+MMS
Carregando Notícias Mundo MS...

Tweetar Post/Página

22 atrações radicais para quem gosta de adrenalina

Tem gente que adora um friozinho na barriga: uma emoção aqui e outra ali para manter as sinapses ativas. Já outras pessoas levam bem a sério essa coisa de "vício em adrenalina" - e é cada loucura em busca dessa aventura... Essas atrações não são para os de estômago sensível!

© Maciej Bledowski/Thinkstock/Getty Images Parque de diversões e atrações radicais

1. Talocan, Phantasialand (Alemanha)
O parque Phantasialand fica na cidade de Brühl, na Alemanha, e é como a Disney germânica. Tem várias atrações para todas as idades e todos os gostos. A Talocan é o brinquedo mais famoso do parque, com sua temática das civilizações maias e incas, soltando fogo e jatos de água enquanto roda subindo e descendo. É definitivamente algo para quem tem estômago forte.

2. Stratosphere, Las Vegas (EUA)
No topo do hotel e casino Stratosphere, existem três brinquedos que não são para os corações frágeis: a X-Stream, o Big Shot e o Insanity. Todos estão a singelos 109 andares de altura e prometem muita emoção para quem se aventurar ali. A catapulta do X-Stream te deixa ~pendurada~ por cima da bela Las Vegas, indo e voltando, enquanto o Big Shot é um elevador que sobe 48 metros além do topo. E o Insanity é como um carrossel que flutua sobre a cidade, pairando a 274 metros do chão.

3. DiamondBack, Kings Island (EUA)
São três minutos de alta intensidade nessa montanha russa! Com inclinação e quedas bem radicais, a vantagem é que, no final do trajeto, o carrinho passa por um pedaço de água - e refresca um pouco a ansiedade.


4. Skyscraper, Skyplex, Orlando (EUA)
A montanha-russa mais alta do mundo fica em Orlando, a cidade famosa de parques como Disney e Universal Studios. A proposta do brinquedo é como uma "escalada" com inversão da gravidade em sete momentos durante os 150 metros de altura. Uma pena que só seja inaugurada, provavelmente, em 2018!


5. X2 Magic Mountain, Six Flags, Los Angeles (EUA)
Todos os brinquedos nas diversas localizações dos parques Six Flags têm grande potencial de adrenalina para quem adora a emoção. Na unidade Magic Mountain de LA, são atualmente 18 atrações bem radicais, incluindo a X2. Inaugurada em 2002, ela foi uma das primeiras a criar a inversão 360º dos passageiros dos carrinhos - tudo isso em alta velocidade, permitindo o que eles chamam de experiência em 5D. O difícil é controlar o coração, pois você começa de costas, sem poder ver o que te espera!

6. Fahrenheit, Hershey Park, Pensilvânia (EUA)
É uma montanha com loopings e uma queda vertical de 97º e 36 metros de altura. Tá bom para você?


7. Summit Plummet, Disney, Orlando (EUA)
Quem disse que parques aquáticos não podem ser radicais não conhecia essa atração. O Summit Plummet é um tobogã com queda de 36,6 metros e atingindo velocidade de até 97km/h. Só que ela não é igual às montanhas-russas e elevadores que você está acostumada: aqui, não tem carrinho que te prende!


8. Kingda Ka, Six Flags Great Adventure, New Jersey (EUA)
Enquanto a Skyscraper não é inaugurada, a Kingda Ka segue sendo a montanha-russa mais alta do mundo, com 135 metros de altura. Não fosse isso o suficiente para liberar muita adrenalina no corpo, ela pode atingir 206 km/h e lá do topo despencar em queda livre.


9. Tourbillon, França
O projeto foi desenvolvido durante três anos e ainda não chegou aos parques franceses, mas promete deixar qualquer fã de adrenalina alucinado! A ideia é uma máquina antigravidade, igual a que os astronautas usam para testes antes de partir para o espaço. Não tem uma data de lançamento prevista por enquanto.

10. Olympia Looping, Alemanha
O mais legal desse brinquedo é que ele é uma atração portátil, ou seja, está presente em diferentes lugares da Alemanha. Com cinco loopings (como diz o nome), é a maior das rotativas, aparecendo com frequência no famoso Oktoberfest. Mas com certeza não é uma boa ideia testá-la depois de algumas canecas!


11. Ultra Twister, Washuzan Highland Park (Japão)
Apesar de já ter tido uma "irmã mais nova" no parque Six Flags nos Estados Unidos, a versão japonesa segue sendo uma das poucas unidades de ultra twister, como diz o nome. A ideia é que ela faz um "mergulho" em uma espiral, além de subida vertical e uma queda de 87º.

