um freestyle que levantou o público presente nos estúdios Quanta, em São Paulo.
Se a primeira combinação inusitada foi do rap à MPB, o segundo show veio um pouco mais homogêneo com a apresentação conjunta de Nx Zero e Rancore no palco principal. Juntos, eles fizeram um pout pourri de 'Só Rezo', do Nx, com 'Jeito Livre', faixa do Rancore que concorria a 'Hit do Ano'. Antes mesmo de acabar a apresentação, Di Ferrero correu pro palco B para, ao lado dos britânicos do 'One Night Only - a atração internacional do VMB - tocar 'Can You Feel It Tonight', um dos principais temas publicitários da Copa 2010.
Veja a entrevista com NX Zero:
A sequência da apresentações entre palcos na noite prosseguiu com a aparição de Tiê e Digão, do Raimundos, que chamaram ao palco principal o tremendão Erasmo Carlos e o músico Marcelo Jeneci para tocarem 'Preciso Encontrar um Amigo'. Do outro lado do estúdio Quanta, no palco B, Arnaldo Antunes e Mallu Magalhães tocavam simultaneamente.

Laura Lavieri, Erasmo Carlos e Marcelo Jeneci subiram ao palco juntos
A música não parou no VMB. Adiante veio o duo mais esperado da noite, com o consagrado Criolo ao lado do ícone da tropicália, Caetano Veloso. A dupla tocou a premiada canção 'Não Existe Amor em SP', do 'Disco do Ano', 'Nó Na Orelha', de Criolo.

Caetano Veloso e Criolo tocaram no VMB
No quinto show do VMB, Marcelo Camelo, um dos indicados a Artista do Ano, tocou 'Ô Ô' apoiado pela banda Hurtmold, que gravou os arranjos do disco 'Toque Dela'. O show prosseguiu com uma improvisação de rap de Marcelo D2 e a banda de seu filho, 'Start', no palco B, e com o trio de rap feminino Lurdez da Luz, Flora Mattos e Karol Conká.

Marcelo Camelo tocou no palco principal do VMB
O rap coletivo terminou e deu espaço para uma mistura de gerações da MPB. Marina Lima e Edgard Scandurra dividiram o palco com Barbara Eugênia, Karina Buhr, Nina Becker e Tulipa Ruiz. Os seis tocaram 'Pra Começar', de autoria de Marina Lima. A combinação veio pouco mais de um mês após o lançamento do disco 'Literalmente Loucas', tributo à Marina com participação das quatro cantoras da nova geração que estiveram no show.
Para encerrar, o VMB 2011 recebeu o show mais gay, brega e dançante da noite. Garotas Suecas e Gaby Amarantos, bombadões sósias de Jacaré (É o Tchan), e os 'alokas' da Banda Uó apresentaram nos palcos A, B e C, respectivamente, uma mistura dos hits 'Banho de Bucha', do Garotas; 'Shake de Amor', da Banda Uó; e 'Xirley', de Gabi Amarantos. Foi demais!
A premiação
Apesar de não concorrer em nenhuma categoria, o Restart subiu ao palco para apresentar prêmio de Melhor Música, o primeiro da noite. Sem ressentimentos por não particiar da votação deste ano, os garotos ressaltaram a diversidade da música brasileira e aproveitaram para promover a votação do Restart no European Music Awards (EMA), prêmio da MTV europeia que indicou o grupo na categoria World Wide Acts Latin America. O vencedor da categoria Melhor Música foi o rapper Criolo, o artista mais premiado da noite.
Veja abaixo a entrevista com o Restart:
A apresentadora Adriane Galisteu, que já apareceu em diversas capas (de revistas) ao longo de sua carreira, subiu ao palco para apresentar o segundo prêmio da noite, Melhor Capa. O prêmio foi para a cantora Tiê, pela capa do disco 'A Coruja e o Coração', criada pela artista Rita Wainer.
Veja abaixo a entrevista com Adriane Galisteu:
Os humoristas do Pânico Rafael Cortez e Carioca, interpretando Jô Suado, fizeram uma performance ao vivo no palco do VMB para apresentar o Clipe do Ano, a terceira categoria da noite. Com o vídeo de 'Então Toma', o rapper Emicida levou seu primeiro prêmio da MTV. 

