+MMS
Carregando Notícias Mundo MS...

Busca MS

Acompanhado de passistas, Will Smith participa de coletiva de imprensa




André Muzell e Roberto Filho/AgNews

Por GABRIELA VALENTE


RIO DE JANEIRO – Se depender do bom humor de Will Smith e Josh Brolin, o filme “MIB: Homens de Preto 3” deve arrancar boas risadas do público. Os atores estão no Brasil para divulgar o novo longa e concederam uma entrevista coletiva no hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. Na tarde desta quinta-feira (23), a dupla conversou com os jornalistas em clima de descontração e com direito a fotos ao lado de passistas de escola de samba.

Will e Josh, que chegaram à capital carioca na última quarta-feira (22), estavam afiados. Entre várias piadinhas, que renderam boas gargalhadas dos repórteres, os atores falaram sobre o filme que deve estrear nas telonas norte-americanas no dia 25 de maio em 3D.

Na trama, o Agente J (Will Smith) já está há 15 anos com os Homens de Preto. A aventura começa quando ele chega ao trabalho e descobre que seu parceiro, o Agente K (Tommy Lee Jones), está morto há 40 anos. Para tentar salvar o amigo, ele faz uma viagem no tempo e volta a 1969. É aí que Josh Brolin entra.

O ator interpreta o mal humorado parceiro de Will Smith quando mais jovem. "Fui convidado para o filme porque a minha cabeça é muito grande e ia ficar ótimo em 3D", brincou Brolin. Em seguida, Will replicou: "A cabeça do Josh é ainda maior que a do Tommy [Lee Jones]". Mas o ator tem consciência de que certas características de seu próprio corpo também podem ser evidenciadas pela tecnologia. “Fiquei com medo de ver minhas orelhas em 3D”, afirmou.



André Muzell e Roberto Filho/AgNews

Acompanhado de passistas de escolas de samba, o ator conversou com jornalistas e fotógrafos no hotel Copacabana Palace, Zona Sul da Cidade Maravilhosa

Piadas à parte, o Josh Brolin contou que interpretar o mesmo personagem que Tommy Lee Jones sem perder a sintonia dos agentes secretos foi um ótimo desafio. Ao que parece, o desempenho do ator não deixou a desejar e rendeu elogios de Will Smith: “O que me deixou impressionado foi a química no set de filmagens. Foi insano como a dinâmica que tivemos foi parecida com a que tive com Tommy no primeiro filme”.

Will Smith começou a investigar atividades alienígenas na Terra em 1997, quando “MIB: Homens de Preto” foi lançado. A primeira sequência da saga chegou às telonas há dez anos, em 2002. Para o ator, o longo intervalo entre “MIB 2” e o novo filme foi imprescindível para que a criação de uma história consistente. "Filmes como esse nos deixam ansiosos e podemos nos esquecer das histórias em si. Na época, o conceito de policiais investigando aliens era novo, mas agora as pessoas já conhecem esta fórmula. Esse foi um dos motivos por termos levado tanto tempo”, explicou.


O personagem de Smith também está mudado. “Ele está mais maduro, não faz piadas o tempo todo como no primeiro filme”, contou o ator. Claro que o tempo não passou só para o Agente J. Questionado sobre o sobre o peso da idade durante as cenas de ação, o ator admitiu que levou mais tempo para entrar em forma e que pegou leve durante as gravações. “A gente gravava um dia, descansava outros quatro”, disse, em tom de brincadeira.


Josh também teve dificuldades com as cenas mais agitadas. O ator contou que ficava ofegante facilmente e a situação se agravava por causa do tabagismo. “Mas agora eu parei de fumar”, avisou.





André Muzell e Roberto Filho/AgNews

"Estou muito feliz por estar aqui no Brasil", disse Will em português, ao começar a coletiva


Josh chegou ao Rio de Janeiro na tarde de quarta (22) e aproveitou a tarde para passear pela cidade. Durante a coletiva, ele contou que visitou as Ilhas Cagarras. O local foi apelidado de “Ilhas Cagadas” por causa na grande quantidade de pássaros que fazem suas necessidades por lá. Josh não perdeu a piada e Josh chamou as ilhas de “Shit Island”.


À noite, o ator encontrou Will Smith e, quando questionados sobre o que fizeram juntos, fizeram mais brincadeiras. “O que aconteceu na noite passada?! Tirem o microfone dele!”, disse Josh, referindo-se a um dos jornalistas.


Will já veio ao Brasil outras duas vezes para divulgar se trabalho. O ator disse que gosta da comida local e chegou a arriscar algumas palavras em português. “Estou muito feliz de estar no Brasil”, falou.


André Muzell e Roberto Filho/AgNews

Entre uma conversa e outra, ele ainda parou para tomar um café

A saga “MIB: Homens de Preto” já contou a participação de aliens famosos, como Michel Jackson, e o novo longa deve repetir a estratégia. “Teremos celebridades no elenco, mas será uma surpresa”, disse Will, que em seguida cochichou: “Como Lady Gaga!”


Aproveitando a deixa, a fotografia de algumas personalidades brasileiras foram mostradas ao atores para que avaliassem a possibilidade de transformá-los em extraterrestres. Eram eles: Neymar, Susana Vieira e Valesca Popozuda. A dupla brincou com as fotografias e Josh chegou a dizer que Susana e Valesca poderiam ser suas madrastas.

Não saia do nosso Mundo🌎Veja +... 😉

Anúncio

Matéria Em Destaque:*****************************************************************************

Esta cidade da Islândia pintou passos de zebra em 3D para que os carros diminuíssem sua velocidade

Na pequena cidade piscatória de Ísafjörður, na Islândia, um avanço na segurança rodoviária acabou de aparecer: pintaram os passos da zebra ...

Mundo MS No You Tube:***************************************************************************

CONFIRA NOSSAS PLAYLISTS ;)



VIDEOS CLIPES LEGENDADOS




BOM HUMOR :)




PANORAMA ECO

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica. *****************************

Navegue por Categorias **************************************************************************