12. Mako, SeaWorld, Orland (EUA)
A novidade deste ano para o Sea World, em Orlando, é esta montanha-russa nomeada em homenagem a um dos tubarões mais rápidos do oceano. Nela será possível ter a experiência em alta velocidade (117 km/h) no pico de 60 metros de altura. O parque também conta com outra atração divertida do mar, a Manta, que simula o passeio de uma arraia.


13. Gravity Max, Lihpao Land World Discovery (Taiwan)
Essa foi a primeira montanha-russa do mundo a ter uma queda de 90 graus, inaugurada em 2002. Ela ainda é bem assustadora, sendo um "estilingue" na inclinação - que vai para frente e para trás. 


14. Edge Walk, CN Tower (Canadá)
Não envolve looping, altas velocidades nem quedas, mas deixa qualquer pessoa bem nervosa: a Edge Walk (do inglês "caminhada da borda") é um passeio no terraço do prédio de 356 metros de altura. A principal vantagem é ter uma vista única de Toronto - no mínimo, né.


15. Big Rush, Durban (África do Sul)
Basicamente, é um salto livre no meio do estádio Moses Mabhida, na cidade de Durban. É o mais alto do mundo, com 60 metros de puro ~balanço~.

16. Bungee Jump, Nova Zelândia
O país é bem conhecido por sua paixão por esportes radicais, principalmente a prática de bungee jump. Existem diferentes opções e regiões para mergulhar tanto em abismos quanto na água.

17. Formula Rossa, Ferrari World (Abu Dhabi)
Além de gostar de adrenalina, os fãs de Fórmula 1 e da marca italiana Ferrari podem aproveitar o luxo de Abu Dhabi e conhecer a montanha-russa mais rápida do mundo. É o melhor jeito que existe para experienciar a alta velocidade de 239 km/h igual às pistas. 


18. Takabisha, Fuji-Q Highland (Japão)
Sim, esta é a montanha-russa mais íngreme do mundo! Se você achava que a queda de 90º já era o suficiente, então não estará preparada para despencar no ângulo de 121º!


19. Dinoconda, Dinosaur Global Town (China)
Os carrinhos são "soltos" para girarem em qualquer orientação que as curvas desta montanha pedirem. É por isso que ela é considerada de quarta dimensão: você vai se movimentar para todos os lados possíveis e imagináveis.

20. Sheikra, Bush Gardens, Orlando (EUA)
A famosa montanha-russa do parque de Orlando não tem esse renome à toa: é uma das principais quando se trata de quedas em 90º, dando uma "paradinha" bem na descida e depois despencando em queda livre.

21. Torre do Terror, Dreamworld (Austrália)
Não dá para dizer que o nome do brinquedo não faz jus: é uma viagem ao céu de 115 metros de altura a 160 km/h! E o pior é voltar tudo isso sem ver nada - seja pelos olhos fechados ou pelo simples fato de estar de costas para o chão.


22. Thunder Dolphin, La Qua (Japão)
A sensação que dá é que o carrinho vai dar uma volta completa na primeira queda, de tão íngreme que ela é. E ainda passa no meio da roda gigante do parque chamada Big O.

Gabriela Kimura

A ‘Estrela da Morte' de Saturno está incrível nesta foto tirada pela sonda Cassini

© Reprodução

Esta é facilmente uma das melhores fotos já tiradas da Mimas, uma das luas de Saturno. A imagem revela as características de sua superfície e as sombras em sua cratera icônica.

A sonda espacial Cassini capturou a imagem no dia 22 de outubro de 2016 a uma distância de 185.000 quilômetros. Cada pixel representa um quilômetro. A Mimas tem apenas 397,2 quilômetros de diâmetro e é o menor corpo no nosso sistema solar a ter um formato arredondado, resultado de sua própria gravidade. Os menores satélites do nosso sistema solar, como Hiperião e Phoebe, são irregulares e se parecem com batatas.

A Mimas sempre é lembrada pela grande cratera causada por um impacto. Batizada em homenagem ao descobridor da lua, William Herschel, o buraco tem 130 quilômetros de diâmetro, abrangendo quase um terço do diâmetro do satélite.

A parede da cratera possui 5 quilômetros de altura em alguns pontos e a profundidade chega a 10 quilômetros. O pico de Herschel é quase tão alto quanto o Monte Everest. O impacto que gerou a cratera quase estraçalhou Mimas, produzindo fraturas no lado oposto da lua.

© Foto: Lucasfilm e NASA A Estrela da Morte se parece com Mimas, mas é quase um terço menor.

E como muito fãs de Star Wars apontaram, a cratera de Herschel faz com que Mimas se pareça um pouco com a Estrela da Morte. Para efeitos de comparação, a Estrela da Morte original de Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperançadeve ter 140 quilômetros de diâmetro, um terço do tamanho da Mimas e cerca de 1/25 avos da Lua da Terra.

Ou melhor, a estação espacial do filme é quase do mesmo tamanho da cratera Herschel.

George Dvorsky

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.