+MMS
Carregando Notícias Mundo MS...

Tweetar Post/Página

A NASA acaba de encontrar uma sonda espacial perdida que estava orbitando a Lua

© ReproduçãoÀs vezes, algumas naves espaciais se deparam com destinos infelizes – elas se perdem no espaço e quase sempre são vítimas da fronteira final. Mas, durante os últimos anos, a NASA tem tido algum sucesso na localização de sondas erráticas, incluindo o observador solar STEREO-B. A agência conseguiu de novo e localizou uma sonda indiana que perdeu contato com a Terra há mais ou menos oito anos.

© Fornecido por F451 Midi Ltda.

Utilizando uma técnica terrestre de radar, os cientistas do Jet Propulsion Laboratory (JPL) da NASA em Pasadena, na Califórnia, conseguiram localizar a ainda ativa espaçonave Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), que foi lançada em 2009, assim como a Chandrayaan-1 da Organização Indiana de Pesquisa Espacial, que foi para o espaço em 2008. Esta última, que foi muito mais difícil de ser encontrada devido ao pequeno tamanho (cerca de 1,5 metro de cada lado), tinha sido considerada perdida.


"Encontrar o LRO foi relativamente fácil, já que estávamos trabalhando com os navegadores da missão e tínhamos os dados precisos de órbita de onde ele estava localizado", disse Marina Brozovic, cientista especializada em radares na JPL, em um comunicado. "Encontrar o Chandrayaan-1 da Índia demandou um pouco mais de trabalho investigativo porque perdemos contato com a sonda em agosto de 2009".

Primeiro, o time da JPL utilizou estimativas orbitais para realizar uma aposta sobre onde a Chandrayaan-1 poderia estar, cerca de 200 quilômetros acima da Lua e na órbita polar. Então, a NASA mandou raios de micro-ondas em direção ao polo norte da Lua, utilizando a antena de 70 metros do Observatório Goldstone para ver se a nave iria cruzar os caminhos do radar. Um objeto com uma assinatura de radar de uma pequena sonda cruzou, duas vezes.

Pelos três meses seguintes, o grupo escutou "ecos" de radar recuperados pela sonda, que foi recebida pelo Telescópio de Green Bank da NASA, que mede 100 metros de altura, junto com o Observatório de Arecibo, em Porto Rico. O fato desse método ter redescoberto com sucesso a pequena sonda pode ajudar muito as futuras missões lunares – inclusive as tripuladas.

A Chandrayaan-1 foi a primeira missão da Índia para a Lua. Durante seus dez meses de atividades entre outubro de 2008 e agosto de 2009, o satélite completou todos os seus objetivos, entre eles o mapeamento químico e biológico. No entanto, o destino final dos objetos ainda é desconhecido.

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.