'Jô Suado' entrega prêmio para Emicida
Os prêmios 'lado B' do VMB B também tiveram destaque na premiação do VMB. Dani Calabresa e Gui Santana, interpretando Hebe Camargo e Zeca Camargo, deram à banda Fresno o prêmio de Clipe Mais Molhado.
A musa do axé Claudia Leitte e o ex-BBB e agora deputado federal Jean Willys ficaram responsáveis por anunciar o prêmio de Revelação do VMB 2011. Seguindo o tom do hip hop, o rapper Criolo foi o que recebeu mais votos da Academia VBM e subiu novamente ao palco para buscar seu troféu.
Em um dos momentos mais divertidos da noite, Adnet explicou o que é um webhit e apresentou o vídeo da diva da web Luisa Marillac na piscina, que apresentou, ao lado de PC Siqueira, os indicados a Webhit. Já no palco, PC Siqueira apareceu molhado para entregar o prêmio a Vitinho 'Sou Foda. 
O casal mais fofo da MTV, Dani Calabresa e Marcelo Adnet, fez uma homenagem a grandes estrelas da música pop subindo ao palco com fantasias de Katy Perry e Joe Calderone, o alterego masculino de Lady Gaga. Eles entregaram o troféu ao grupo Tono, vencedor da categoria Aposta. Enquanto isso, no 'lado B' do VMB, a aspirante a atriz Tatá 'Roxanne' Werneck fez sua hilária apresentação musical, confundido Raul Seixas com Raul Gil.

Adnet e Dani vestidos de Joe Calderone e Katy Perry
O prêmio de Artista Internacional do VMB, conquistado pela cantora Lady Gaga, foi apresentado pela modelo Carol Trentini e por Lucas, atacante do São Paulo. O apresentador Didi Effe viajou para o exterior para entregar o troféu à cantora, e um vídeo foi exibido mostrando as peripécias de Didi na gringa. 
O Hit do Ano, uma das categorias mais esperadas da noite, foi apresentado por Michel Teló, com participação especial de Luan Satanna e Paula Fernandes no telão, dando dicas sobre como criar um grande hit. Os meninos do CW7 levaram o prêmio pela música 'Me Acorde pra Vida', na disputada categoria de voto popular. 
A musa do Acesso MTV, MariMoon, fez uma divertida apresentação em parceria com a mocinha do Google Translator. A Banda Uó levou o prêmio pelo vídeo de 'Shake de Amor', em uma competição disputada voto a voto com os outros concorrentes da categoria. Enquanto isso, no estúdio B, Zé do Caixão e Paulo Tiefenthaler anunciaram que Fake Number levou o prêmio 'B' de Melhor Fade Out. 
O Melho Disco, uma das principais categorias da noite, foi apresentada pela bela Ellen Jabour, modelo e apresentadora da MTV. Com o aclamado 'Nó Na Orelha', o rapper Criolo foi mais uma vez premiado, ganhando o terceiro troféu da noite.

Criolo recebe seu terceiro prêmio da noite, o de 'Melhor Disco'
Para fechar a noite com chave de ouro, o lutador Anderson Silva e a modelo transexual Lea T ficaram responsáveis pela apresentação dos indicados a Artista do Ano, aqueles que mais se destacaram e evoluíram desde o último VMB. O rapper Emicida, que já havia levado o VMB por Melhor Clipe, venceu e consolidou o VMB 2011 como o 'VMB do hip hop'.
Humor
Mesmo em um VMB dominado pela música, o humor não poderia ficar de fora da premiação. Um dos palcos da festa deste ano recebeu o VMB B, o 'lado B' do VMB, apresentado pelo humorista Bento Ribeiro e transmitido exclusivamente pela internet. O VMB B promoveu uma votação paralela, com quatro categorias inovadoras: Melhor Clipe Com Pessoas Andando, Clipe Mais Molhado do Ano, Melhor Fade Out em Clipe Melhor Figuração em Clipe Nacional, Melhor Nome de Banda com Letras e Números. 

Humor tomou conta do palco do VMB B
Ao longo de toda a premiação, o palco do VMB B contou com a participação dos humoristas da MTV e recebeu performances de Tatá Werneck, Dani Calabresa, Paulinho Serra, Gui Santana, e também entradas ao vivo de Marcelo Adnet. Toda essa festa foi apresentada por Bento Ribeiro.
Veja abaixo a lista dos vencedores do VMB 2011:
Artista do Ano - Emicida
Melhor Disco - 'Nó na Orelha', Criolo
Melhor Música - 'Não Existe Amor em SP', Criolo
Clipe do Ano - 'Então Toma', Emicida
Hit do Ano - 'Me Acorde pra Vida', CW7
Revelação - Criolo
Webclipe - 'Shake de Amor', Banda Uó
Melhor Capa - 'A Coruja e o Coração', Tiê
Aposta - Tono
Webhit - 'Sou Foda', Vitinho
Artista Internacional - Lady Gaga

Postar um comentário

DÊ SUA OPINIÃO, COMENTE ESSA MATÉRIA.

[facebook][blogger]

ivythemes

{facebook#http://facebook.com} {twitter#http://twitter.com} {google-plus#http://google.com} {pinterest#http://pinterest.com} {youtube#http://youtube.com} {instagram#http://instagram.com}

MKRdezign

{facebook#http://www.facebook.com/MundoMS} {twitter#http://twitter.com/MundoMSOficial} {google-plus#http://plus.google.com/+MundoMSOficial} {pinterest#http://br.pinterest.com/MundoMS/} {youtube#http://www.youtube.com/c/MundoMSOficial} {instagram#http://www.instagram.com/mundomsoficial}

Envie seu Recado ao Mundo MS🌏

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget