+MMS
Carregando Notícias Mundo MS...

Tweetar Post/Página

Nono dígito custou R$ 300 milhões às operadoras

Este foi o valor que a Vivo, a Tim, a Oi e a Claro investiram em São Paulo para cumprir medida da Anatel; ação irá aumentar a capacidade de numeração da região de 44 milhões para 90 milhões de números



Agência Brasil - O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) informou hoje (30) que as operadoras de telefonia celular investiram mais de R$ 300 milhões na implantação do nono dígito nas linhas de telefones móveis do estado de São Paulo.

Segundo a entidade, o novo formato exigiu uma série de modificações nas redes e sistemas das empresas, mas a ativação do nono dígito foi implantada com sucesso.

Desde ontem (29), todos os números de telefones celulares da área 11 (São Paulo) terão o dígito 9 à frente do número atual. De acordo com o SindiTelebrasil, o processo de implantação do nono dígito iniciou no ano passado e se completou neste domingo, com a troca de softwaresem milhares de centrais telefônicas do país.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a medida vai aumentar a capacidade de numeração da região de 44 milhões para 90 milhões de números.

O nono dígito deve ser acrescentado no momento da discagem em todas as ligações originadas de telefone fixo e móvel para telefones celulares da área 11, independentemente da sua localidade de origem. A área 11 abrange 64 municípios de São Paulo, inclusive a capital.

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.