+MMS
Carregando Notícias Mundo MS...

Tweetar Post/Página

No Japão, até animais de estimação batem recorde de idade

Jevtic / Thinkstock
Envelhecimento: o número de bichos de estimação no Japão superou a população de crianças
Keiko Ujikane, da Bloomberg


Tóquio - No Japão, além de haver mais animais de estimação do que crianças, agora os cachorros e gatos estão vivendo durante mais tempo, acompanhando o envelhecimento de seus donos.

A longevidade média dos cachorros e gatos atingiu alta recorde de 13,2 anos e 11,9 anos, respectivamente, segundo especialistas da Universidade de Agricultura e Tecnologia de Tóquio e da Associação Veterinária de Animais de Pequeno Porte do Japão.

Entre os motivos pelos quais os animais de estimação estão vivendo mais tempo estão aumento de vacinação, assistência veterinária melhor, alimentos de qualidade superior e o fato de mais animais viverem dentro de casa com seus donos.

O número de bichos de estimação no Japão superou a população de crianças.

Havia cerca de 19,8 milhões de cachorros e gatos de estimação no Japão, segundo uma pesquisa de 2015 da Associação de Alimentos para Animais de Estimação do Japão.

O número contrasta com 15,9 milhões de crianças com 14 anos ou menos.

Neste país que está envelhecendo rapidamente, onde a taxa de natalidade está em queda e cada vez mais pessoas moram sozinhas, os bichos de estimação estão substituindo as crianças em cada vez mais residências, por isso seus donos estão felizes em gastar dinheiro em tudo, de alimentos melhores a roupas e até mesmo massagens.

Segundo uma pesquisa de 2010 do Escritório do Gabinete, cerca de 34 por cento das residências do Japão têm animais de estimação.

Infelizmente, nem todos os bichos de estimação são adorados. Embora o número de cachorros e gatos sacrificados no país tenha caído nos últimos anos, estimativas do governo mostram que mais de 100.000 animais de estimação sofreram eutanásia no período de 12 meses que terminou em março de 2015.

Cientista revela qual é a música mais feliz do mundo

Mattrimages/ThinkStock
Festa: cientista holandês diz que a fórmula para uma música feliz reúne um ritmo rápido (150 batidas por minuto), letras positivas e acordes maiores

 Um neurocientista da Universidade de Groningen (Holanda) resolveu assumir uma tarefa complexa, mas bem divertida: descobrir qual é a música que suscita as melhores sensações no cérebro de quem a escuta.

E para a surpresa de muitos e para o prazer de tantos outros, essa canção é o famoso hit de 1978 “Don’t Stop Me Now”, da banda britânica Queen.

A pesquisa foi realizada por Jacob Jolij a pedido da Alba, uma empresa britânica que produz produtos eletrônicos. Para tanto, foi primeiro realizada uma consulta com 2 mil pessoas que selecionaram 126 músicas dos últimos 50 anos que consideravam as mais felizes. 

Evidentemente, explicou o cientista ao site Huffington Post, os sentimentos suscitados por uma música são fruto da experiência de vida de uma pessoa. No entanto, ele considera que existem três aspectos que estão sempre presentes em canções que são consideradas alegres: um ritmo rápido (150 batidas por minuto), letras positivas e acordes maiores.

Outras músicas que também se encaixaram muito bem a tríade foram “Dancing Queen”, do ABBA, “Good Vibrations”, do grupo Beach Boys, e “Uptown Girl”, do músico Billy Joel. Mas foi o clássico da banda de Freddie Mercury que recebeu o maior número de menções entre os entrevistados. 


China faz vaquinha virtual para salvar a Grande Muralha

© Shutterstock

Uma das atrações turísticas mais visitadas do mundo, a Grande Muralha da China, que vem sofrendo um contínuo desgaste por diversos fatores, agora tem em andamento uma nova tática de manutenção que visa salvar o monumento. A Fundação Chinesa criou a campanha de "crowfunding", uma "vaquinha" virtual, para a Conservação da Cultura Ancestral.

O objetivo é arrecadar o equivalente a US$ 1,6 milhão até o começo de dezembro, que serão usados para realizar reformas e fazer a manutenção de um trecho de 500 anos que corresponde a menos de 500 metros dos 21 mil quilômetros da muralha. A parte do monumento que sofrerá mudanças fica situada no setor Xifengkou, que corta uma reserva na província de Hebei, a 250 quilômetros de Pequim.

Segundo informações do órgão que criou a vaquinha, o desgaste natural causado por chuvas e ventos, além dos casos de furto de blocos - vendidos como souvenirs e também na construção de casas e estruturas agrícolas da região -, tem afetado na diminuição do tamanho da muralha com o passar do tempo. A fundação acredita que menos de 10% do monumento esteja totalmente preservados.

Desde 2005 o governo da China investiu mais de US$ 285 milhões em um projeto de longo prazo na tentativa de recuperar a muralha. Apesar disso, para Dong Yaohui, diretor da Great Wall of China Society - uma ONG envolvida na campanha -, uma porção substancial da Grande Muralha está sob risco e desaparecendo.

© Shutterstock

A fundação que criou a campanha acredita que menos de 10% do monumento esteja totalmente preservados

pureviagem.com.br

China confirma que sua estação espacial vai cair na Terra

Créditos: Administração Espacial Nacional da China / divulgação

Lintao Zhang/Getty Images
Estação espacial chinesa: módulo foi lançado em 2011 e orbitou a Terra por mais de quatro anos

Após mais de quatro anos no espaço, a primeira estação espacial da China está a caminho da Terra. Porém, seu “pouso” não será nada tranquilo.Segundo a agência de notícias Xinhua, autoridades chinesas revelaram que a estação Tiangong-1 provavelmente vai colidir com a atmosfera do planeta em 2017.

O anúncio confirma o que astronômos especulam há meses: a China perdeu o controle de um dos módulos da estação. Jonathan McDowell, renomado astrofísico de Harvard, disse em entrevista ao The Guardian que o comunicado sugere que a estação espacial chinesa irá adentrar a atmosfera de maneira "natural".

Caso essa suspeita se confirme, será impossível prever onde os destroços da Tiangong-1 irão cair. "Nós, provavelmente, só saberemos quando ela irá cair seis ou sete horas antes de acontecer. Não saber quando irá cair traduz como não saber onde irá pousar", disse o astrofísico.

Wu Ping, vice-diretor do escritório de engenharia espacial da China, disse em conferência que a entrada abrupta da estação na Terra não irá causar problemas. “Com base em nosso cálculo e análise, a maior parte do laboratório espacial irá queimar durante a queda”, afirmou.

Para McDowell, algumas partes, como os motores de foguetes, são tão densas que não irão queimar completamente. "Sobrarão pedaços de 100 quilogramas ou mais", disse ele.

A Tiangong-1, que significa Palácio Celestial em chinês, ainda está orbitando a Terra a uma altitude de 370 km – um pouco abaixo da altitude de 400 km da estação espacial internacional – de acordo com as autoridades do país.

Lançada em setembro de 2011, a estação espacial tem dez metros de comprimento e pesa 8,5 toneladas. Durante sua estadia no espaço, a Tiangong-1 recebeu três naves espaciais: Shenzhou-8 em novembro de 2011, Shenzhou-9 em junho de 2012 e Shenzhou-10 em junho de 2013. As duas últimas missões somadas transportaram seis astronautas chineses.

A estação terminou suas atividades em março de 2016. Desde então, vários astrônomos começaram a suspeitar que a estação estava fora de rumo. O governo chinês nunca tinha emitido, até então, um comunicado sobre o assunto – o que aumentava as incertezas sobre o assunto.

A China lançou recentemente uma nova estação espacial experimental, a Tiangong-2. O país planeja ter uma estação espacial completa até o início da próxima década.

15 das esculturas mais impressionantes do mundo

Certamente você já reparou que quase todas as cidades têm suas próprias estátuas e esculturas mais ou menos criativas, colocados em ruas e praças. 

1. Expansão, por Paige Bradley, Nova Iorque, Estados Unidos
Fonte: Paige Bradley
Algumas são bastante normal, mas outras ... Outras podem chamar a atenção e impressionar o suficiente para pessoas do mundo inteiro registrarem em imagens impressionantes.

2. Fada dançando com um "dente de leão", por Robin Wight, Reino Unido
Fonte: Robin Wight
3. Colosso, Florência, Itália
Fonte: Stephen H.

4. Mustangs, por Robert Glen, As Colinas, Texas, Estados Unidos
Fonte: Robert Glen

5. Crianças presas em corpos de adultos, por Alexander Milov
Fonte: Aleksandr Milov
6. A força da natureza, por Lorenzo Quinn
Fonte: Lorenzo Quinn
7. A mão que cuida, Glarus, Suiça
Fonte: desconhecida
8. O homem da chuva, por Jean-Michel Folon, Itália
Fonte: Fulvio Petri
9. Feltépve, por Ervin Loranth Herve, Budapeste, Hungria 
Fonte: Ervin Loránth Hervé
10. Vicissitudes, por Jason Taylor Decaires, Granada
Fonte: Jason Decaires Taylor
11. Gota de chuva, por Nazar Bilyk, Ucrânia
Fonte: Nazar Bilyk
12. Declínio e aumento, de David McCracken, Bondi, Austrália
Fonte: Paul David
13. Estatua do general Guan Yu, China
Fonte: Han Meilin
14. Atlas do oceano: Garota carregando o oceano em seus ombros
Fonte: Jason deCaires Taylor
15. Esculturas de Jaume Plensa, Yorkshire

Artista coreana faz aquarela das cidades que visita

Sunga Park é um artista, designer gráfico e ilustradora da Coreia, mas que residente em Bangkok, ultimamente tem se dedicado a viajar pelo mundo. 

1. Hamburgo, Alemanha
Até ai tudo bem, depois de visitar cada cidade, ela pintou essas aquarelas relaxantes das arquiteturas que mais ela gostava.

2. París, França
Estas pinturas preciosas parecem refletir perfeitamente o espírito de sua jornada: os lugares que ela visitou têm atraído admiração e com muitos detalhes, mas ao mesmo tempo parecem desaparecer, como lembranças ou sonhos. Não perca estas criações "inacabadas".

3. Colonia, Alemanha

4. Berlim, Alemanha

5. Ayasofia, Istambul 

6. Zagreb, Croácia 

7. Estrasburgo, França

8. Estocolmo, Suécia 

9. Igreja do sagrado coração, Paris 

10. Harrods, Londres

11. Veneza, Itália 

12. Oxford, Reino Unido

13. Metz, França

14. Oxford, Reino Unido

15. Londres, Reino Unido

Mais informações: parksunga.com | Facebook (via: colossal)

Esse artista francês cria mundos fantásticos inspirados por Hayao Miyazaki e Tim Burton

Cyril Rolando é um psicólogo clínico e reside na França, mas também é um grande artista digital. 

Me encontre no meio do caminho
Seu nome artístico é Aquasixio e foca seu trabalho em aspectos emocionais humanos e cores de vida.

Todos os meus estudos
Com um equilíbrio entre o surreal e o fantástico, o próprio Rolando descreve suas obras, como de outro mundo. "Tim Burton e Hayao Miyazaki são as raízes do meu próprio mundo. Eu gosto do surrealismo e especialmente a obra de Boris Vian ", diz ele em seu perfil na DeviantArt.

A esperança
No entanto, ele não trabalha apenas com cores brilhantes: as histórias são muito triste, porque "a escuridão da vida é mais inspiradora do que as pessoas felizes e confiantes", diz ele. Confira algumas de suas pinturas.

Me mostre o amor

Tenho saudades de você

Calipso

Concentre-se em si mesmo

Enfrente o desconhecido

Me pertence

Pintura como porta

Nós

Prazos vencidos

Dentes de leão

Depois da chuva

Cordas selvagens

Mais informações: DeviantArt | Facebook

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.